6 de outubro de 2011

Never say never

Comecei o dia reverenciando Steve Jobs, uma estrelha de luz própria que tomou conta dos noticiários de todo o mundo e vou fazer reverência agora a outra estrela, nova, radiante, contagiante, que desde ontem invadiu o noticiário da tv brasileira: Justin Bieber.

Assisti ao filme dele, por curiosidade e me tornei fã.
Além da beleza e do talento, além dos números (impressionantes), ele é cativante, carismático.
Disseram que ele nunca ia cantar no Madison Square. E ele diz, ou melhor canta: Nunca diga nunca.
Os ingressos colocados a venda no Madison se esgotaram em tempo record e se esgotaram os dos shows aqui do Brasil tb. Ingressos carríssimos, crianças, adolescentes, pais, investindo em um sonho, em um mega-evento, com uma mega-estrela de apenas 17 anos.

Salve Justin e que a próxima turnê inclua Salvador.

Steven Jobs também não deixou que ninguém, nem os tropeços do mundo empresarial, disessem nunca, não, pare, desista.

Que Justin Bieber não pare e que não se perca.

Que nos inspiremos e espelhemos nos exemplos de sucesso e busca pelo sucesso que vemos na tv, mas também na nossa casa, entre nossos amigos...
Vamos lá!
Mãos a obra!

Um comentário:

  1. Li em um blog querido e trouxe para complementar:

    "A audácia tem dentro de si o gênio, a força e a mágica. Comece agora!" J.Goethe
    http://passarinhosnotelhado.blogspot.com/#ixzz1a1OlP59F

    ResponderExcluir