3 de abril de 2012

Infinito particular


Abreviando palavras, frases, conversas, assuntos
Abreviamos os sentimentos, a convivência
Vive-se resumidamente, como flashes

Perdemos a ideia indistinta do que outrora se chamava interagir, socializar
Perdemos a tão valiosa e desejada privacidade
Todos veem, sabe, comentam, espiam a vida de todos
E nessa exposição, nesse contato aberto, on-line
Tão próximo e tão distante
Ninguém convive com ninguém

Conviver, verbo intransitivo na gramática, transitivo na prática

Viva o açúcar emprestado da vizinha da porta ao lado!
O Bom dia! Boa tarde! Boa noite! Feliz páscoa!
Viva o aceno, o aperto de mão, o abraço!
Viva a moça da padaria, o moço da feira, o porteiro!
Viva quem conhece nosso olhar, nosso tom de voz!
Viva a conversa sem pressa, as histórias cheias de detalhes!
Viva os casos repetidos que adoramos ouvir seja lá quantas vezes forem!
Viva o contato físico, humano, infinito e particular!

17 comentários:

  1. É mesmo!!! Antes parecíamos muito mais GENTE, hoje, máquinas... beijos,linda semana,chica

    ResponderExcluir
  2. É verdade passarinha...sinto exatamente isso que estamos nos afastando cada vez mais e pior: nos julgando próximos!
    Nas redes sociais as pessoas mostram apenas o suas máscaras...as melhores fotos, tentam mostrar que tem uma vida interessante, que são bem sucedidas e felizes...mas no fundo...depois de tanta energia desperdiçada, percebem que e perderam.
    Que possamos lidar com isso tudo com maturidade! Quem quer aparecer não somos nós, mas nosso EGO carente e imaturo!
    Por que nós, o nosso EU verdadeiro é muito simples e gosta é de contato, de proximidade de calor e vida...e dá "uma banana" para os outros Egos!

    bjs passarinha!!!

    ResponderExcluir
  3. Isso Tina!
    Estamos ficando precários em nossas relações. Vivendo resumidamente meeesmo.
    A internet dá a falsa impressão de que somos populares, que nos curtem rs ilusão...
    A Sheyla também mandou bem, enfatizando a imaturidade do ego!
    Todo mundo fazendo o movimento de rotação rs

    bjs

    ResponderExcluir
  4. Tina hoje sinto as pessoas tão trancadas, tão menos afetuosas! Parecem que tem medo de compartilhar um abraço, um sorriso - que muitas vezes, lava a alma -, sinto falta de um bom dia, boa noite... as pessoas estão mais reservadas.
    Eu me sinto muitas vezes uma louca no mundo dos sábios, pois sou muito expansiva, adoro dá abrações, beijões, sorrisões, contar história, nos detalhes, dizer: eu te adoro ou eu te amo!
    Eu sou mais coração que razão, as vezes não acho tão bom, mas sou assim, gosto de agir com o coração!
    Espero que as pessoas aos poucos sejam mais autênticos, mais humanos e menos pedra!

    Uma linda terça-feira!
    Lorena Viana

    ResponderExcluir
  5. Bom dia Tininha!

    Que lindo isso!
    Hoje queria ter vc, ana, Valéria e outras amigas
    blogeiras aqui juntinho de mim para recebelas na
    minha cozinha junto com os meus... hoje não teria
    pudim mas com certeza um bolo de chocolate e com
    duas velas uma de 4 e outra de 1, dai poderia abraça-las
    e conversar sem pressa...
    Viva o contato físico, humano, infinito e particular!
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  6. Respostas
    1. Ah!!! Recebelas tava com cara de receber as belas :)

      Mais tarde, com tempo e inspiração a sua altura, vou te visitar com presente, carro de som, faixa, chuva de prata, flores, chocolates e td mais \o/

      Excluir
  7. tina, que linda entrada. que viva todo lo que pueda hacernos felices. una linda semana para ti.
    bss. Lula :O)

    ResponderExcluir
  8. Nem sei o que dizer diante disto tudo.
    Só sei que penso igual. Que sinto igual. E que desejo igual.

    ResponderExcluir
  9. É disso que agente precisa e que anda fazendo bastante falta, o contato físico, o bom dia, a gentileza.
    Um abraço Tina!

    ResponderExcluir
  10. Que texto lindo, viver gente! Realmente Tina estamos tão distantes,nos protegendo,isolando,que triste,graças a Deus que pelo menos há queridas com vc para dar uma sacudida, um acorda!E vamos aos bom dias e as visitas tanto tempo adiadas...Bjo no coração e saiba que seu post alegrou meu dia.

    ResponderExcluir
  11. Nossa Tina, que texto heim!!!! Como tudo isso ficou esquecido, como hoje as pessoas vivem apenas on-line, faz tempo que não vejo meus vizinhos... amei de mais esta mensagem!!! "...Viva o contato físico, humano infinito e particular."

    Tina, nunca irei esquecer o seu aniversário, infelizmente foi o dia em que minha mãe faleceu, mas agora terei um motivo para ficar feliz...

    Beijos e uma ótima terça-feira ;)

    nandapezzi.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nanda
      Vim olhar os últimos comentários para já ir pensando nas respostas e visitas de mais tarde, ai parei, ainda que meio atrasada pra responder ao seu. Fico feliz de pingar um gotinha de felicidade nesse dia tão triste.
      Rubem Alves diz que: "a alma é uma borboleta, há um instante em que uma voz nos diz que chegou o momento de uma grande metamorfose", a minha no dia 19 foi sair do casulo, a de sua mãe foi voar para além das estrelas.
      Bjo e carinho!

      Excluir
  12. Quando entro no blog pra postar, vou direto em nova postagem. Depois que concluo, vou visitar os amigos. E vc foi a primeira, e lendo sua postagem tbm senti a sintonia...isso é tão, mas tão bom, que nem sei bem o que dizer.
    ;)

    ResponderExcluir
  13. Ola Tina,
    Agradeço a compreenção, pois baixinha ainda esta internada em observação, ela é especial, portanto não sabe explicar direito o que esta sentindo, e só quer ficar deitada.
    Fique tranquila que assim que puder te envio, pois não quero mandar de qualquer jeito, quero fazer tudo direitinho ok.
    Grande abraço

    ResponderExcluir
  14. Oi Tina, passando para te desejar uma páscoa maravilhosa, tenha uma linda semana, bjus...

    ResponderExcluir
  15. Tão lindo quanto a serenidade do teu escrever!

    ResponderExcluir