13 de outubro de 2012

Amado Jorge \o/

Na terça feira fui conferir com minha irmã Susana, a Exposição de Jorge Amado no MAM, a mesma que estava em São Paulo no Museu da língua portuguesa e que talvez vá para Portugal, conforme soube por lá. Antes de falar da parte boa, vou abrir um espaço para uma queixa sobre o lugar da exposição, lindíssimo, juntinho do mar, uma construção antiga e um pouco mal cuidada e gerida. Nenhum local para venda dos livros do autor da exposição, com tantos visitantes de escolas e estrangeiros, sedentos pelas obras. Nenhum café ou lanchonete com estrutura adequada para o local. Nas imediações mendigos, lixo a beira da maré. A quem reclamar? Como mudar isso? Como fazer os gestores, administradores, prefeitura, governo cuidarem e zelarem por esses locais? Pode ser em vão minha queixa, minha indignação, mas faço valer o uso desse meio de comunicação para registra minha queixa, como o próprio Amado aconselhava, "o importante é tentar, mesmo o impossível".
"Vocês sabiam que no fundo do mar tem um céu igual ao outro?" 
(De Pastores da noite)
Na exposição várias estantes alinhadas, do chão ao teto com fileiras de garrafas pet´s cheinhas de azeite de dendê e algumas frases maravilhosas de passagens de suas obras. muitas fotos do arquivo pessoal, fotos famosas, com famosos, muitas histórias em instalações sobre a vida dele, seus livros,  objetos pessoais, personagens, costumes, retratos e cores da Bahia, fé e cultura popular. Muito criativas as molduras das inúmeras fotos, documentos e ilustrações expostas - aquelas seculares e populares molduras retangulares laranjas de espelhos comprados em feiras, vendas e mercearias, não sei se tem em todo canto, mas por aqui são pop´s e ficou muito legal. Um enorme um paredão de telas com milhares de fitinhas como as do Bonfim com os  nomes dos personagens dos livros dele, amarradinhas e esvoaçantes.
Na cronologia de vida dele, no ano em que nasci (1976), nasceu sua neta Cecília e ele lançou um  livro de um gato e uma andorinha, tudo a ver comigo. Nem preciso dizer que adorei. Jorge Amado teria escrito informalmente essa história do Gato Malhado e a Andorinha Sinhá para o filho quando ele era pequeno, essa informação está inclusive no prefácio do livro que já decidi que quero um. Quando  o menino cresceu mostrou a história a Caribé, grande amigo do pai,  que fez os desenhos.  Amado disse que só concordou com a edição em decorrência da qualidade das gravuras. Tem uma frase linda no livro que diz que a noite ascende as estrelas com medo do escuro.
Cecília é a neta cineastra que começou a trabalhar no cinema em 1995, como assistente de continuidade no longa-metragem Tieta do Agreste e recentemente as telonas Capitães de areia.
Um salve a Jorge, a Bahia, a cultura popular e parabéns aos organizadores da Exposição. Com a palavra o mestre: "Continuo batendo com dois dedos e errando muito. Devo dizer que sou um dos homens mais incapazes do mundo. A lista de minhas incapacidades é enorme." Em 1988, quando questionado porque não trocava sua velha máquina de escrever mecânica por uma eletrônica.
"Eu me sinto mal. Porque eu acho que deviam ter 50 escritores mais lidos no Brasil."  Sobre como se sentia sendo o escritor mais lido do país.
"A vida me deu mais do que pedi e mereci. Não me falta nada. Tenho Zélia e isso me basta."
"A juventude é um bem imenso que você não prolonga. A juventude se acaba, nem que você queira iludir-se com esse negócio de jovem de espírito. Jovem é jovem, ponto final."
"Eu continuo firmemente pensando em modificar o mundo e acho que a literatura tem uma grande importância."
 “Sou supersticioso e acredito em milagres. A vida é feita de acontecimentos comuns e de milagres.”

10 comentários:

  1. Tina, muito interessante a "reportagem" que você fez sobre a exposição. Seus comentários sobre todos os detalhes enriqueceram nossa curiosidade.
    Quanto aos problemas estruturais do evento, não diria que é falta de conhecimento ou despreparo das pessoas. Acho que é falta de interesse mesmo. Se fosse um show de um "Zé qualquer" e entrasse muito dinheiro você ia ver como haveria uma recepção muito mais apurada.
    É importante nós propagarmos esses eventos culturais. Afinal só temos a ganhar com um maior conhecimento do povo. O mundo sempre melhora, não é?
    Abração
    Manoel

    ResponderExcluir
  2. Tina, genial essa tirada que eu "roubei" do seu comentário lá na Ana Paula:

    "PS: Lembro-me de um episódio de qd meu filho era pequeno e o canal "Nicklodeon", no dia das crianças, interrompeu a transmissão e colocou no ar um anúncio que dizia algo mais ou menos assim : Hj é dia das crianças, vá brincar!"

    Muito certo isso. Serve até para gente grande, né?

    ResponderExcluir
  3. Tina querida,
    Tive o prazer de ver essa exposição lá em S.Paulo.
    Você fez uma reportagem linda e emocional, afinal, você é uma baiana!
    Desejo a você um ótimo feriadão.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. A grandeza de Jorge merecia grandeza à sua altura. O evento em Portugal certamente respeitará esta grandeza. Vergonhoso para nós...

    ResponderExcluir
  5. Olá Tina Flor...olhe que Jorge foi um dos primeiros que li...faz tempo!
    Adoro!
    Adorei as frases que vc colocou, muito boas e adorei como disse a Myrian a sua reportagem, perfeita!
    Beijos com sabor de flor de laranjeira e lima da pérsia e te desejo um ótimo domingo!
    CamomilaRosa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Limas espremidinhas na hora com duas pedras de gelo e uma colher de açúcar...Hummm!...Adoro!
      Nutellas e carinho :)

      Excluir
  6. Deve ter sido uma maravilha esse passeio cultural.Muito legal!! beijos,ótimo domingo!chica

    ResponderExcluir
  7. Oi Tina, deve ter sido ótimo o passeio, hein?
    Tenha uma ótima semana, bjs!

    ResponderExcluir
  8. Essas exposições sempre nos levam por caminhos "encantados"...

    ResponderExcluir
  9. Tina, adorei sua postagem !
    Eu não pude ir a exposição aqui em São Paulo,
    mas li bastante sobre ela.
    E você aqui me fez passear por ela com suas palavras.
    Obrigada !

    Um beijo,
    Um lindo domingo !
    Jhosy

    http://meninamsicaeflor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir