10 de agosto de 2012

Detalhe na entrada da Casa de Jorge Amado

“Não nasci para famoso nem para ilustre
Não me meço com tais medidas
Nunca me senti escritor importante
Grande homem
Apenas escritor e homem
Menino grapiúna
Cidadão da cidade pobre da Bahia
Onde quer que esteja 
Não passo de simples brasileiro
Andando na rua, vivendo"
Palavras de Jorge Amado em "Navegação de Cabotagem"

Em um abençoado 10 de agosto a cem anos atrás nasceu Jorge Amado
Clica aqui para ouvir uma homenagem ímpar da Rádio Metrópole
Uma matéria especial de Nardele Gomes sobre Jorge Amado
Parte de uma maravilhosa série chamada"Escritores Baianos"
Com direito a voz de Jorge
Além das comemorações da Fundação Casa de Jorge Amado
O MAM BA exibe a mostra: Jorge Amado e Universal
Um olhar inusitado sobre o homem e a obra
Que atraiu mais de 130 mil pessoas no Museu da Língua Portuguesa (SP)
Aqui em Salvador a mostra estará aberta gratuitamente até 14 de outubro
O Concerto Amado Amar acontece hoje e amanhã no Teatro Castro Alves
“O concerto inspira literatura e expira harmonia, melodia, sons e tons variados
Peculiares do escritor que, ao lado de Caymmi, Verger e Caribé
Colocou a Bahia como uma terra de mistérios e misticismo”
Descreveu Luciano Calazans
"Ave Bahia!
Bahia Sagrada!
1912 a lua prateada banha o céu de axé
Velas bailam ao som do vento baiano
Veleiros, canoinhas e jangadas deixem-se levar
Cerca o peixe, bate o remo, puxa corda, colhe a rede
Canoeiro puxa rede do mar
Jorge, Amado Jorge
Eis aqui sua história, vida e memória
Vai, criança baiana, descubra os segredos dessa terra
Jorge conheceu fazendas, ruas, vielas
Becos e guetos, tipos e jeitos
- Quem quer flores? Frutas? – grita o vendedor
- Olha o acarajé! – oferece a velha baiana...
Romances da guerreira e apimentada Bahia, sua eterna paixão
O ciclo do cacau, grande inspiração
Viver nas areias da história e sonha em ser capitão
Um ideal
O valor do homem
O reconhecimento da valente alma do povo
Vivência e personagens se confundem
Verdadeiros baianos traduzidos nos folhetins
Onde está a liberdade?
Essa é a "Bahia de todos os santos" de toda gente
Gente brasileira
Doce amor, doce flor Amiga, companheira, parceira de letras e caminhadas
Que o segue fielmente pelo "sem fim"do mundo
Retornar a sua origem... Os passos rumo à alvorada da literatura
Rumo à consagração: premiado e Amado
De farda e fardão
Busca no tempero de Gabriela os sabores da vida
O aroma da crônica do interior
A brisa que balança as madeixas da morena
Embala palavras ao encontro de Dona Flor
Tieta do "chão dos prazeres", do agreste
Tereza Batista, "fonte de mel"
Mulheres e "milagres" do Nordeste
Jogue a rede, pescador!
Traga do mar de memórias as palavras inspiradoras
Capitão de sua navegação
Navegação de Cabotagem
Misticismo e miscigenação
Se for de paz, pode entrar"
Trechos do samba-enredo da Imperatriz Leopoldinense 
Em homenagem a Jorge Amado

18 comentários:

  1. Jorge, Amado Jorge... Jeito mais carinhoso de chamar este que foi o baiano mais baiano e que encantou o Brasil.

    ResponderExcluir
  2. Lindo detalhe, lindo e maravilhoso Jorge Amado!beijos,chica

    ResponderExcluir
  3. Adorei conhecer o detalhe da entrada da casa. Salve Jorge!
    Beijo Tina, linda sexta com todo encantamento da escrita de Jorge Amado!
    Bj

    ResponderExcluir
  4. Oi Tina,obrigado pela visita!
    Adorei a imagem que você mandou, vai servir nas minhas historias!!!
    Bjs do Neno

    ResponderExcluir
  5. Esqueci de dizer!
    Já peguei um porquinho da índia em SC.
    Foi legal!!
    Bjs do Neno

    ResponderExcluir
  6. Adoraria conhecer a Fundação...quem sabe um dia vc me leva para darmos uns voos rasantes por lá!
    Bjs passarinha! Bom fds :)

    ResponderExcluir
  7. Que linda a mensagem na entrada.
    Já estive no Pelourinho. Na época tinha 10 anos. Lembro de tão pouca coisa... queria voltar para conhecer tudo novamente.

    Abraços,
    Carol
    Um blog simples
    Lojinha

    ResponderExcluir
  8. Um caso com os livros e dizeres do Jorge Amado. Já li muitas de suas obras e ainda pretendo ler mais.
    "Bem vindo, se for de paz pode entrar".
    Que frase mais gostosa de se ler... vou adotar para se meu mantra!!!
    Amei.
    Beijinhos super carinhosos.
    Um lindo, abençoado e iluminado fim de semana!
    Lorena Viana

    ResponderExcluir
  9. Que linda homenagem Tina ;) Amei!
    Salve Jorge ;)

    Beijão amiga baiana querida!! Um maravilhoso final de semana para vc!!

    Tina, faz anos que tenho desejado uma parede de lousa aqui em casa, até fiquei empolgada em fazer uma para poder tirar mais fotos dos meus looks, mas esses dias vi que uma blogueira famosa fez na casa dela, ai acabei desanimando...
    Mas msm assim ameiiii de mais a dica, já conferi o blog da Fifia, que por sinal é uma amada!!

    Quantoa sua amiga, adorei o projeto dela, assim que tiver um tempinho vou lá conhecer o blog dela ;)

    nandapezzi.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Que linda homenagem!
    Quando fui a Salvador não deu pra ir
    na casa do Jorge Amado. Fiquei triste!

    Beijos Tina Florzinha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na próxima vez q vc vier vamos juntas :)

      Excluir
    2. Uhhuuuuu! \o/ \o/ Vamos sim!

      Excluir
  11. Jorge Amado merece todas as homenagens.É um grande literato mas, antes de tudo, um grande brasileiro.
    Beijos para você.

    ResponderExcluir
  12. Muito legal o detalhe da entrada da casa! Linda homenagem a esse que foi um grande cidadão baiano!!
    Um ótimo final de semana.
    Beijos
    Pedro e Amara

    ResponderExcluir
  13. sim, ele foi muito amado, querido demais.
    li varios de seus livors, sempre encantada com suas historias cheias de detalhes, sensuais, com mulheres lindas e homens valentes, e velhas fofoqueiras rsrsrs
    adoro ler Jorge Amado, acho que sempre vou ler e reler.
    Linda a placa da entrada de sua casa, tem bem a cara dele!
    beijos queridona, bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  14. Lindo homenagem e texto esplendoroso!
    Eu sempre entro aqui por me sentir em casa.
    Que a paz esteja sempre conosco!
    ;))

    ResponderExcluir