31 de julho de 2011

Filosofando


Adoro filosofia.
Amo o livro "O mundo de Sofia" e alguns outros filosóficos do autor Jostein Gaarder, como: "Através do espelho" e "Pássaro raro".
Gosto das frases, dos pensamentos, das histórias dos filósofos antigos, que desafiam nossa reflexão, questionamentos, sentimentos, valores.

"A filosofia precisa ser o exercício de cada um. Nossas ações dependem de conceitos e idéias, de definições e entendimentos. Esse momento individual se complementa pela conversação (que é outra das maiores e mais importantes dimensões da vida de cada um). Se eu posso pensar sozinho, devo pensar também junto.Tudo o que eu penso, ainda que seja meu, é marcado pelo mundo onde nasci, pela língua e pela cultura que recebi. Não viemos do nada. Somos totalmente influenciados pelo que vemos e sentimos quando elaboramos nossos pensamentos."

Segue para reflexão:

"Qual é a coisa mais importante da vida?
Se fazemos esta pergunta a uma pessoa de um país assolado pela fome, a resposta será: a comida. Se fazemos a mesma pergunta a quem está morrendo de frio, então a resposta será: o calor. E quando perguntamos a alguém que se sente sozinho e isolado, então certamente a resposta será: a companhia de outras pessoas."
(O mundo de sofia de Jostein Gaarder)

"Basicamente, não há muitas perguntas filosóficas para se fazer. Já fizemos algumas das mais importantes. Mas a história nos mostra diferentes respostas para cada uma dessas perguntas que estamos fazendo. É mais fácil, portanto, fazer perguntas filosóficas do que respondê-las. Da mesma forma, hoje em dia cada um de nós deve encontrar a sua resposta paraestas perguntas. Não dá para procurar numa enciclopédia se existe um Deus, ou se há vida após a morte. A enciclopédia também não nos diz como devemos viver. Mas a leitura do que outras pessoas pensaram pode nos ser útil quando precisamos construir nossa própria imagem do mundo e da vida."
(O mundo de sofia de Jostein Gaarder)

"Eu não procuro saber as respostas,
procuro compreender as perguntas.
Confúncio

"Quem se modera, raramente se perde."
Confúncio

"A virtude não é solitária, ela sempre tem vizinhos"
Confúncio

2 comentários:

  1. Já li O Mundo de Sofia três vezes - adoro esse livro, não conheço Através do Espelho e Pássaro Raro.
    Seu blog é muito interessante. Estou gostando muito daqui.

    ResponderExcluir
  2. Obrigada Regina!

    Que bom que está gostando, venha sempre.

    Eu recomendo os dois livros, principalmente pra quem já leu e gostou do Mundo de Sofia.

    Através do espelho fala da morte e da vida de maneira poética, reflexiva, fantástica.

    O pássaro raro são diferentes contos e em cada uma há momentos, nuances, que são como avisos, lições, chamadas para reflexão, são pássaros raros que pousam em nossos ombros, como diz no livro e mtas vezes n nos damos conta.

    Bj pra vc!

    ResponderExcluir