20 de setembro de 2012

Filosofando com Emília

Como eu havia prometido eis-me aqui com o olhar infantil e adulto, divertido e sério, filosófico e sem paranoias  que o Sítio do Pica-pau Amarelo e seus personagens nos provoca.
Eu sempre gostei da boneca Emília, esperta, irreverente, teimosa e sabichona."Os livros libertam os homens", defendia o escritor através da boneca falante.
Certo dia a tagarela resolveu nos idos e vindos de sua mente escrever suas memórias, recheadas de senso de humor e reflexões que provocam, cutucam, instigam. Para tanto, convocou o sábio amigo Visconde de Sabugosa para auxiliá-la e lhe perguntou:
"- Sabe o que é um filósofo?
O Visconde sabia, mas fingiu não saber e a boneca explicou:
- É um bichinho sujinho, caspento, que diz coisas elevadas que os outros julgam que entendem e ficam de olho parado, pensando, pensando...
- Ficam pensando o quê, Emília?
- Pensando que entenderam.”

9 comentários:

  1. Graça de Emilia,
    Um beijo Tina querida!

    ResponderExcluir
  2. Lindo e divertido olhar...beijos,chica

    ResponderExcluir
  3. Bom dia Tina!

    Você me fez lembrar alguns filmes de arte que víamos nos anos 70 e fingíamos entender...saíamos do cinema com um ar blasé e voltávamos na semana seguinte ao Paissandu, para ver mais filmes e alimentar nossas ilusões.

    A Emília era o maior barato!E Monteiro Lobato, um ícone da nossa literatura.

    Bjsssssss,
    Leninha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adorei suas lembranças, me fez pensar que em exposições de arte, pessoas que não entendem nada, para não ficarem com caras de paisagem filosofam a beça...rsrsrs

      Excluir
  4. Eu adoro "o Sítio", Tina, assistia sempre:) Os personagens são encantadores, amei;)
    Beijos e bom dia!

    ResponderExcluir
  5. Essa Emília...

    Hoje, coincidentemente, tenho uma postagem sobre o sítio também.

    bjo

    Ana Virgínia
    filhadejose.blogspot.com

    ResponderExcluir