12 de agosto de 2011

Projeto Felicidade

Epifania: súbita sensação de realização ou compreensão.
O termo é usado nos sentidos filosófico e literal
para indicar que alguém "encontrou finalmente a última peça do quebra-cabeças
e agora consegue ver a imagem completa".

Certo dia, a advogada americana Gretchen Rubin teve uma epifania: depois de viver um período difícil, percebeu que o tempo estava passando rápido e ela não estava focando sua vida no que deveria ser prioridade: ser feliz, independentemente de qualquer coisa.

Ela resolveu se dedicar ao “Projeto Felicidade”: por um período, fez tudo aquilo que os livros, revistas, pesquisas e mestres pregavam como os verdadeiros conceitos de felicidade. Das idéias de Plutarco e pensamentos de Buda aos preceitos mais clichês da auto-ajuda rasteira. E resolveu relatar, com rigor de cientista, aquilo que funcionava (ou não) para ela em seu Blog.

No fim das contas, Gretchen descobriu que a receita da felicidade era diferente do que algumas máximas pregavam. “Desde que seja gasto com sabedoria, o dinheiro pode, sim, trazer felicidade. Assim como as dificuldades que tratamos de evitar ”, teoriza ela no livro: The Hapiness Project, que lançou nos EUA e que já há em português aqui no Brasil: Projeto Felicidade.

“As pessoas evitam os sentimentos ruins achando que isso traz infelicidade ou se concentram só nas grandes mudanças e se esquecem de que as transformações de hábitos corriqueiros
é que são gratificantes.”

(Adaptação de uma matéria da Revista Vida simples)


"Saber não basta, devemos aplicar.
Desejar não basta, devemos fazer."
(Goethe)

4 comentários:

  1. Tina o texto está perfeito... parece que vc fez o post pensando em mim ;) Amei!!

    Beijos e um maravilhoso final de semana para vc ;)

    nandapezzi.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Tina, eu adoro seus textos, são tão verdadeiros! me sinto exatamente como disse a Nanda, como se os posts fossem diretamente para mim!

    Cada vez mais eu descubro o quanto a felicidade tem a ver com a simplicidade e não o contrário, como muitas pessoas passam a vida pensando. São as pequenas mudanças, o cotidiano, é descomplicar as coisas, agradecer pelo que tem, etc

    bjs querida e um ótimo final de semana

    ResponderExcluir
  3. Tina,
    a postagem me fez lembrar uma frase, que eu já postei no meu blog e que o Céo soube ilustrar muito bem: "Muitas pessoas perdem as pequenas alegrias enquanto aguardam a grande felicidade." (Pearl S. Buck)

    Um excelente final de semana repleto de pequenas alegrias!

    Abraços,
    Carol
    http://bembemsimples.blogspot.com

    ResponderExcluir