9 de janeiro de 2012

Fiar

Vi no final de semana uma homenagem aos 50 anos de casamento do casal global Nicette Bruno e Paulo Goulart e entre as histórias  que ouvi e o que vi, refleti sobre os efeitos benéficos de amar, de ter relações duradouras, de construir uma família unida, de ter hábitos conservadores, agregadores, de dançar agarradinho, de  saber e cultivar afazeres prosaicos como cozinhar, escrever, ler, ouvir boas músicas, bordar, como tudo isso traz tranquilidade, como fia e firma bons sentimentos.

Bordar, por exemplo, ou fazer crochê é um exercício de paciência e todas as mulheres que já o fizeram sabem que em um momento de distração pode-se perder o fio. Podemos fazer um paralelo com os fiares da vida, dos dias, das relações, emoções. Com o auxílio das associações fazemos grandes descobertas. Que fiemos bons sentimentos essa semana e todos os dias.

18 comentários:

  1. Realmente, certos valores hoje em dia estão sendo desvalorizados, por isso que tantos casamentos não estão mais dando certo.
    Infelizmente...

    Bjs e boa semana!

    ResponderExcluir
  2. “É o fio que tece a alma!”
    Que eu seja uma eximia tecelã da minha própria alma! ... E que não de ponto sem no!

    Se eu conFIO
    Tu Confias!
    E que fiemos bons sentimentos!!

    ResponderExcluir
  3. Tina, adorei seu blog. Vou passear bastante por aqui. Bjs

    ResponderExcluir
  4. Olá,Tina!!

    Que bela refleão querida!!!Existem coisas na vida que não tem preço e o amor é uma delas, quando encontramos precisamos saber que temos que cuidar muito bem dele.Como uma planta mal cuidada, morre, com o amor não é diferente!A maioria dos casais que estão juntos a muitos anos dizem o mesmo, cuidam do amor que sentem um pelo outro, cultivam o respeito mútuo, entre outras coisas...
    **Só dispenso o bordado e o croché...rsrsr Não levo jeito! Prefiro os livros...
    beijos!

    ResponderExcluir
  5. Amém, querida Tina.
    Uma semana com muito amor.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Tb acho lindoooo d+ quando vejo um casal assim...como eles...

    Bjssss

    ResponderExcluir
  7. Oi Tina,
    Gostei do que vc disse que " Podemos fazer um paralelo com os fiares da vida, dos dias, das relações, emoções. Com o auxílio das associações fazemos grandes descobertas".
    É isso aí, vamos fiar bons pensamentos.
    Bj e uma excelente semana,
    Lylia

    ResponderExcluir
  8. Eu tbm assisti..
    Acheii lindo demais..

    A Xuxa arrasou cm essa homenagem!!!

    beijoquinhas :*

    E uma ótima Semana ")

    ResponderExcluir
  9. Oi Tina,
    Me lembrou mitologia grega: as moiras e a roda da fortuna :-)
    Pelo que tenho lido por aqui, você é boa artesã :-)
    Semana boa

    ResponderExcluir
  10. Tina, adorei essa sua postagem. Você fez uma associação perfeita com o fiar. É isso mesmo. Um maravilhoso exemplo de amor e sem perder o fio.
    Bjos.
    Manoel.

    ResponderExcluir
  11. Adorei a tua reflexão. Sabedoria pura guria.
    ;)

    ResponderExcluir
  12. Fios de ternura, de compreensão, afeto, amor... tantas mesclagens. Vamos fiar! Adorei. Beijo

    ResponderExcluir
  13. é por isto que nas minhas promessas de ano novo já coloquei bordar e crochetar. Junto com um casamento de 34 anos e estou no caminho certo.

    ResponderExcluir
  14. Lindo Tina que sensibilidade , bjos e vamos nos seguindo !!!!!

    ResponderExcluir