6 de novembro de 2012

"O meu olhar é nítido como um girassol
Tenho o costume de andar pelas estradas
Olhando para a direita e a esquerda
E de vez em quando olhando para trás
E o que vejo a cada momento
É aquilo que nunca antes eu tinha visto
E eu sei dar por isso muito bem
Sei ter o pasmo essencial que tem uma criança
Se ao nascer reparasse que nasceras deveras"
Alberto Caeeiro

20 comentários:

  1. Saudade de ti....
    Como estás, minha linda?

    ResponderExcluir
  2. Que amor de verso...adoro os girassóis!!

    Tenha um dia iluminado, minha querida amiga Tina!!
    Beijinhos!!♥

    ResponderExcluir
  3. Tina, eu postei as fotos no face, mas ainda falta fazer o post do blog, pois a minha internet de casa tá muito ruim!!!!
    Eu não te tenho face, tenho? Qual o teu nome lá?

    ResponderExcluir
  4. Adoro girassóis e passar OLHANDO pelos caminhos, com olhos de ver e perceber...beijos,chica

    ResponderExcluir
  5. Lindo...um olhar sempre diz tudo!
    :D

    ResponderExcluir
  6. Achei linda a imagem do post.

    ResponderExcluir
  7. Linda poesia, queria ter essa sensibilidade de olhar o mundo.
    Tenha uma ótima semana.

    ResponderExcluir
  8. Tina, a medida que vivemos, também evoluímos. Isso explica que nunca veremos as mesmas coisas com os mesmos olhos. A vida sem novidade vale muito pouco a pena.
    Grande abraço
    Manoel

    ResponderExcluir
  9. esse pasmo, è o que faz ver beleza,e maravilhas onde nem todos
    veem.

    bacione

    ResponderExcluir
  10. Caminhar observando nos faz aprender muito...
    Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Meu nome é António Batalha, estive a ver e ler algumas coisas de seu blog, achei-o muito bom, e espero vir aqui mais vezes. Meu desejo é que continue a fazer o seu melhor, dando-nos boas mensagens.
    Tenho um blog Peregrino e servo, se desejar visitar ia deixar-me muito honrado.
    Ps. Se desejar seguir meu blog será uma honra ter voce entre meus amigos virtuais, decerto irei retribuir com muito prazer. Siga de forma que possa encontrar o seu blog.
    Deixo a minha benção e a paz de Jesus.

    ResponderExcluir
  12. Oi Tina, lindo pensamento do Alberto.
    Tenha uma linda semana, bjs.

    ResponderExcluir
  13. Fernando Pessoa tinha tanta sensibilidade que ela transbordava...
    "Outros" a tomaram para si, para nossa sorte!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  14. Um olhar como um girassol, além de nítido deve ter uma luminosidade estupenda.
    Quero nunca perder o pasmo essencial de uma criança nas dezenas de anos que me percorrem e percorrerão!
    Beijo

    ResponderExcluir
  15. Belas palavras que encantam os olhos, embelezam os ouvidos e como tantas outras voam com o vento. Sorte dessas que foram escritas!

    ResponderExcluir
  16. Passando para deixar uma boa noite!
    Bjos!

    ResponderExcluir
  17. Não se pode ficar indiferente a beleza dos girassóis!Lindo pensamento!!
    Bjs
    Pedro e Amara

    ResponderExcluir
  18. Magnífica flor, magnífico versos, magnífico poeta.
    Muito obrigada por este momento mágico.

    ResponderExcluir