24 de julho de 2012

Assisti esses dias umas 3 vezes, o filme: A invenção de Hugo Cabret. Pela quantidade de vezes que vi nem preciso dizer que recomendo. Das muitas coisas que vi, ouvi e gostei, estava aqui ensaiando escrever sobre a reflexão do lindo garotinho de que: Tudo tem um propósito.
"Os relógios dizem as horas. Os trens nos levam a algum lugar." Se o relógio quebra, o trem enguiça, eles perdem seus propósitos, assim como nós, cada um de nós tem um propósito e se não o descobrimos ainda ou se o perdemos, estamos quebrados.
Cada um de nós tem uma missão, ou várias, que estão nos nossos talentos pessoais, profissionais, individuais e coletivos.
Buscar, descobrir, encontrar e muitas vezes recuperar nosso propósito e por em funcionamento, exercer o nosso propósito, se realizar e assim desencadear um efeito em cadeia, pois os bons propósitos alheios são transformadores. 
Imaginemos o mundo como uma grande máquina e observemos que máquinas não vem com peças sobressalentes. Você não compra um computador e ele vem com peças a mais, nem um relógio vem com ponteiros extras. Cada peça tem sua função, ou várias funções, eu tenho as minhas, você tem as suas.
Se realize, busque e cumpra seus propósitos, se concerte caso esteja quebrado, para você e toda a engrenagem a sua volta girarem leve e macio.

14 comentários:

  1. Quero assistir a esse filme...ainda mais agora depois do seu comentário...
    Beijão cotovia cinéfila :)

    ResponderExcluir
  2. Bom dia Flor do campo!

    Assistirei e voltarei para fazer um comentário da minha opinião critica vídeocinematográfica... vixi! Rrsrss
    Beijos querida!

    ResponderExcluir
  3. Propósito, sina ou predestinação? São estes os questionamentos que faço sempre.

    ResponderExcluir
  4. Oi Tina! sou nova por aqui e já estou te seguindo para não perder nenhuma novidade tá?!
    Muito lindo esse texto! Eu ainda não vi esse filme mas seu texto só me deixou com mais vontade de assistir!
    Eu tbm acho que tudo o que nós precisamos estão ao nosso redor, basta abrir os olhos e a mente para enxergar né...

    Bjks

    Espero sua visita!

    www.maniadeinventar.com

    ResponderExcluir
  5. Tina,muito interessante esse filme vou assistir!
    De uma passada no blog de Pedro!
    http://mpequenoprincipe.blogspot.com.br/2012/07/um-encanto-de-presente.html#links
    Com carinho
    Pedro e Amara

    ResponderExcluir
  6. Também vou procurar para assistir. Tenho dificuldades nesta área. penso que não sei qual o meu propósito. Isso é bem ruim.
    :\

    ResponderExcluir
  7. Tina e seus lindos posts ;)
    Fiquei desejando assistir este filme...
    Tirei esta semana para refletir Tina, e seus posts estão me ajudando e incentivando muito ;)
    Acho que preciso redescobrir meus talentos ;)

    Beijos no seu coração e uma linda tarde para vc!

    nandapezzi.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Gostei muito!
    Já tive algumas dúvidas sobre esse assunto mas agora estou serena, conformada, convicta de que não precisamos de grandes performances para alcançarmos a nossa missão.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Menina, o fofo insistiu em ver esse filme. Eu resisti um pouco, porque sou assim: Se o filme já começa parado, sem emoção, perco logo a atenção e já digo que o filme é ruim.
    Mas esse me surpreendeu! Começa meio paradinho, mas a história é linda, o filme é encantador! Eu tbm amei... =D

    Só pro fofo dizer: "tah vendo? não espera e já vai julgando! eh bom ou não eh??"
    E eu poder dizer: "eh, eh sim... eh bonzinho"

    E depois ver ele com aquela cara de satisfeito, tipo "Missão cumprida" sabe, ele me dobrou! rsrsrs

    Bjussssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adorei isso!
      Eu aqui é que adoro dizer esse: Tah veeendo!!!
      Mas tb sou eu que vou logo reclamando, julgando, querendo ação, agitação...eita sangrias desatadas essas nossas hein. Ai! Ai!

      Excluir
  10. Não assisti ao filme, mas sempre falei para os meus pequenos sentirem, descobrirem o "segredinho"que está nos seus corações.
    E que esta busca seja linda, encantadora. Quero ajudá-los.
    beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assista ao filme com eles e no mais siga sendo essa mãe doce e encantadora :)

      Excluir
  11. Gostei demais desse filme também, muito embora só tenha assistido uma vez.
    Essa reflexão é inteligente e muito válida.

    ps.: antes q me esqueça obrigada pelas palavras carinhosas sobre o meu jardim. Valeu!

    ResponderExcluir