10 de fevereiro de 2016


Para a quarta-feira de cinzas representar
Pq como diz o ditado popular
No fim do jogo
Reis e peões voltam para mesma caixa
Vale para os jogos e para vida
#ficaadica

9 de fevereiro de 2016

Eu no look meia três quartos
Na penteadeira de mainha
#amo
Com meu coelho fofo
Gordinha
Zero de qualidade a foto
Dez de bem quereres
Por hoje terça-feira de Carnaval, ser o dia em que se despedia da folia os brincantes
Dia que os cristãos se despediam de comer carne, por isso o nome terça-feira gorda
E lá vem a Quaresma
E meu bloco da saudade
"Despedíamo-nos de um modo leve
Quase alegre
Como se não nos fossemos realmente ausentar
Aqueles instantes de silêncio, porém
Tinham atado os nossos corações
Com uma força que raras palavras teriam
Talvez o que de mais significativo somos capazes de partilhar
Não encontra no mundo linguagem
Melhor do que o silêncio." 
Pois é Seu José Tolentino
Em silêncio ao ouvir as palavras Páscoa e Dindo
#recordaçãotradiçãotraduçãocoração

6 de fevereiro de 2016

Dos carnavais

"Eu queria
Que essa fantasia fosse eterna
Quem sabe um dia a paz vence a guerra
E viver será só festejar"
Eu cá
Na Bahia e da Bahia
No balanço da folia só que não
Sei tem mais que festa no evento
Mais que Cultura popular
Misturas
Fantasias, alegria
Política, excessos de vários tipos
Fico com a pureza dos bailinhos
Com as cores
O povão
Minha grande festa popular vou confessar
É o São João
A lá lá ô
Anarriê
Boa farra ou descanso pra você

3 de fevereiro de 2016

Águas passadas

Ai
No prédio onde cresci
Tinha um murinho amarelo
Na altura e jeitinho de um corrimão
E quando chovia
Lá eu ia por ele correr a mão
E fazia chuá com a água no chão
Boba diversão
Adorável sensação e recordação
Pensa que não fiz isso nesse
Claro que sim!
Porque não?
#dosedivertireserfelizcompouco

2 de fevereiro de 2016

Odoiá Axé Amém

 Na Bahia, dia 02 de fevereiro, é dia Iemanjá
A única das divindades de origem africana que ganhou uma festa própria sem nenhum tipo de associação com santos católicos
Tomara que o vento leve pra longe os preconceitos
Que a vida seja mais leve
Sem sustos no dia a dia
Rajadas de alegria, carinho, amor e proteção
Trecinhos adaptados da canção Oferendas de Arlindo Cruz
Oferendas que não poluam o mar
Credo em cruz
Saudações
Cultura e fé
#axé
Fui lá no Rio Vermelho antes
Sabia no grande dia não poderia
Barcos atracados
Hoje todos navegando
"Quem ouve desde menino
Aprende a acreditar
Que o vento sopra o destino
Pelos caminhos do mar"
#odoiá
Olhar
Mergulhar
Surfar
Refletir
Acreditar
Em sereias
Em Iemanjá
Conversas de pescadores
Barcos
Céu e mar
E muitas histórias pra viver, sentir, contar, ouvir e cantar
#amomuitotudoisso