30 de novembro de 2011


“Tentar deixar a pergunta dormir um pouco, 
pode ser a melhor maneira 
de abrir espaço para a resposta acordar.”
Ana Jácomo

29 de novembro de 2011

O café e eu


Tô aqui precisando de uma jarra :)

Eu Fernanda Mello


"Eu sou uma eterna apaixonada por palavras 
Música e pessoas inteiras
Não me importa seu sobrenome
Onde você nasceu, quanto carrega no bolso
Gosto de abraçar apertado
Sentir alegria inteira. 
O simples me faz rir
O complicado me aborrece”

28 de novembro de 2011

Dividindo leituras 2 de 8

- Bom dia!, disse a raposa.
- Bom dia!, respondeu polidamente o principezinho que se voltou mas não viu nada.
- Eu estou aqui, disse a voz, debaixo da macieira.
- Quem és tu? perguntou o principezinho. Tu és bem bonita.
 - Sou uma raposa, disse a raposa.
- Vem brincar comigo, propôs o princípe, estou tão triste.
- Eu não posso brincar contigo, disse a raposa. Não fui cativada ainda.
- Ah! Desculpa, disse o principezinho.
Após uma reflexão, acrescentou: - O que quer dizer cativar ?
- Tu não és daqui, disse a raposa. Que procuras?
- Procuro amigos, disse.
Que quer dizer cativar?
- É uma coisa muito esquecida, disse a raposa. Significa criar laços.
- Criar laços? 
- Exatamente, disse a raposa. Tu não és para mim senão um garoto inteiramente igual a cem mil outros garotos. E eu não tenho necessidade de ti. E tu não tens necessidade de mim. Mas, se tu me cativas, nós teremos necessidade um do outro.

Diálogo da raposa com o pequeno príncipe

Link: Dividindo leituras 1 de 8
"Quero a delícia 
de poder sentir as coisas 
cada dia mais simples."
Manuel Bandeira

26 de novembro de 2011

O amor

“O amor nos ensina a simplificar perdões porque nos humaniza e nos lembra o quanto precisamos ser igualmente perdoados por tanta coisa, tanta gente, a começar por nós mesmos.

Ele dispensa julgamentos porque abraça virtudes e limitações. Ele nos aproxima do nosso tamanho e  nos recorda quem somos.

O amor nos revista inteiros, pra retirar relógios, calculadoras, roteiros, estratégias, controles, defesas...Diz nas sutilezas. Diz preciosidades que, mesmo às vezes bem baixinho, conseguimos ouvir e reconhecer, por mais cético e assustado que tenha se tornado o nosso coração. 

O amor nos molda a cada movimento também para a liberdade de acolher o imprevisível, o inimaginável, o inevitável, o aprazível. Para querer ser e querer sinceramente que os outros também sejam...Reinventa-nos para nos tornar mais parecidos com nós mesmos, o máximo possível a cada instante.”
Ana Jácomo

Que nosso final de semana seja de muito amor.
Até segunda!

eu estou tão feliz hoje

25 de novembro de 2011


"Sigo a vida conforme o roteiro
Sou quase normal por fora pra ninguém desconfiar
Mas por dentro eu deliro e questiono
Não quero uma vida pequena
Um amor pequeno
Uma alegria que caiba dentro da bolsa
Eu quero mais que isso
Quero o que não vejo
Quero o que não entendo
Quero muito e quero sem fim
Não cresci pra viver mais ou menos
Nasci com dois pares de asas vou aonde eu me levar
Por isso, não me venha com superfícies, nada raso me satisfaz
Eu quero é o mergulho
Entrar de roupa e tudo"
Escrito por Fernanda Mello
E eu assino embaixo

24 de novembro de 2011

Dividindo leituras 1 de 8

Olá!
Nunca mais havia postado o "Dividindo leituras", ando lendo pouco e produzindo muito material didático para 2012 e uma obra que estou usando muito que para mim é ímpar, é O pequeno príncipe.

Postarei 8 "Dividindo leituras" com pérolas dele, 8 por que é o número que representa o infinito, quantidade perfeita para tal riqueza.

“Mostrei minha obra prima às pessoas grandes e perguntei se o meu desenho lhes dava medo. Responderam-me:
- Por que um chapéu daria medo?
Meu desenho não representava um chapéu. Representava uma jibóia digerindo um elefante.
Desenhei então o interior da jibóia, a fim de que as pessoas grandes pudessem entender melhor.
Elas têm sempre necessidade de explicações detalhadas.”

Pé na estrada

“É preciso força pra sonhar e perceber
Que a estrada vai além do que se vê.'”
Los Hermanos

23 de novembro de 2011

Lugar de lixo é no lixo


"Muitas pessoas são como caminhões de lixo, andam por ai carregadas de frustrações, raivas, desapontamentos. À medida que suas pilhas de lixo crescem, elas precisam de um lugar para descarregar e às vezes descarregam sobre a gente.

Não tome isso como pessoal. Deseje-lhes o bem, e vá em frente. Não pegue o lixo de tais pessoas e nem o espalhe sobre outras pessoas no trabalho, em casa, ou nas ruas.

Não deixe os caminhões de lixo dos outros estragarem o seu dia e sempre limpe os seus sentimentos ruins, aborrecimentos pessoais, familiares, do trabalho, rancor, tristeza, frustrações. A vida é metade o que você faz dela e a outra metade como você a recebe."

Sorrir

“Eu não preciso me perder para me encontrar
Não preciso me defender para me oferecer proteção
Eu posso, sim, ir ao encontro dos outros e da vida
Com a paz de quem está aprendendo a se respeitar
Sem deixar de levar no coração e no rosto 
o meu buquê de sorrisos."
Ana Jácomo

22 de novembro de 2011

O papel de cada um

Ouvi o padre Fábio falar e concordo em absoluto. É altamente nocivo misturar os papéis em nossas relações.

Ai vi uma matéria num telejornal local onde se defendeu a modernização da relação pais e filhos, pois os moldes antigos são ultrapassados e acho que um dos grandes vilões das atuais relações está nessa modernização, tem coisas, valores, hábitos que tem que ser mantidos categoricamente, religiosamente, hierarquicamente. 
Quantos jovens hoje saberão o significado (léxico e funcional) de hierarquia?
Infelizmente uma minoria.

Acredito e defendo que:

Pai e mãe não tem que ser amigos, tem que ser pai e mãe e cada um com seu papel bem definido.

Namorado(a) tem que ser e deve ser namorado(a), não marido(esposa).

Marido(esposa) tem que ser marido(esposa) e não pai ou mãe, professor, chefe, filho(a)...

Filho tem que ser filho, se comportar como, obedecer como, respeitar como.

Não importa o que o vizinho ou colega da escola faça, ou como os pais deles são, a lei aqui é que tem hora pra chegar, hora pra dormir, senso de coletividade, satisfações a dar, limites, limites e limites, sempre, em qualquer idade. Um filho independente, casado, solteiro, separado, dono de seu nariz, deve ao pai e a mãe, no mínimo, respeito, o ideal é cuidado, afeto e outras "cositas mas".

Um filho adolescente, seja nerd, revolucionário, menino, menina, gay, roqueiro, pagodeiro, tímido, da galera, tem que andar na linha, tem que ter respeito, limites, regras.

Defendo, questiono e proponho: andam mais os pais precisando de aconselhamentos, cursos, palestras e terapias do que as crianças e jovens.
Que tal oficinas para pais, peças, terapias em grupo, palestras nas escolas dos filhos, nas faculdades, nas igrejas, centros etc ?

O filho é reflexo na maioria das vezes dos pais e quando não é, os pais se conscientes, presentes e responsáveis irão lhe dar um norte e não rifaram esse jovem, essa criança, para que a escola, a vida ensine (na maioria das vezes, estrague). Vemos pais despreparados, irresponsáveis, inconsequentes, sem noção, as pencas e não é no telejornal, novela, nem no cinema, é no dia-a-dia, na vida real. Fala-se aos quatro cantos dos jovens e do mundo como está e deve-se, precisa-se falar, atentar, mudar muitos pais e mães, voltar aos padrões e regras de educação antiquados e eficazes.

Florbela Espanca


"Há uma primavera em cada vida
É preciso cantá-la assim florida"

21 de novembro de 2011

Bons pensamentos

"A gente vai à luta e inventa um novo sonho
Uma esperança, mesmo recauchutada
Vale tudo menos chorar tempo demais
Pois sempre há coisas boas para pensar
Algumas se realizam"

"Bons pensamentos são sempre bons companheiros."
Uma semana de bons pensamentos a tds(as). 
Que muitas coisa boas aconteçam.

20 de novembro de 2011

"O tempo é de Deus
As ações são dos homens."
Joanna de Angeles

19 de novembro de 2011

"A prosperidade faz amigos.
A adversidade testa-os."

Um sorriso

“Quando um sorriso
Começa a morar no nosso olhar
Parece mágica
Um monte de coisas
Às vezes até sisudas
Começam a sorrir pra gente
De repente” 
Que sorrisos façam morada em nossos olhares e nos olhares dos que nos olham.
Um maravilhoso, doce e mágico final de semana a tds(as)!

18 de novembro de 2011

Apenas

Li no comentário de um blog querido
que conta-se que o grande imperador romano Marco Aurélio 
sempre que saía à rua levava consigo um servo
que tinha a função de sussurrar-lhe ao ouvido a cada elogio recebido:
"Você é apenas um homem!"

Que sejamos humanos, meros e doces mortais.

O Relógio de Mario Quintana

"Há tempos em nossa vida que contam de forma diferente
Há semanas que duraram anos, como há anos que não contaram um dia

Há tristezas que nos paralisaram por meses
Mas que hoje, passados os dias difíceis, mal guardamos lembranças de horas
Há eventos que marcaram, e que duram para sempre
O nascimento do filho, a morte do pai, a viagem inesquecível, um sonho realizado
Estes têm a duração que nos ensina o significado da palavra “eternidade”

O relógio do coração, hoje eu descubro
Bate noutra freqüência daquele que carrego no pulso
Marca um tempo diferente, de emoções que perduram

Pense nisso
E consulte sempre o relógio do coração
Ele te mostrará o verdadeiro tempo do mundo

A vida é o dever que nos trouxemos para fazer em casa
Quando se vê, já são seis horas
Quando se vê, já é sexta feira
Quando se vê, já é natal
Quando se vê, já terminou o ano"
"A felicidade plena e absoluta não existe
Também não existe receita
Manual que possa dar garantia plena de viver 100% feliz
Ninguém tem a felicidade garantida
A vida simplesmente dá a cada pessoa tempo e espaço
Depende de você enchê-los de alegria"
S. Brown

Desejo que você encha o tempo e o espaço de sua sexta-feira
de alegrias, sorrisos, esperança, bons pensamentos, palavras, ações

17 de novembro de 2011


"No amor e na raiva
Vira e mexe me complico
Reciclo, tô farta, tô forte, tô viva
E pra quem anda nos trilhos cuidado com o trem
Me rendo pelo brilho de quem vai fundo
e mergulha com tudo pra dentro de si
Lá do alto do telhado pula quem quiser
Só o gato que é gaiato cai de pé"

Marta Medeiros

16 de novembro de 2011

Meu filho meu tesouro

Acompanho comportamentos e desempenhos lastimáveis de crianças tão pequenas e tão desinteressadas, mau acompanhadas, que não tem respeito, educação, conteúdo.

Meu filho antes da alfabetização já sabia todo o alfabeto, as cores, noções de perto, longe, metade, inteiro e muitas outras coisas que digo com orgulho que foi eu que ensinei para ele. Sempre acompanhei de perto o que a escola ensinava e recheava e cobria tudo com mais literatura, poesia, cores, conhecimento, valores.

Assim como eu  ensinei, o pai, os programas de tv que colocávamos para ele ver, livros que ele sempre teve, as pessoas com as quais ele convivia e a condução que dávamos ao que elas diziam ou transmitiam de valores para ele.
As lições diárias com relação aos brinquedos, gestos, sentimentos, a educação.

Obrigado!
Por favor!
Com licença!
Não bater, não cuspir, não morder.
Não falar palavrão.
Respeitar os mais velhos.
Respeitar e cuidar do meio ambiente.
Ser amigo, humilde, honesto.
Falar baixo, não ser egoísta, não mentir.

Nas tarefas da escola cobrávamos com amor e explicações práticas  a limpeza, dedicação, empenho. Capricho na letra, nas respostas, no entendimento, no buscar mais e saber mais para ser e fazer sempre mais e melhor, não para tirar nota, não para a pró, para mim ou para o pai, mas para ele, para a vida.

Tenho orgulho de meu filho, da educação, inteligência e doçura dele, um tesouro sem valor.

Top 10

Fui indicada para um Top 10 por Calíope, do blog “O Mundo de Calíope”, não é a primeira vez que ela e outras queridas me indicam para brincadeiras, mas por falta de tempo e as vezes de inspiração não participo.
Eis-me aqui com uma listinha rápida de 10 COISAS que AMO e 10 COISAS que ODEIO.

AMO
CAFÉ
PASSARINHOS
BORBOLETAS
LEITE EM PÓ
LER
ESCREVER
DESENHAR
FALAR
ELOGIOS
PETIT-GATHEAU

CIGARRO
PERFUME FORTE
FALSIDADE
INJUSTIÇA
INSÔNIA
MALDADE
CRUELDADE
O BAHIA (risos descontrolados)
COMERCIAS DE TV RIDÍCULOS

A querida Sheila do blog "Passarinhos no telhado"
também entrou na brincadeira 
e me identifiquei tanto com tantas coisas
da lista cheia de palavras, imagens e encantos dela.
Muito legal!

Obrigada meninas pela diversão e carinho.
Muito bom nossas identificações e diferenças.

"Eu antes tinha querido ser os outros para conhecer o que eu não era.
Entendi então que eu já tinha sido os outros e isso era fácil.
Minha experiência maior seria ser o outro dos outros.
E o outro dos outros era eu!"
Clarice Lispector

Fábulas


Esopo (grego) reuniu na antiguidade histórias de fundo moral que moldaram os padrões e valores da sociedade ocidental. Em nossas infâncias e ainda na infância de hoje (menos do que se devia, mas bravamente resistindo ao tempo), as fábulas de Esopo, muitas recontadas e abrilhantadas por La Fontaine (francês) são valiosas lições para a infância e para todo a vida.

Estava aqui lendo algumas fábulas para ler para as crianças da escola onde ensino e lembrei da historinha da minha infância "A cigarra e a formiga".

Tenho guardado o disquinho de vinil em que ouvia ela.
Achei a imagem dele na internet e vibrei como se já não soubesse como tem tudo nesse tal Google.

Que esse nosso pedacinho de semana de trabalho seja de boas formiguinhas e o final de semana de cigarras.

Segue a historinha poetizada.

Tendo a cigarra, em cantigas,
Folgado todo o verão,
Achou-se em penúria extrema,
Na tormentosa estação.
Não lhe restando migalha
Que trincasse, a tagarela
Foi valer-se da formiga,
Que morava perto dela.
– Amiga – diz a cigarra
– Prometo, à fé de animal,
Pagar-vos, antes de Agosto,
Os juros e o principal.
A formiga nunca empresta,
Nunca dá; por isso, junta.
– No verão, em que lidavas?
– À pedinte, ela pergunta.
Responde a outra: – Eu cantava
Noite e dia, a toda a hora.
– Oh! Bravo! – torna a formiga
– Cantavas? Pois dança agora!

O Livro das Virtudes
Uma antologia de William J. Bennett

15 de novembro de 2011

Eu Clarice

"Ás vezes escrever uma só linha
basta para salvar o próprio coração;
eu escrevo como se fosse para salvar a vida de alguém.
Provavelmente a minha própria vida."
Clarice Lispector

14 de novembro de 2011

Mudar

 “Não adianta querer mudar se ainda não se pode.
Como num jogo de pega-varetas, 
há movimentos que fazem as outras peças todas desmoronarem.

Mudança não é pra quando se quer.
É pra quando já se sabe.
É pra quando já se consegue.

Eu já mudei muito.
Eu já mudei enquanto nem mesmo percebia.
Eu mudo todo dia como toda gente.”

Ana Jácomo
Viva rindo e amando

12 de novembro de 2011

Felicidade

"A felicidade 
é como uma pluma 
que o vento vai levando pelo ar.
Voa tão leve 
mas tem vida breve, 
precisa que haja vento sem parar."
Trecho da música A Felicidade de Tom Jobim e Vinicius de Moraes

Desejo um final de semana feliz para todos(as)
Que façamos nossas plumas voarem e a de quem está a nossa volta também
Que a vida sopre brisas e ventos

"Que tudo seja leve 
de tal forma que o tempo nunca leve."

Agradeço de coração as visitas, comentários, elogios
É muito bom trocar boas energias


11 de novembro de 2011

Corrente do bem


Cientistas, astrólogos, religiosos, curiosos
Crença, imaginação
O que quer que seja, sob qualquer ótica
Pensar juntos, desejar, acreditar, imaginar
Faz uma corrente do bem
Bons pensamentos são sempre bons companheiros
Muitos, juntos, globalmente, com certeza tem poder

"Do ponto de vista da Numerologia, todo número formado pela repetição de algarismos é um Número Mestre, como o 11, 22, 33 e 99, por exemplo. Segundo Yubertson Miranda, autor responsável pelas análises numerológicas do Personare, a simbologia do 1 indica independência, originalidade e dinamismo. No caso do mestre 11, essas características são potencializadas.

É importante entender que mudanças demandam tempo, dedicação, autoconhecimento e superação de medos e limitações. Acredito que nesta sexta-feira há uma chance considerável de começarmos a criar algo novo e que pode influenciar a vida de muita gente. Porque todo Número Mestre traz em seu simbolismo o humanitarismo, e o 11 revela a oportunidade de deixar sua marca através de uma ação inédita e surpreendente...

O especialista ainda informa que a soma da data (11+11+2+0+1+1) gera o Número 8, que simboliza poder de realização. "Então, este também será um dia em que cada um de nós terá a chance de viver as atividades de uma forma dinâmica e criativa. Ainda poderemos concretizar as idéias e projetos que fervilharão em nossa mente", afirma Yubertson.

De acordo com a psicóloga Clarissa De Franco, é comum as pessoas desejarem encontrar padrões, coincidências significativas que tragam explicações para suas angústias e que acalmem seus medos. O que faz diferença é a grande carga de energia que as pessoas estão depositando na data.

"A humanidade constrói seus pensamentos com base em intuições, evidências, fragmentos de fatos e registros. Quando isso vai se tornando grupal, fortalecido por argumentos da cultura, pode-se criar níveis de consciência...Não duvido que exista algo em torno dessa data, o que postulo é que esse "algo" é um movimento criado no interior das mentes humanas e transmitido geração após geração, até que isso configurou-se em uma força capaz de produzir efeitos concretos no mundo material", opina Clarissa.

A terapeuta holística Simone Kobayashi aconselha que todos se abram ao momento de esperança e renovação. "Quando alguém faz aniversário, as pessoas costumam desejar felicidade, saúde e uma série de coisas positivas. E geralmente o aniversariante está voltado para aceitar e agradecer todas essas mensagens. O mesmo acontece em um dia como 11 de novembro. É preciso encarar a data de uma forma simbólica, entender que muita gente está projetando um portal que contribuirá com nossa qualidade de vida e, a partir daí, usar isso para melhorar seus relacionamentos pessoais. É isso que cria condições para que a gente se abra à renovação."


Uma combinação auspiciosa de números
Dia, mês, ano, hora, minutos, segundos
Fiquei aqui esperando para postar às 11:11 

Renovação, bons fluidos, aqui estamos nós!

Cartinha para Noel

Os shoppings estão inaugurando suas decorações de Natal, já entramos no clima dos preparativos em nossas famílias, casas, nas escolas, empresas...

A data de hoje 11/11/11 inspira uma carta, um bom dia para escrever para o Noel.
Adoro essa cartinha poema que segue.


Papai Noel
Me traga um punhado de estrelas
Pra eu pendurar no meu quarto
E para sempre poder vê-las

Me traga o sol
Para que de noite eu também possa jogar futebol

Me dê asas e uma plumagem colorida
Pra que eu possa voar e, lá de cima, ver a vida

Me traga um amigo marciano
Com três pernas, sete olhos e um nariz de tucano

Me traga uma nuvem bem macia
Pra eu usar de travesseiro e dormir de dia e sonhar o dia inteiro

Papai Noel
Eu quero um gnomo, um duende, uma bruxa e uma fada
Pensando bem pode trazer dois de cada

Não se esqueça também
De uma viagem de trem

Uma cratera na lua
Uma árvore pra minha rua

Um escorpião sem veneno
Um gigante pequeno

Um sorvete que não acaba
Um castelo de areia que não desaba

Um tênis sem chulé
Uma máquina de fazer cafuné

Para minha Mãe todas as flores
Para meu Pai todas as cores

E, Papai Noel
Só mais um desejo
Me traga um beijo do Papai do Céu

(Lalau – Desejos)

 E ai, quais os desejos de vocês?

10 de novembro de 2011

Fé Força Foco

"Os objetivos trazem ordem
Significado e finalidade a vida
Ao fiar metas expressamos o desejo de realizar
Melhorar a nossa vida
Sermos mais efetivos, mais produtivos
E obtermos mais sucesso amanhã 
Do que o que o que obtivemos até agora"
Paul Meyer

Pare de ter medo do que pode dar errado e pense no que poder dar certo

9 de novembro de 2011

Devemos nos intercalar 
entre nossos desejos
e os desejos dos outros

8 de novembro de 2011

Simplicidade

"Pessoas simples e sem muita instrução
são tesouros de um conhecimento prático
que os livros não nos ensinam."

Podemos ver e refletir muito a partir da vida e das histórias de pessoas simples.
Elas vêem, entendem, sente, fazem, ensinam,
sem ler, sem Google, sem passar por escolas, faculdades,
sem circular em grandes centros.
Aprendem e ensinam o que não há em nenhum desses lugares.
Conhecem o céu, o movimento do rio, o cheiro do mato.
Percebem tristezas e alegrias no tom de voz.
Abraçam como uma criança abraça um ursão de pelúcia.
Fazem coisas maravilhosas sem abrir uma lata, 
sem olhar na receita, sem gastar fortunas, sem fazer questão.
Andam descalças, sentem a terra, o chão, o frio e o calor.
Não ditam suas vidas pelo relógio, pelas teorias, pelas tendências.

"As pequenas coisas às vezes tem um valor imensurável."
"Leia e o teu silêncio ganhará voz."
Martha Medeiros



7 de novembro de 2011

Sabedoria Celta

"Que em teus momentos de solidão e cansaço
esteja sempre presente em teu coração
a lembrança de que tudo passa e se transforma
quando a alma é grande e generosa."

5 de novembro de 2011

Retoques


“Ninguém caminha sem aprender a caminhar
Sem aprender a fazer o caminho caminhando
Refazendo e retocando o sonho pelo qual se pôs a caminhar.”
Paulo Freire

Só ia postar na segunda, mas me deu uma vontaaade
Ai vim aqui deixar umas pegadinhas

Boa noite de sábado e um domingo de passos e retoques para tds(as) nós.

4 de novembro de 2011

Eu Caetana


"Gosto de ser e de estar
E quero me dedicar
A criar confusões de prosódias
E uma profusão de paródias
Que encurtem dores
E furtem cores como camaleões
Gosto do Pessoa na pessoa
Da rosa no Rosa
E sei que a poesia está para a prosa
Assim como o amor está para a amizade
E quem há de negar que esta lhe é superior"
Caetano Veloso

3 de novembro de 2011

Textos da vida

Esses dias fiz um post ("A oportunidade"), com um texto sobre um acontecimento em família. Acontecem coisas conosco o tempo todo. Vemos coisas o tempo todo, passamos por situações, vemos situações se passarem com os outros no trabalho, na rua, no ponto de ônibus, no mercado, numa festa etc. A vida, os dias, todos os dias, a toda hora, estamos cercados de acontecimentos que são textos da vida.

Ouvi no sábado passado a história de um acontecimento presenciado por quem narrava (a incrível professora da UFBA, Zoraia Marques), em resumo: o local foi um supermercado, personagens: um casal de idosos, ele com sequelas de um derrame, ela se dividindo entre as compras e uma atenção devotada, carinhosa e companheira a ele, ele achando que estava ajudando quando só atrapalhava.

Acho que já escrevi aqui sobre a história de um casal em que o homem amava os cantos do pão e desde que se casou os dava para sua mulher, como símbolo de seu amor, ela por sua vez, preferia o meio do pão, mas por trinta anos comeu os cantos como símbolo de gratidão.

Que observemos, vivenciemos, produzamos ainda que só mentalmente muitos textos da vida. Eu seguirei, a partir do prazer, satisfação e resultado do texto da pipa, produzindo muitos e muitos textos da minha vida e das vidas e coisas que vi e verei e dividindo sempre com vocês.

Momento confissão:
Quando fiz o Blog, tinha dentre outras intenções a de transformá-lo em um livro, para o qual já havia feito textos que se perderam com uma pane no computador, já havia idealizado um título (O caderno) e detalhes, inspirada numa música que me fez chorar inúmeras vezes nas escola de meu filho.

Sou eu que vou seguir você
Do primeiro rabisco
Até o be-a-bá
Em todos os desenhos
Coloridos vou estar
A casa, a montanha
Duas nuvens no céu
E um sol a sorrir no papel

Sou eu que vou ser seu colega
Seus problemas ajudar a resolver
Te acompanhar nas provas
Bimestrais, você vai ver
Serei, de você, confidente fiel
Se seu pranto molhar meu papel

Sou eu que vou ser seu amigo
Vou lhe dar abrigo
Se você quiser
Quando surgirem
Seus primeiros raios de mulher
A vida se abrirá
Num feroz carrossel
E você vai rasgar meu papel

O que está escrito em mim
Comigo ficará guardado
Se lhe dá prazer
A vida segue sempre em frente
O que se há de fazer
Só peço, à você
Um favor, se puder
Não me esqueça
Num canto qualquer

O Caderno - Toquinho

É isso, já fiz o filho, depois ou antes de escrever o livro tenho que plantar uma árvore e o dever estará cumprido :)

1 de novembro de 2011

Do lado de dentro

Tem momentos, dias, lugares, pessoas que ficarão para sempre conosco.
Perto, longe, presente, ausente.
Vivemos nas outras pessoas,
a cada vez que somos lembrados, citados, sentidos.

A primeira grande perda que tive foi a de meu avô, a quem amo de paixão.
Na mensagem entregue na missa de um mês em oração pela sua partida
as palavras foram minhas
e valem para todos que amam quem não está mais aqui nesse plano.

Pelo dia de amanhã, não como lamento, mas por saudade, admiração, carinho.

É preciso que a tua ausência
seja como abrir uma janela
e respirar-te, azul e suave.
É só fechar os olhos
que te vemos e sentimos
e assim sempre será.

Portas

"Uma porta é uma fronteira.
Ultrapassar o limiar depende de cada um de nós."
Reflexão de Zoraia Marques

"Experimente abrir a porta quando o dia amanhecer."
Roberto Carlos