3 de setembro de 2012

Curiosidades nossas de cada dia


Bom dia! Eu trouxe hoje para começar a origem de algumas expressões muito comuns que ouvimos e dizemos. Toda expressão tem uma história e eu adoro saber e contar.

Ficar a ver navios
Dom Sebastião, rei de Portugal morreu em uma batalha mas seu corpo nunca foi encontrado e por esse motivo  o povo português se recusava a acreditar na sua morte sendo comum as pessoas visitarem o Alto de Santa Catarina, em Lisboa, para esperar pelo rei. Como ele não voltava o povo ficava a ver navios. 

Não entender patavina
Os portugueses encontravam uma enorme dificuldade de entender o que falavam os frades italianos patavinos, originários de Pádua, sendo assim, não entender patavina significava e ainda significa não entender nada.

Conto do Vigário
Duas igrejas de Ouro Preto receberam a imagem de uma santa como presente. Para decidir qual das duas ficaria com a escultura, os vigários contariam com a ajuda de Deus, ou melhor, de um burro. O negócio era o seguinte:
Colocaram o burro entre as duas paróquias e o animalzinho teria que caminhar até uma delas.
A escolhida pelo quadrúpede ficaria com a santa. E foi isso que aconteceu, só que, mais tarde, descobriram que um dos vigários havia treinado o burro.
Desse modo, conto do vigário passou a ser sinônimo de falcatrua e malandragem.

Casa de Mãe Joana
Conta-se que na época do Brasil Império, poderosos homens que mandavam e desmandavam no país costumavam se encontrar em casa noturna do Rio de Janeiro, cuja proprietária se chamava Joana, daí a frase casa da mãe Joana ficou conhecida como sinônimo de lugar em que muita gente manda, ou seja, uma baderna.

Feito nas coxas
As primeiras telhas usadas nas casas aqui do Brasil eram feitas de argila e moldadas nas coxas dos escravos africanos. Como os escravos variavam de tamanho e porte físico, as telhas ficavam todas desiguais devido as diferentes tipos de coxas.
Daí a expressão "feito nas coxas", ou seja, de qualquer jeito. 

19 comentários:

  1. Bom dia Tina,
    blog é super cultura, adorei essas curiosidades.
    bjão e um ótimo começo de semana
    mari

    ResponderExcluir
  2. Tina querida! Vir aqui é um aprendizado, sempre! Adorei as informações curiosas! Hoje, 03/09, tem post novo!
    Um abençoado início de semana!
    Abraço fraterno e carinhoso!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Hahaha que engraçado!
    Adorei, sempre conhecendo mais :)

    Beijos Charmosos :*

    ResponderExcluir
  4. Isso é bem legal de saber.Adorei! boa semana e tuuuudo de bom!chica

    ResponderExcluir
  5. Amo aprender mais... e a cultura brasileira é sempre bem-vinda!
    Beijo grande.
    Uma semana produtiva e feliz!
    Lorena Viana

    ResponderExcluir
  6. Adoro, aprender sempre!
    Bjs
    Pedro e Amara

    ResponderExcluir
  7. Adorei as informações, principalmente a das telhas, muito curioso, já vou passar pra marido e filhos rs

    Tina amore, obrigada por ser tão solícita e amável comigo. mas os materiais que preciso são basicamente tecidos diferentes, bonitos e de boa qualidade. e isso é difícil mandar de onde quer que seja, pois as taxas de envio sempre são uma fortuna. mas agora sei que posso contar contigo, e quando precisar de algo imprescindível, vou te 'acionar'.

    bjs no bom coração!!!

    Lia

    ResponderExcluir
  8. Tina, adorei as historinhas das expressões, algumos eu uso e não sabia da história. Adorei!
    Beijinhos e uma boa semana
    Lita

    ResponderExcluir
  9. hahahahaha Adoreeeei saber tudo isso!
    Eita herança portuguesa que nós temos neh? Eu falo tudo isso!

    Bjusssssss

    ResponderExcluir
  10. Só sabia das telhas... adorei aprender por aqui!
    Beijo

    ResponderExcluir
  11. hahahahahahaha
    Uau.... que engraçado...
    Adoro saber sobre essas histórias...
    Não imaginava nenhuma viu ;)
    Gostei muito!!!
    Bjs

    ResponderExcluir
  12. Oi Tina linda! Amei as curiosidades!

    Boa semana e eutimia

    ResponderExcluir
  13. Olá, adoro essa de não entender patavina srsrsrs, vira e mexe eu falo kkkkk! é muito engraçado como a gente se pega falando essas expressões e as vezes nem sabe de onde vem, né
    bjs
    Renata

    ResponderExcluir
  14. Tina sempre é tempo de aprender ,sabia algumas , mais essas estão de mais profesora legal, ensina com graça beijos.
    Tia B.

    ResponderExcluir
  15. oi amiga, só conhecia das coxas, porque em Porto Seguro ele explicaram...

    adorei do conto do vigário...rsrrs

    beiju

    cintia

    ResponderExcluir
  16. Muito interessante mesmo,
    agora a do vigário é a melhor, nunca imaginei uma sacanagem destas!!

    Bjãooooooooooooooo Tina

    ResponderExcluir
  17. Você sabia?
    Eu não sabia, mas agora sei!
    Beijocas.

    ResponderExcluir
  18. Quantas informaçōes que nem sabia, valeu!
    Beijo Lisette.

    ResponderExcluir