31 de dezembro de 2011

Ilustração da web
As pessoas esperam
que o ano que está começando 
seja melhor que o anterior.
Aposto que o ano que está começando 
espera que as pessoas sejam melhores.
De uma tirinha de Mafalda
Que tenhamos e façamos um Feliz 2012.
Para estourar a champanhe um lindo ajudante
Clica aqui

30 de dezembro de 2011

Última sexta do ano

É tradição na Bahia
Subir a Colina Sagrada
Na primeira e última sexta-feira
Todos os anos
Para agradecer ao Senhor do Bonfim
E a Nossa Senhora da guia
Para fazer pedidos e agradecer
Para amarrar fitas
No braço ou no gradil em volta da igreja
Levar para casa
Para os amigos e familiares
Para receber as bençãos do padre
Banho de água benta
Energia da multidão
Renovação da fé
"Existe alguém em nós
Em muitos dentre nós esse alguém
Que brilha mais do que milhões de sóis"
Caetano Veloso
Desejo para mim e para vocês
Que 2012 seja um ano abençoado
Carregado de esperanças, eutimia
Atitudes e pensamentos positivos e agregadores
Poesia, portas, janelas, pontes
Melodias, fantasias, Deus, Deuses, heróis
Que haja perdão, busca, encontros
Lembranças, promessas e tudo que quisermos
Querer é um sentimento poderoso
Salve 2012!
Salve o Senhor do Bomfim!
Salve Oxalá!
Salve Nossa Senhora da Guia!
Os anjos de luz!
Salve a Bahia!
Salve os nossos quereres e poderes!

29 de dezembro de 2011

Carol e Eu

 "Não sei se a vida é longa ou curta demais
Mas sei que nada do que vivemos 
tem sentido se não tocamos o coração das pessoas."
Cora Coralina
Eu tinha uma goiana em meu coração: Cora Coralina, ai esse ano ganhei mais três: Carol, Alê e Dani. 3 docinhos de coco, com um cravinho em flor perfeito em cima.
Carol foi minha guru, inspiradora, professora, nos primeiros passos aqui na blogosfera. Sempre atenciosa, carinhosa, inteligente, sensível.
O amigo secreto de cartões proposto por ela agora no Natal, me trouxe tantos mimos além da amiga secreta, que me faltam palavras para agradecer. Amo receber e dar cartas, cartões, bilhetinhos.
A última surpresa, linda, cheia de arvorezinhas e anjinhos veio de Goiás, da querida Carol, com palavras carinhosas, doces e a encantadora frase do meu amado Pequeno príncipe: "Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas". Obrigada Carol! A recíproca é verdadeira. Salve a blogosfera! Salve Goiás!
Sinto o abraço do tempo apertar e redesenhar minhas escolhas
Espero pelas novas folhas
Imagino jeitos novos para as mesmas coisas
E vejo bem tudo recomeçar todas as vezes
E vejo o tempo apodrecer e brotar
E seguir sendo sempre ele
E ser e ter tudo pela frente
Fragmentos da música: Abril, de Adriana Calcanhoto

28 de dezembro de 2011

Nhoque da fortuna

Diz uma lenda italiana que São Pantaleão, disfarçado de mendigo, num dia 29 de dezembro, passeava por um vilarejo na Itália e com fome bateu à porta de uma casa bem simplória. Ele foi recebido com certa desconfiança, mas convidado a sentar-se a mesa. Os pobres moradores da casa que não tinham muito a oferecer, dividiram o nhoque que tinham e o santo ficou com sete cubinhos de nhoque, após comer, agradeceu e se foi. Para surpresa, ao retirar a louça, o casal encontrou moedas de ouro sob os pratos. 
Para seguir a tradição, aderir a brincadeira, descontrair, inovar, confraternizar, socializar, segue o passo a passo para amanhã degustar um bom nhoque:
Fazer o nhoque com amor, mentalizando coisas boas, na mesa embaixo de cada prato colocar uma moeda ou nota de dinheiro. Quando o nhoque for servido comer de pé 7 cubinhos fazendo seus pedidos, sentar comer tudinho e depois guardar a moeda ou nota na carteira e colocá-la no bolso na noite da virada.
Sendo da Bahia, terra de axé e magia, sugiro na virada ter notas no bolso, na carteira, na bolsa, nem que só tenhamos R$ 10,00 e troquemos por várias de R$2,00. Os japoneses sugerem uma nota dentro do sapato para hora da virada, pois a fartura vem da terra, pelos pés. Enfim, com ou sem notas nos sapatos, nhoque da fortuna, pulo de sete ondas, que em 2012 haja pão na mesa e amor no coração de todos nós. E vale a tradição para o dia 29 de todos os meses, a interação, adições como pãozinho tipo o de Toinho no pote de arroz. Porque é antes e depois do 31 de dezembro que o ano acontece.

Para Meu Blog

“…deixa eu te dizer antes que o ônibus parta que você cresceu em mim de um jeito completamente insuspeitado, assim como se você fosse apenas uma semente e eu plantasse você esperando ver uma plantinha qualquer, pequena, rala, uma avenca, talvez samambaia, no máximo uma roseira...mas nunca, em nenhum momento essa coisa enorme que me obrigou a abrir todas as janelas, e depois as portas, e pouco a pouco derrubar todas as paredes e arrancar o telhado para que você crescesse livremente.”

Caio F.

27 de dezembro de 2011

Essencial

"Neste mundo de disfarces e máscaras
O mais puro torna-se confuso 
E fica difícil distinguir o real do trivial
O banal do essencial"
Que reconheçamos e valorizemos o essencial
Seja no Natal, na virada no ano, no novo ano
Todo dia

Eu passarinha

"A voz de um passarinho me recita"
Manoel de Barros

26 de dezembro de 2011

Salve Alê!

"Quem dera 
Pudesse todo homem compreender
Ó mãe, quem dera
Ser o verão no apogeu da primavera
E só por ela ser"
Gilberto Gil
Eu hoje tive a primavera no apogeu do verão
Espero por um cartão de um amigo secreto de cartões que participei
E inclusive choraminguei mais cedo no Blog organizador
A expectativa é por um envelope por debaixo da porta
O interfone toca e o porteiro diz:
"Sr.ª Cristina tem correspondência registrada para a senhora assinar!"
Desço contando que seja o cartão
Registrado, conforme instrução da organizadora
Eis, que lá estava um pacotinho, a remetente: Alessandra
Exclamei em pensamento: Não há nada de secreto nessa amizade!
Subi e ao abrir o pacote com todo cuidado
Para guardar a parte da remetente, da destinatária, o selo e etiqueta
Que irão para a minha agenda e caixinha de tesouros
dei de cara com uma linda caixa (amo caixas)
Dentro da caixa um varal com as roupinhas do Senhor Noel
Devidamente lavadas e estendidas
Serei guardiã até o ano que vem com todo carinho
Haviam ainda 3 chocolates
Papéis seda verde e vermelho alegrando o interior da caixa
E um envelope com um lindo cartão com o trecho
De uma linda canção-poema da minha conterrânea Maria Bethânia
"Num meio-dia de fim de primavera eu tive um sonho
Como uma fotografia: eu vi Jesus Cristo descer à Terra
Ele veio pela encosta de um monte, mas era outra vez menino
A correr e a rolar-se pela erva
A arrancar flores para deitar fora
e a rir de modo a ouvir-se de longe"
Além da poesia de Bethânia, palavras doces como poesia de Alessandra
E uma observação que me deixou surpresa
Eu não fui a minha amiga secreta dela
"A vida, esta vida que inapelavelmente
Pétala a pétala, vai desfolhando o tempo
Parece, nestes meus dias
Ter parado no bem-me-quer"
José Saramago

Amo


Amo minha família.
Amo passarinhos, gatos, borboletas, esquilos.
Amo leite em pó.
Amo adesivos, papéis coloridos.
De emenda amares meus e Rita Apoena
“Amo bolinhas de sabão.
Um sorriso tímido. 
A música por trás dos ruídos.
 Um coração encostado no outro.
 Um ou dois para sempres.
Um barquinho de papel. 
Uma pipa atravessando as nuvens. 
Uma sementeira de tulipas.
Um mingauzinho de aveia. 
Um par de meias listradas.
Dois ou três cata-ventos. 
Uma palavra inventada.”

25 de dezembro de 2011

"Vou te contar os olhos já não podem ver
Coisas que só o coração pode entender
O resto é mar
É tudo que não sei contar"
Tom Jobim
Foi muito legal minha noite de Natal
Com rima pra não perder o tom
Ainda + que Tom tá no post
Que os últimos dias do ano também sejam legais
E que o ano de 2012 seja muito legal
Para mim e para quem por aqui passar
Agora a ordem é descansar que amanhã é a boa e velha segundona
Bicocas (nome que dou a beijos de cachorro)

24 de dezembro de 2011

Eu Manoel de Barros

"A maior riqueza do homem
É a sua incompletude
Nesse ponto sou abastado
Palavras que me aceitam como sou
Eu não aceito
Não agüento ser apenas um sujeito
Que abre portas
Que puxa válvulas
Que olha o relógio
Que compra pão às 6 horas da tarde
Que vai lá fora..
Eu penso renovar o homem usando borboletas"

23 de dezembro de 2011

Confraternizar

No dicionário:
"Exercer confraternidade"
"Possuir sentimentos, opiniões ou crenças comuns" 
 Nessa época as empresas, amigos, famílias
Fazem confraternizações
Faz parte
É final de ano e início de um outro ano
Retrospectivas
Planos
Lista de amigos não é meu forte
Mas se eu tivesse uma
Com aqueles tipos que ligam sempre
Topam tudo
Que estão sempre juntos
Eu dispensaria os comes e bebes
Os points e badalações
Em prol de algo maior
Que tal se vestir de papais e Mamães Noéis e distribuir doces
Brinquedos, cartões, abraços?
Que tal juntar a grana que pagaria a cerveja ou o whisky
E comprar cestas básicas e levar numa creche, num asilo?
Que tais itens de higiene, para um centro comunitário ou religioso?
O efeito é tão anestésico quanto o do álcool
Só que o do álcool passa no dia seguinte
Os dessas ações se enraízam no coração
"Nós estamos todos procurando respostas
Na medicina, na vida, em tudo
Algumas vezes as respostas que procuramos
Se escondem debaixo da superfície
Outra vezes
Nós as encontramos
Quando não percebemos que perguntamos alguma coisa"
Grey’s Anatomy

Natal para mim

Natal para mim é pinheiro, são bolas, laços, pisca-piscas
É Papai-noel, boneco de neve, neve
Presépio, menino Jesus, estrela guia, são os Reis magos
Presentes, famílias, reflexões
Natal para mim é trocar o azul por vermelho e verde
Natal para mim são nozes, muitas nozes
As quebradas na porta são as minhas favoritas 
São avelãs, ameixas, uvas passa
É turrón e castanha portuguesa cozida
Natal para mim é meu pai fazendo bolo de fruta, roscas e milindros
Eram as roscas da Padaria Piedade
Eram os cartões que recebia de minha madrinha que mora na Espanha
A presença de minhas primas e depois do primo
É a eterna e doce saudade de meu avô
É amigo secreto, shopping lotado
Levar meu filho pequenino para ver as decorações
Foi sinônimo de muitas vendas quando eu era vendedora
É música de Simone, show de Roberto Carlos
Filmes de animação e contos americanos que amo
Agora achei mais um ítem natalino para minha lista
Uma linda canção do Roupa Nova - Natal todo dia
Clica aqui para ouvir
Descobri ela num blog pequeno e aconchegante
Então é isso
Então é Natal

21 de dezembro de 2011

Pelos afazeres natalinos 
essa postagem vai ficar aqui até o dia 25.
Quem der vontade de vir aqui muitas vezes, 
convido para um passeio pelo post´s antigos.
Tipo uma retrospectiva 2011 de Meu Blog e Eu.
Para noite de Natal desejo o de todo dia:
Amor
Harmonia
Alegria
Paz

20 de dezembro de 2011

Lenda natalina

Meu marido lindo sugeriu que eu procurasse uma narrativa sobre a história do panetone que ele ouviu no rádio, pois achou muito interessante e teve certeza que eu também gostaria e seria legal postar aqui no Blog.
Não gosto de panetone, mas me interesso e gosto de cultivar as tradições, o poético que há nas lendas, histórias e reflexões.
Clica aqui pra escutar a crônica, vale a pena :)

Dividindo leituras 5 de 8

"Feliz de ti
Que descobriu que o que torna belo um deserto 
É que ele esconde um poço n´algum lugar"
Que vejamos o que há para se ver e vejamos além do que vemos
Como diz a frase mais conhecida do Pequeno príncipe
"O essencial é invisível aos olhos"

Tem gente

Fonte da imagem
"Tem gente que tem cheiro de passarinho quando canta 
De sol quando acorda 
De flor quando ri
Ao lado delas, a gente se sente no balanço de uma rede que dança gostoso 
numa tarde grande, sem relógio e sem agenda
Ao lado delas, a gente se sente comendo pipoca na praça
O tempo é outro. 
E a vida fica com a cara que ela tem de verdade, mas que a gente desaprende a ver
Tem gente que tem cheiro de colo de Deus
De banho de mar quando a água é quente e o céu é azul 
Ao lado delas, a gente sabe que os anjos existem e que alguns são invisíveis
Ao lado delas, a gente se sente chegando em casa e trocando o salto pelo chinelo
Ao lado delas, pode ser abril, mas parece manhã de Natal
Do tempo em que a gente acordava e encontrava o presente do Papai Noel
Tem gente que tem cheiro das estrelas que Deus
Acendeu no céu e daquelas que conseguimos acender na Terra
Ao lado delas, a gente não acha que o amor é possível, a gente tem certeza
Ao lado delas, a gente se sente visitando um lugar feito de alegria
Recebendo um buquê de carinhos
Abraçando um filhote de urso panda
Tocando com os olhos os olhos da paz
Ao lado delas, saboreamos a delícia do toque suave
que sua presença sopra no nosso coração
Tem gente que tem cheiro de cafuné sem pressa
Do brinquedo que a gente não largava
Do acalanto que o silêncio canta
De passeio no jardim"
Ana Jácomo

19 de dezembro de 2011

Há pessoas tão pobres 
Que a única coisa que têm é dinheiro

Vôo

"Alheias e nossas as palavras voam
Bando de borboletas multicores, as palavras voam
Bando de gaivotas brancas as palavras voam
Voam as palavras como águias imensas
Como escuros morcegos como negros abutres, as palavras voam
Alto e baixo em círculos e retas acima de nós
Em redor de nós as palavras voam
E às vezes pousam. "
Cecília Meireles escreveu essas lindas palavras
E meu irmão uma vez, a muito tempo
Nem sei se ele lembra
Me mandou esse poetar
Ai hoje ele me mandou essa imagem
Tal para qual não acham?
Boas palavras para nossos lábios e ouvidos
Bons vôos
“Ser feliz hoje
É mais importante
Do que ser feliz pra sempre”
Greys Anatomy

18 de dezembro de 2011

"Uma das coisas mais belas da vida 
É a oportunidade que temos
Ao abrirmos uma janela
Seja ela exterior 
Para vermos o canto dos pássaros
Seja ela interior
Para reconhecermos o solo fértil
Que carregamos dentro da alma"
Adélia Prado

17 de dezembro de 2011

É preciso amor pra poder pulsar
É preciso paz pra poder sorrir
É preciso a chuva para florir
Penso que cumprir a vida seja simplesmente
Compreender a marcha e ir tocando em frente
Cada um de nós compõe a sua história
Cada ser em si carrega o dom de ser capaz e ser feliz
Trechos da canção Tocando em Frente de Almir Sater

16 de dezembro de 2011

Tom


"Quando as palavras não combinarem com o tom
Acredite no tom"

Acredito nas palavras de vocês
Como espero que acreditem nas minhas

"Nem sempre são palavras boas, mas sempre são verdadeiras"

Contudo, pela tela, pelo papel, não há o tom

Hoje falei com Norma e seu jeito simples de ser
O tom combina com as palavras

Já que tom é o assunto
Norminha me lembra música
Por aqui há uma legião de fãs de Caetano
Eu amo falar da Bahia 
E quase nada é tão baiano como Caetano (até rima)

Um tom pra cantar
Um tom pra falar
Um tom pra viver
Um tom para a cor
Um tom para o som
Um tom para o ser
Trecho da música "Um tom", de Caetano Veloso
"Acreditar é um ponto de partida poderoso"
Uma sexta feira de fé, paz  e amor para todos(as) nós!

15 de dezembro de 2011

O expresso polar

"Sabe o que dizem dos trens?
Não importa o destino
O que importa é decidir embarcar"

DA ANIMAÇÃO INFANTIL "O EXPRESSO POLAR"
AMO FILMES DE NATAL E ESSE É UM DOS MEUS PREFERIDOS

Eu ouço os guizos e você?

Dividindo leituras 4 de 8

"O pequeno príncipe atravessou o deserto e encontrou apenas uma flor.
- Bom dia - disse o príncipe.
- Bom dia - disse a flor.
- Onde estão os homens? - Perguntou ele educadamente.
- Os homens?
Eu creio que existem seis ou sete.
Vi-os faz muito tempo. Mas não se pode nunca saber onde se encontram.
O vento os leva. Eles não têm raízes. Eles não gostam das raízes.
-Adeus - disse o principezinho.
-Adeus - disse a flor.
O pequeno príncipe escalou uma grande montanha. 
As únicas montanhas que conhecera eram os três vulcões que batiam no joelho. 
O vulcão extinto servia-lhe de tamborete. 
"De uma montanha tão alta como esta", pensava ele,
"verei todo o planeta e todos os homens..."
 Mas só viu pedras pontudas, como agulhas.
- Bom dia! - disse ele ao léu.
- Bom dia... bom dia... bom dia... - respondeu o eco.
- Quem és tu? - perguntou o principezinho.
- Quem és tu... quem és tu... quem és tu... - respondeu o eco.
- Sejam meus amigos, eu estou só... - disse ele.
- Estou só... estou só... estou só... - respondeu o eco.
Que planeta engraçado!, pensou então...
E os homens não têm imaginação. Repetem o que a gente diz.
Mas aconteceu que o pequeno príncipe, tendo andado muito tempo pelas areias,
 pelas rochas e pela neve, descobriu, enfim, uma estrada. 
E as estradas vão todas em direção aos homens."

Simplesmente

“Simplesmente eu posso esperar
Simplesmente posso esquecer
Da guerra ou da paz
Uma eternidade, uma tarde inteira
Calmamente posso contar as nuvens no céu
Rostos na vidraça, flores nessa praça”

Trecho da música Simplesmente de Pedro Mariano
Mais uma contribuição de meu amigo Geni

14 de dezembro de 2011

Metamorfose

"Não haverá borboletas se a vida 
não passar por longas e silenciosas metamorfoses"
Rubem Alves
"Eu prefiro ser essa metamorfose ambulante
Do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo"
Raul Seixas

13 de dezembro de 2011

Crianças gostam de fazer perguntas sobre tudo
Mas nem todas as respostas cabem num adulto
Arnaldo Antunes

12 de dezembro de 2011

Eu Bilac

Ora (direis) ouvir estrelas
Certo, perdeste o senso
E eu vos direi, no entanto que, para ouvi-las, muitas vezes desperto
E abro as janelas, pálido de espanto
E conversamos toda a noite, enquanto a via láctea, como um pálio aberto, cintila
E, ao vir do sol, saudoso e em pranto, inda as procuro pelo céu deserto
Direis agora: Tresloucado amigo!
Que conversas com elas?
Que sentido tem o que dizem quando estão contigo?
E eu vos direi:
Amai para entendê-las, pois
Só quem ama
pode ter ouvido
capaz de ouvir
e de entender estrelas
Olavo Bilac

GOSTO MUITO DESSE POEMA, RECEBI ELE AGORA, FINALZINHO DO DIA, DE MEU QUERIDO AMIGO E SEGUIDOR QUE NUNCA COMENTOU AQUI (olha a mágoa...rsrs): GENILSON MARCOS


"Você é quem decide o que vai ser eterno no seu coração
Deus nos dá o dom de eternizar em nós o que vale a pena
E esquecer definitivamente aquilo que não vale"
Pe Fabio de Melo

Rosa


"Eu queria ser uma rosa branca
Mais do que me adianta ser uma rosa branca
Que ao ser branca deixa de ser rosa
Portanto permaneço em mim
Transbordante, habitante do planeta amor
Firme na ideia caule só pra ver aonde broto flor"

11 de dezembro de 2011


Que equívocos não sejam alimentados
Que distâncias não cresçam
Que a confiança prevaleça
Que o afeto não se torne encabulado
Bendita seja a claridade das palavras quando ditas com o coração
Ele sabe como acender a luz
(Ana Jácomo)

10 de dezembro de 2011

Imunidade

Eu, menos evoluída que Zélia
Sigo tentando
"Católico, evangélico, budista, macumbeiro
Espírita ou ateu
Todo mundo busca a paz interna
Estamos aqui pra ser lanterna
Foi assim que ele escreveu"
O teatro mágico
"Porque eu fazia do amor um cálculo matemático errado
Pensava que, somando as compreensões eu amava
Não sabia que, somando as incompreensões 
é que se ama verdadeiramente.”
Clarice Lispector

9 de dezembro de 2011

Eu Abreu

 "Gosto de olhar as pedras
E os desenhos do vento na superfície da água
Gosto de sentir as modificações da luz 
Quando o sol está desaparecendo do outro lado do rio
Gosto de sentir o dia se transformando em noite e em dia outra vez
Gosto de olhar as crianças brincando no corredor de entrada 
E das palmeiras que existem no meio da minha rua
Gosto de pensar que vou sempre ter olhos para gostar dessas coisas." 
Caio Fernando Abreu

8 de dezembro de 2011

Salve Nossa Senhora da Conceição


“Eu levo a Bahia a cada canto que eu vou”
Salve a Bahia!
Salve Salvador!
Salve Nossa Senhora!


A cidade de Salvador foi, antigamente, chamada de Bahia, inclusive por moradores do próprio estado e também já recebeu alguns codinomes como o de "Capital da Alegria", devido aos muitos festejos populares e “Roma Negra", por ser considerada a metrópole com maior percentual de negros fora da África.

Em Salvador de 29 de novembro a 8 de dezembro comemora-se o dia da Nossa Senhora da Conceição com festa  em frente à Igreja da Conceição da Praia, localizada nas imediações do Elevador Lacerda.

Por aqui, os Orixás,  entidades cultuadas no candomblé e umbanda correspondem a um ou mais santos católicos. Iemanjá, a orixá dos mares e oceanos, vaidade, beleza e Oxum (colaboração de Sheilinha), orixá que reina sobre as águas doces, o amor, intimidade, beleza, diplomacia, representam Nossa Senhora da Conceição, que foi declarada oficialmente Padroeira da Bahia.

Recorde de post´s

O dia que mais postei acho que foram 3
Estava tagarela e inspirada nesse dia.
Hj já foram 3 e com esse 4
E tô aqui economizando para só mais um, o 5º
Esse é com a frase que tem na capa do caderno que fiz de agenda esse ano
"A teia da vida conecta todos os seres
O que acontece com um se reflete nos outros"
O caderninho é da Jandaia, coleção Ecolinea
Linda essa coleção
O meu tem uma árvore, cheia de pássaros azuis
Dessa frase vou linkar Frida e meu evento do dia
"Para que preciso de pés se tenho asas para voar"
Hoje foi a comemoração do aniversário de minha irmã Katia
E é o dia do aniversário da cunhada dela Bia
Parabéns de novo Bia
A comemoração foi em um aconchegante e suculento
Boteco aqui de Salvador


A festa foi uma teia de conexões
Doces e alegres seres, sambas e sabores

Um sambinha pra fechar com gosto de Bahia
Um sorriso negro, um abraço negro, traz, felicidade...
Negro é a raiz da liberdade
Negro é uma cor de respeito
Negro é inspiração...
Negro é a voz da verdade
Negro é destino é amor

Histórias de Natal

A partir de post´s de um Blog amigo, sobre os símbolos do Natal,
pesquisas, saberes e gostares segue coletânea natalina.

O presépio ajuda-nos a refletir sobre o nascimento do menino Deus e nele está todo o sentido do Natal.  Foi São Francisco de Assis quem idealizou a representação do nascimento de Jesus com figuras, após 1223, quando festejou a véspera de Natal na floresta de Greccio, na companhia da população de Assis. 

A tradição do presépio, na forma como é representado nos dias de hoje, teve início no século XVI. As primeiras imagens apareceram no interior de igrejas, em mosaicos. No século XVIII a cena do nascimento de Jesus já fazia parte das tradições natalinas em Nápoles e na Península Ibérica.

Conta a lenda, que três moças não podiam casar, porque na época era indispensável um dote, e elas não dispunham de um, para tal. São Nicolau, (santo que inspirou o personagem de Papai Noel), comovido com a situação, resolve jogar três sacos de moedas pela chaminé da casa das moças. Os sacos caíram dentro das meias que estavam secando na lareira.

O Natal é a festa da luz e elas simbolizam a fé, o amor e a vida. Por isso muitos pisca-piscas, lâmpadas, velas e brilho por toda parte.

A árvore natalina reúne dois símbolos religiosos: a luz e a vida. A árvore é símbolo da vida, quando iluminada, a árvore lembra que Cristo é a luz do mundo.

As bolas coloridas significam o fruto da “arvore da vida”, que é Jesus e representam os dons que o nascimento Dele nos trouxe.

Trocar presentes no Natal relembra o presente máximo que recebemos de Deus, seu Filho, que nos foi dado como irmão. E dar presentes feitos por nós, embrulhados com carinho, com bilhetinhos, são maneiras de demonstrar nosso amor.

Os cartões de Natal têm a sua origem na necessidade que o ser humano tem de comunicar-se e compartilhar sua vida com as pessoas que ama. Independentemente da sofisticação ou simplicidade, os cartões são símbolos do que diz o evangelho: Cristo é o Verbo, a Palavra criadora, unificadora e salvadora de Deus.

A Ceia, a refeição do Natal é o símbolo do banquete eterno. É o momento em que a família se reúne para compartilhar afeto, respeito, tradições, desejos e perpetuar suas histórias.

Essas foram as histórias de Natal que reuni com carinho e o desejo de que valorizemos cada símbolo, cada reflexão, cada momento desse final de ano, de forma a nos fortalecermos para iniciar um novo ano com o coração cheio de valores, amor, fé e positividade.

Sobre aprender



"De repente aprendemos várias coisas. Mas não foi de repente, foi aos poucos. 
Lembramos de frases ditas, atitudes tomadas 
e as tratamos como se fossem de um outro alguém. 
Não existe ‘fase de mudança’, estamos em constante mutação. 
Todos aprendem, cada um ao seu tempo. 
O problema é que alguns demoram tanto que não saem da primeira aula."
"Cada um sabe a dor e a delícia 
de ser o que se é"
Caetano Veloso

7 de dezembro de 2011

6 de dezembro de 2011

Então é Natal

O Natal já chegou aqui em casa.

Eu disse que começaria a enfeitar a casa dia 6 e o combinado não sai caro, mas por conta de diversas atividades pessoais e profissionais, nada decorado ou finalizado, apenas montado.
Para completar os primeiros toques natalinos, uma oração e essa linda imagem emprestada da casa de um Blog querido que hoje está completando um ano.

São Gabriel com Maria
São Rafael com Tobias
São Miguel, com toda a hierarquia
Abri para mim esta via
Amém!
"Não tropeçamos nas grandes montanhas, 
mas nas pequenas pedras"
Augusto Cury


5 de dezembro de 2011

Via circular


"É um vento que passa e que leva
Raia o brilho de cor amarela
Planta o pé no chão
O amor dando volta na terra
Arco íris de luz aquarela
Banda coração
Vamos ver o pôr do sol
Me dê a mão
Uma estrela só
Não é constelação
Sem destino vamos juntos
Passear feito nuvens no céu
Derramar a tinta colorir papel"

Pé no chão, música no coração
Pôr do sol
Mão dada
Constelações
Tintas, cores e papéis em branco
para desenharmos, colorirmos e escrevermos uma boa semana

3 de dezembro de 2011

Dividindo leituras 3 de 8



"As pessoas grandes adoram os números.
Quando a gente lhes fala de um novo amigo, elas jamais se informam do essencial.
Não perguntam nunca:
- Qual é o som da sua voz?
- Quais os brinquedos que prefere?
- Será que coleciona borboletas?"
Mas perguntam: "Qual é sua idade? Quantos irmãos ele tem? Quanto pesa? Quanto ganha seu pai?"
Somente então é que elas julgam conhecê-lo.
Se dizemos às pessoas grandes:
- "Vi uma bela casa de tijolos cor-de-rosa, gerânios na janela, pombas no telhado..."
Elas não conseguem, de modo nenhum, fazer uma ideia da casa.
É preciso dizer-lhes: "Vi uma casa de seiscentos contos".
Então elas exclamam: "Que beleza!"

Link Dividindo Leituras 2 de 8

2 de dezembro de 2011


 "Grande é a poesia, a bondade e as danças. 
Mas o melhor do mundo são as crianças"
Fernando Pessoa

Essa imagem eu peguei em um post de algum blog vizinho
Assim que bati o olho nessa fofura, pensei: minha filha imaginária
Esse colar e tiara azuis, esse olhinho, essa cara de sapeca

Enfim, hoje foi o último dia de aula dos meus filhos emprestados (alunos)
Só três mêses com eles e me apeguei
Vou sentir falta de cada um

A todos uma sexta com leveza e felicidade de criança

Para minha Irmã Kátia

"Todo mundo é um pedacinho do outro
E todo outro é um pedacinho do mundo."
T. Mágico


Sou um pedacinho de minha irmã Kátia
Dos meus brinquedos que ela jogava pela janela
Das roupas dela que sempre gostei de herdar
De sermos confundidas na Escola
Tão parecidas e tão diferentes

“Tenho uma vontade besta de voltar, às vezes.
 Mas é uma vontade semelhante a de não ter crescido.”

Minha irmã Kátia que faz aniversário hoje
É um pedacinho do mundo da dança flamenca
Do mundo de Hanami e Farruco
Do mundo de Adriano
Do mundo de meu filho

Felicidade em sua vida irmã
Em seus dias
Seus sonhos
Seu mundo
Seus pedacinhos deixados por ai
E os pedacinhos que vc leva

"As pessoas não se precisam
Elas se completam, não por serem metades
Mas por serem inteiras
Dispostas a dividir objetivos comuns, alegrias e vida.” 

1 de dezembro de 2011

Provisório a serviço do eterno

"A vida humana é uma combinação mais ou menos instável, às vezes tênue, de alguns elementos que são permanentes ou espirituais e outros elementos que são provisórios ou materiais. 
O aprendizado consiste em transferir o foco de consciência daquilo que é secundário para o que é essencial e colocar tudo o que é provisório a serviço do que é eterno."

Vamos?

"Vamos deixar para sofrer pelo que é realmente trágico
E não por aquilo que é apenas um incômodo 
Senão fica impraticável atravessar os dias"
Martha Medeiros