16 de janeiro de 2012

Deixe

Empréstimo do Blog Sigo palavras e busco estrelas

14 comentários:

  1. é isso ae!!!!

    Regrinha básica da minha vida!

    bjos

    ResponderExcluir
  2. Que lindo!

    http://varinhamagicaealgodaodoce.blogspot.com/
    http://naoeme.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Que lindo!

    http://naoeme.blogspot.com/
    http://varinhamagicaealgodaodoce.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. kkkkkkkkkkkkkkkk
    Morri de rir com teu comentário agora!!

    =D

    "SótumermoTina"!

    Bjus
    @OMundoDeCaliope

    ResponderExcluir
  5. ééééé quero essa felicidade constante aki!
    deixe q ela fique!

    boa semana amoreka!
    bjao

    ResponderExcluir
  6. LIndo isso!beijos,ótima semana, beijos praianos,chica

    ResponderExcluir
  7. Olá Tina!!

    Liberta-se...doce sensação!!

    Vou por lá conhecer esse blog, parece ser muito fofo!!
    Tenha uma Abençoada Semana!!!

    ResponderExcluir
  8. Certíssimo!
    Temos que atrair o que nos faz bem, e afastar o que faz mal.
    felicidade, é a gente que faz!
    bjo...

    ResponderExcluir
  9. Tina, com certeza: SEMPRE!!!.
    Bjos.
    Manoel.

    ResponderExcluir
  10. Respostas
    1. “A arte de viver é simplesmente a arte de conviver.
      Simplesmente, disse eu?
      Mas como é difícil!”
      Mario Quintana

      Conseguimos conviver com o que há, que houve e que ainda virá.
      Conseguimos conviver com as igualdades e diferenças.
      Conseguimos conviver com nossas doçuras e amarguras.

      "Do cansaço recorrente e das poucas coisas de que tenho certeza, admito, assino e repito como um mantra: velha demais pra ilusões, nova demais pra desistir. O pensamento é turbulento, o coração é calejado, mas o fim da linha é um sonho alcançado e a ousadia é a força motriz, e eu sei que não teria paz um minuto sequer na vida se desistisse de acreditar e seguir assim."
      Yohana Sanfer

      Excluir
  11. A felicidade é a janela da alma. Um belo dia. Bjs

    ResponderExcluir
  12. Hola amiga Tina.

    Algumas vezes estamos tão comportados em uma falsa "Zona de conforto", que consideramos a felicidade, "artigo de luxo" ou pequenos momentos fragmentados, entretanto, quando nos reconhecemos ser autônomo, percebemos que temos o direito inalienável de ser feliz.

    Este reconhecer tem hora e momento oportuno, quando nossas medidas do suportável transborda, aí, escancaramos nosso mundo em "boas-vindas".

    Bjs.

    ResponderExcluir
  13. Liberdade na cabeça!
    Ser feliz, infinitamente felizzz
    Boa semanaa, beijosmil ;*

    http://o-que-ninguem-ve.blogspot.com/

    ResponderExcluir