6 de fevereiro de 2012

Memórias

Encontre o seu interior dos 7 anos de idade

"Do despontar da existência
Respira a alma inocência
Como perfumes a flor
 O mar é lago sereno
O céu um manto azulado
O mundo um sonho dourado
A vida um hino d’amor
Que aurora, que sol, que vida
Que noites de melodia
Naquela doce alegria
Naquele ingênuo folgar
O céu bordado d’estrelas
A terra de aromas cheia
As ondas beijando a areia
E a lua beijando o mar
Oh dias da minha infância
Oh meu céu de primavera
Que doce a vida não era
Nessa risonha manhã
Em vez das mágoas de agora
Eu tinha nessas delícias
De minha mãe as carícias
E beijos de minhã irmã
Livre filho das montanhas
Eu ia bem satisfeito
Da camisa aberta o peito
Pés descalços, braços nus
Correndo pelas campinas
A roda das cachoeiras
Atrás das asas ligeiras
Das borboletas azuis
Naqueles tempos ditosos
Ia colher as pitangas
Trepava a tirar as mangas
Brincava à beira do mar
Rezava às Ave-Marias
Achava o céu sempre lindo
Adormecia sorrindo
E despertava a cantar
Oh que saudades que tenho
Da aurora da minha vida
Da minha infância querida
Que os anos não trazem mais"
Casimiro de Abreu

17 comentários:

  1. QUe delícia de cantinho! Passando nos blogs amigos, encontrei o seu, adorei e fiquei...
    já estou super seguindo para vim aqui me encher de coisas boas.
    Desejo uma linda Semana, cheio de muita felicidade e AMOR.
    Convido para participar do 1º sorteio que está havendo no meu cantinho, foi feito com muito afeto: http://pequena-prendiz.blogspot.com/2012/02/sorteio-e-afeto.html
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  2. Que lindo... Bela escolha, Tina!

    bj

    http://varinhamagicaealgodaodoce.blogspot.com/
    http://naoeme.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Olá lindoca do meu coração! Amei o post, você sempre arrasa!
    Vim dá uma passadinha rápida pra dizer que só restam poucos dias para participar do sorteio do Ladies Di! Participem que o prêmio vale a pena! ? http://www.theladiesdiamond.com/2012/01/sorteio-1-sorteio-do-ladies-diamond-em.html
    Beijos de diamante,
    Tuka Sampaio
    Blog / Fanpage no Facebook / Twitter / Youtube

    ResponderExcluir
  4. lindo textooo
    passando pra te desejar uma otima semana!!

    bjao
    ^^

    ResponderExcluir
  5. é verdade, e os anos não voltam mais ;) Saudade da minha infância ;)

    Beijinhos Tina, uma linda e florida semana para vc ;)

    nandapezzi.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Cassimiro de Abreu...
    Lembro muito de minha fase escolar, onde lia muito seus escritos. Esse é um dos meus preferidos.
    Bjão
    Débora

    ResponderExcluir
  7. OI, Tina,

    Bom meio dia ;-) hehehe

    Sempre com mensagens que parecem encaixar perfeitamente com o dia e momento.

    Ótima semana!

    Beijos charmosos.

    ResponderExcluir
  8. Nossa, como sinto saudade da minha infância! fui criada na Zona Norte do Rio de Janeiro, quando as crianças podiam brincar na rua tranquilamente. Era muito bom! E como toda menina que "se preza", adorava soltar pipa, andar de bicicleta e descer a rua de tábua.

    Lindo post! Meu carinho1
    http://pequenocaminho.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Texto Lindo!!
    Tenho saudade da minha infância. Fui moleca levada da breca!
    Ai como era bom subir nas grimpas do abacateiro, soltar pipa com meu irmão,
    jogar bolinhas de gude, finca e pião.
    Amarelinha, cantiga de roda. Tudo isso era diversão.
    Ver sitio do pica-pau amarelo na televisão!
    Ai como era bom ser criança... Era só satisfação!

    Beijos no coração!!

    ResponderExcluir
  10. Muito lindo,Tina! beijos, ótima semana,chica

    ResponderExcluir
  11. Tina, querida, linda poesia, nostálgica!, que nos traz!

    Adorei! Abração,

    Rodrigo Davel

    ResponderExcluir
  12. Que masravilha começar a semana com palavras tão lindas!!!
    Descobri que o problema de não conseguir postar comenbtários é do meu notebook e não do blog... Sempre passo por aqui, mesmo qd não consigo deixar recadinhos não deixo de ler as coisas lindas que você posta.
    Bjoks

    ResponderExcluir
  13. A vontade, se não quer, não cede, / é como a chama ardente, / que se eleva com mais força quanto mais se tenta abafá-la.
    Dante Alighieri

    ResponderExcluir
  14. Bem precisava ler um texto desses! Esse seu espaço, essas escolhas suas sempre fazem a vida tão cheia de percauços parecer um tantão mais leve!Que bom que a sua alegria me contagia, que bom que você é tão importante pra mim!Beijos prima querida que eu amo tanto!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Q bom, gostoso, amável e gratificante seu comentário e carinho.
      Também amo vc, ainda que ficássemos horas na mesa só esperando vc acabar de comer, ainda que não sejamos mais tão próximas como na nosso infância querida, com planeta Halley no muro, mecha de cabelo de graxa (hibisco), bonecas de papel, Marieta e Bruma.
      Qt aos percalços da vida, faço minhas as palavras de Cora Coralina:
      “Desistir! Eu já pensei seriamente nisso.
      Mas nunca me levei realmente a sério.
      É que tem mais chão nos meus olhos do que cansaço nas minhas pernas.
      Mais esperança nos meus passos do que tristeza nos meus ombros.
      Mais estrada no meu coração do que medo na minha cabeça”.

      Excluir
  15. Ler Casimiro de Abreu novamente, isso é um presente.
    Procuro mesmo manter minha criança interior viva, e uma das maneiras q encontrei para exercitar essa minha vontade é mantendo essa vida virtual.

    ResponderExcluir
  16. Tina
    Amei. Adoro essa poesia que de tão linda já quase decorei. Obrigada por postar. Lembrei-me do comentário que fiz no "Vivendo, revivendo, refletindo, desenhando" do amigo Evaldo.
    na página (Fotos de uma borboleta-Entrevistando a mim mesmo)
    e (conto de infância- o vento e o milho-reflexões), aliás ele sempre fala das reminiscências. Vale a pena ver o blog.
    Beijusss

    ResponderExcluir