20 de fevereiro de 2013

Respeito é bom e td mundo gosta

Comecei o dia falando em empatia e o assunto se estende ao respeito do qual quero falar sem nenhum cunho político, apenas social, humano sobre a blogueira cubana Yoani Sánchez. Ela vive em pais com normas e leis restritivas do ponto de vista da liberdade de expressão, vem a nosso pais, tido como democrático e manifestantes opostos a suas opiniões se apresentam. Até ai, tudo bem!, Afinal é pela democracia e liberdade de expressão que ela luta. Daí a tumulto, anarquia e violência, é lamentável.
Em terras baianas, pensei eu, é meu dever registrar minha indignação e repúdio. São imagens de falta educação com a visitante e convidada e também com as pessoas de representatividade política e social presentes no incidente, que tentaram, sem sucesso, fazer ver o absurdo e exagero que estava sendo a manifestação. O senador Eduardo Suplicy, por exemplo, que além do partido que representa, é um representante de nosso país, é um senhor e foi um dos impossibilitados de falar, de conduzir um diálogo. Ele foi empurrado, agredido verbalmente, desafiado, sem nenhum respeito ou senso de hierarquia.
Além prós e contras do modelo cubano, não é aceitável esse tipo de comportamento por parte de nós brasileiro, baianos, feirenses,  cidadãos de um país que foi às ruas por eleições diretas, relutantes e criativos no combate a censura, participantes de rotinas, eventos, projetos, movimentos pacíficos e multipartidários, telespectadores de programas e mídias diversas, que exibem e exprimem liberdades de expressões dos mais variados tipos, níveis, gostos e credos.
Vi uma prova de que há muito ainda que se aprender, que saber ouvir é mais importante do que saber falar. Uma total falta de percepção de algo tão manjado que é valorizar as diferenças, entender que sempre haverá informações, novidades, concordâncias e discordâncias para serem absorvidas ou simplesmente ouvidas e vistas, com respeito e empatia, com noção de reciprocidade, racionalidade e civilidade. E tenho dito!

15 comentários:

  1. Tina, qualquer coisa que eu acrescente ou tire do seu texto pode empobrecer muito o seu recado. Faço minhas todas as suas palavras desse texto e sinto o mesmo que você sente a respeito disso tudo.
    Um abraço
    Manoel

    ResponderExcluir
  2. olá Tina, adorei seu blog (já virei sua seguidora!) e sobre o texto que acabei de ler (que para mim está perfeito), apenas tenho que concordar com uma frase que sempre digo "temos dois ouvidos e uma boca - isso significa que devemos escutar mas e falar menos".
    Adoro escrever e tenho uns textos no recanto das letras também.
    Aqui na porta de minha casa montei uma minibiblioteca pública...
    espero te ver no meu cantinho.
    www.umlivroedoisdedosdeprosa.blogspot.com.br

    um beijo

    ResponderExcluir
  3. Tina, o que mais me entristece é ver que usam as pessoas que não sabem dizer porquê estão ali ou onde fica Cuba. É como uma boiada indo para o matadouro sem saber a razão, ao som de um berrante. Nada a ver com estas terras baianas pois o noticiário nos mostra que as manifestações estão acontecendo sistematicamente por onde a blogueira passa.

    ResponderExcluir
  4. O Brasil, assim, como Cuba tem muito a aprender sobre liberdade e respeito, que precisam andar abraçados. Precisamos todos de exercer a difícil arte da tolerância, mas não abandonemos a fé. Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  5. Oii Tina, lamentável esses acontecimentos, dizem que foi o governo cubano que contratou brasileiros p tumultuar a vinda dela, se é ou não eu não sei, mas é uma pena essas atitudes! Booss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Algo mais a se lamentar :(

      Atitudes desse tipo a que as pessoas, sejam esclarecidas ou não, para mim não faz diferença, se submetem, por dinheiro, favores, exibição, são podres.
      Valores, moral, senso de coletividade, de dignidade, de respeito deviam ser incorrompíveis.

      Cuba ou qual país seja dando a voz, o tom, além de suas fronteiras, sem ninguém, nem nada que impressa?
      É terra de ninguém.

      Excluir
  6. Clap,clap( Isso é meu aplauso p´ra ti!) Falaste bem e tudo! beijos,chica

    ResponderExcluir
  7. Pois é Tina...é realmente lamentável e com certeza a maioria desses "anarquistas" sequer sabem o significado da palavra democracia ou tampouco sabem onde fica Cuba.
    Mais tudo isso não ficou feio só para sua Bahia não amiga....e sim para o Brasil todo.

    bjus

    ResponderExcluir
  8. E Tina, ainda falta muito para que o ser humano se diga "civilizado".
    Mas o tempo fará acontecer, quem viver verá, (espero).
    Um grande abraço

    ResponderExcluir
  9. Tina, nem se preocupe com o povo baiano. Está praticamente provado que foi "tudo" contratado para tumultuar. É lamentável que pessoas se prestem a este tipo de serviço sujo e não sua verdadeira expressão.
    Vou usar o humor de José Simão. Algo assim: "disseram que a blogueira é persona non grata na Bahia. Mentira! Não existe persona non grata na Bahia!
    Bj

    ResponderExcluir
  10. Adorei o texto!
    Odiei o acontecido!
    Isso tudo é um absurdo, como pode o “Brasil” agir como se estivesse em Cuba, perseguindo pessoas. Isso é um atentado ao poder supremo deixando o serviço secreto cubano entrar no Brasil e fazer o serviço sujo. Que mediocridade do nosso Governo. Dizem que a embaixada cubana contratou militantes do PT para perseguir yoani sánchez. ISSO É UMA VERGONHA!!
    Armação da esquerda de bengalas!

    ResponderExcluir
  11. Olá minha querida Tina!
    Encontrei seu blog por acaso e já estou adorando! Estou te seguindo, conte sempre com minhas visitinhas e comentários por aqui, viu!? Eu vi pelas notícias o que aconteceu e achei lamentável, todos tem direitos de se expressar! Amei o seu texto!
    Mil beijos, saúde e sucesso sempre.
    CoisadeMenina
    facebook.com/BgCoisadeMenina
    Instagram: @enylacarolina / @laylafonseca

    ResponderExcluir
  12. Amiga, eu li essa matérias sobre ela...
    http://altamiroborges.blogspot.com.br/2013/02/quem-e-yoani-sanchez.html
    Achei relevante compartilhar com você.

    Eu estou há meses sem assistir tv, até os noticiários, então estou completamente por fora do que anda acontecendo aos olhos dos noticiários, mas sempre leio notícias na internet. Concordo completamente com você.

    Bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não sei quem é ela, sua opiniões, o que defende, quem está por trás dela, do movimento contra ela, não tenho nenhum posicionamento político, mas notícia com imagens não se inventa, pode até se deturpar, mas o que ficou registrado foi anarquia.
      Se assim não foi reitero minha opinião sobre qualquer ato anárquico, sobre o uso do diálogo, sobre o respeito as diferenças e contra os abaixo isso, fora aquilo, extremismos nunca são bons.

      Excluir
  13. Respeito é tudo, beijo Lisette.

    ResponderExcluir