12 de setembro de 2012

Nova e velha infância

Pense bem e você vai lembrar
De brinquedos e equipamentos de última geração
Que hoje já nem se ouve mais falar
Novas e velhas modas e tecnologias
E o que fez parte da história de cada um
Vai estar sempre presente nela
Acho muito legal ver e rever certas coisas
O que fez parte da sua infância e da dos seus pais, avós
De onde veio tal coisa
Aqui um comercial que passou pouco
E que eu gostei muito

23 comentários:

  1. Ahhh Tina, que saudades desse tempo!!! Eu tive muitos brinquedos!! Lembro do meu Ferrorama, eu achava o máximo ficar olhando o trenzinho andar nos trilhos...as crianças de hoje não entenderiam, não consegueriam ver graça nesse tipo de brinquedo hoje. Mas naquele tempo, pra mim, era tudo!!!

    Beijinhos!!♥

    ResponderExcluir
  2. É tudo tão diferente, mas o legal é que alguns ainda acham graça nas velhas e boa brincadeiras...beijos,chica

    ResponderExcluir
  3. Bom dia!
    Tina, querida que delícia ver esse comercial! O olhar curioso das crianças tentando descobrir como funciona!
    Tina,você e de uma sensibilidade! Lindo isso!!
    Quando Pedro chegar da escola vou mostrar.
    Bjss
    Pedro e Amara

    ResponderExcluir
  4. Achei o máximo esse comercial, ainda não tinha visto.
    Pra mim foi uma viagem no tempo.

    A inocência das crianças é bela.

    Beijos de um lindo dia.

    ResponderExcluir
  5. Muito bacana Tina. Não é do meu tempo, os meus brinquedos eram mais antigos.Mesmo assim não pude deixar de me lembrar dos meus próprios brinquedos.Não tem jeito isso liga a gente as nossas experiencias afetivas e a momentos significativos da nossa vida. Adorei.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Eu adooorei esse comercial!
    Adoro ver e rever isso!
    Acabei de ter uma inspiração para a postagem do dia das crianças!! :D

    ResponderExcluir
  7. Olá, parabéns pelo blog!
    Se você puder visite este blog:
    http://morgannascimento.blogspot.com.br/
    Obrigado pela atenção

    ResponderExcluir
  8. Oimmmm deu até saudade de brincar, e como tinham brinquedos leis!!!

    Uma quarta feira iluminada Tina!!

    Bjos'ss

    ResponderExcluir
  9. Eu tinha um desses, nossa...deu uma saudade agora!!!
    :D

    ResponderExcluir
  10. Ahhh Tina, fiquei com saudade dos brinquedos agora, e de brincar, claro:) AMEI o comercial, ainda não conhecia;)
    Beijos e um bom dia pra vc!

    ResponderExcluir
  11. Adoooro ver essas coisinhas!!
    ;D

    Uma super quarta feira para vc, lindinha!!

    DA UMA PASSADINHA, TEM NOVIDADE: http://www.blogdatarde.com/2012/09/givenchy-rottweiler.html

    ResponderExcluir
  12. Nossa que bom relembrar esses brinquedos e objetos. Ainda alcancei muita coisa que tem no comercial. Aliás, amei o comercial!!

    Beijos Tina! Um dia repleto de carinho pra você!

    ResponderExcluir
  13. Muito legal, recordo com saudades de minha infância e adolescência; "o comercial eu não tinha visto, as crianças são encantadoras e ... "são muitas lembranças* "nossos brinquedos!
    Obrigada por partilhares essa novidade, pra mim".
    beijão

    ResponderExcluir
  14. Tina, acho incrível relembrar
    as coisas que faziam parte da infência.
    Já tinha visto este vídeo e achei muito
    bacana!



    BeijoO
    www.modiceseafins.com

    ResponderExcluir
  15. Gosto de recordar as histórias e brinquedos de minha infância e contar para meus filhos.
    Ainda tenho uns brinquedos que eram meus favoritos.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  16. Tina Bau Couto, muito legal esse comercial. Vou até enxergar com outros olhos essa evolução tão rápida apresentada no vídeo.
    Concordo que o Itaú acompanha a rapidez desses acontecimentos, todavia me preocupo com o que vem como evolução e o que é , na realidade, um consumismo voraz que sucateia com muita rapidez produtos ainda utilizáveis.
    Como trabalho com informática (Software e Hardware) tive a oportunidade de conhecer e usar todos os produtos que aparecem no vídeo. Fico triste ao me lembrar que com um microcomputador XT com Hd de 1 Mb, 640K de memória Ram eu fazia com rapidez uma navegação via satélite, a previsão de tempo e o tratamento de imagem da terra.
    Hoje em dia, para fazer a mesma coisa, usamos super computadores e levamos o mesmo tempo. Hoje é mais complicado. Antes era mais simples e direto. Enfim ... vamos repensar e fazer a escolha ideal.
    Sua postagem me obrigou a quase fazer outra, rs..rs.
    Qualquer hora me empolgo e escrevo sobre isso mostrando toda a realidade da técnica dessa parafernália toda.
    Tenha um lindo dia!
    Manoel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faça um post mesmo sobre isso.
      Penso que certas coisas facilitam avida, outras complicam e além de td não temos cultura, política e prática de descarte e reutilização desse lixo eletrônico. Preocupante isso :/

      Excluir
    2. Tina Bau Couto, vou fazer uma coleta de dados e montar uma postagem. Sei que pode ajudar a gente usando poucos recursos, aproveitando o que mais precisamos.
      O lixo eletrônico é preocupante (embora aqui em Taubaté já tenhamos a Prefeitura recolhendo em separado), mas o que mais me preocupa é a alta frequência dos monitores e chips processadores. Pela lógica devem fazer o mesmo estrago que uma radiografia (Raio X) faz na gente. Essas informações nós temos acesso nos manuais de produtos eletrônicos. Tudo escrito bem pequenininho. Enfim...dinheiro é muito mais importante do que vida saudável, não é??? Rs...rs.
      Manoel

      Excluir
    3. Por aqui coleta seletiva é só um nome bonito, nem governo, nem empresas, nem as pessoas praticam.

      Qt ao dinheiro e o desconhecimento acima da saúde e valores sociais e individuais é o que vemos: importâncias desimportantes.

      “O problema do mundo de hoje é que as pessoas inteligentes estão cheias de dúvidas, e as pessoas idiotas estão cheias de certezas”
      Charles Bukowski, poeta americano nascido na Alemanha

      No aguardo então do post para saber e divulgar os malefícios e prevenções contra as máquinas nossas do dia-a-dia.

      Excluir
    4. saiu essa matéria sobre descarte de lixo eletrônico:
      http://www.irdeb.ba.gov.br/jornalismo/materias-especiais/media/view/3668

      Excluir