13 de março de 2013

Enigmas e soluções

"O mundo é um enigma muito mais fascinaste 
Do que os enigmas que há no mundo"
E nesse mundo vasto mundo
Há muito gente que se perde
Desconecta, dispersa, adoece
Não acho que seja um problema do mundo de hoje
Sempre foi assim
Mas havia menos troca e difusão de informações
Menos depoimentos, menos abertura
Do universo ao nosso redor
E do nosso infinito particular
Com a licença de Marisa Monte
Para o empréstimo dos nomes de seus discos
Creio é que antigamente
A religião tinha mais poder de cura
De sustentação
O rebanho era mais fiel
As pessoas se confessavam
E na figura do padre se fazia a de um terapeuta
As filhas e filhos confiavam mais em seus pais
Nos seus ensinamentos, pontos de vista
Havia mais aproximação
A filosofia fez muito também o papel de terapia
Hoje com uma vasta e diversificada gama de informações
Há é que se aproveitar
E separar o joio do trigo
Ser livres por fora e por dentro
Nas buscas e nas escolhas
Acho bom que as pessoas estejam recorrendo aos consultórios
Sejam clínicos, psicológicos ou psiquiátricos
Mais acho que a corrente de pensamento
O tipo de tratamento tem que ser bem investigado
Questionado e adequado a cada caso
Cura, respostas, libertação do que magoa, incomoda
É uma busca e um encontro muito pessoais
Para o psicólogo Viktor Frankl
Se o indivíduo encontra um sentido para sua vida
Ele é capaz de superar as adversidades
E a partir da descoberta tudo muda
Como uma engrenagem que parou e volta ao funcionamento
Se lubrifica sozinha, se move, cria vida
A logoterapia, criada por ele, propõe não remexer no passado
Dificil, denso e confuso para alguns pacientes
Tentando explorar o que é possível fazer com o que se tem 
No aqui e agora
 Um motivo para levantar da cama todas as manhãs
Seja uma pessoa, um lugar, um esporte, uma meta
O problema de muitos indivíduos pessoas insatisfeitas
Traumatizados, depressivos
Está ligado a sua existência e ao que fizeram ou deixaram de fazer
Sem pensar na vida que gostariam e ainda podem viver
E a primeira condição para encontrar-se é saber aonde se quer chegar
É buscar uma razão de viver
E desse start a vida se torna plena de sentido
Digo por experiência própria
Os monstros se enfraquecem e deixam de existir
Os esforços deixam de ser cansativos
Os movimentos da mente e do corpo se automatizam
E o caminho em direção a libertação interior
A realização, a feliciddae, ao sucesso
É decifrado a cada passo

8 comentários:

  1. Excelente teu post, Tina!!! É mesmo a cada passo que devemos decifrar os enigmas e bem viver! beijos,chica

    ResponderExcluir
  2. Tina,
    Concordo. Esses dias atrás eu vi algo no Face que me fez pensar... Dizia assim: Nascemos originais e morremos cópias.
    É preciso analisar que o nos faz bem, nos faz feliz independente do que a sociedade diz ou prega.
    Cada um é cada um.
    Um beijoooo querida!

    ResponderExcluir
  3. Bom dia!

    É isso ai liberte-se e seja feliz!
    :)
    Beijo!

    ResponderExcluir
  4. "Buscar uma razão de viver" é a essência do bem viver. Lindo texto.

    ResponderExcluir
  5. Olá, Tina!

    sempre há algo que podemos desprender para tornar a vida mais leve e alçarmos vôos mais altos, não é mesmo?

    Ótima quarta para você!

    ResponderExcluir
  6. Tina, que post heim!
    Acredito que hj em dia as coisas estão mais difíceis sim. Infelizmente!
    Precisamos de "algo a mais", amei seu texto me fez parar para pensar ;)

    Beijos e um ótimo restinho de semana!

    ResponderExcluir
  7. Linda imagem e texto inspirado. Mas antes, como menos informação, o mundo era menor, mais simples. Estamos complicando demais. Ter um novo dia já é muito bom! Já é motivo para ser feliz. :)

    ResponderExcluir
  8. Tina, uma salva de palmas para você. Sua postagem foi precisa e oportuna para nossa época. Temos que ter maturidade para analisar e entender quando aparece esse trecho da postagem:

    Há é que se aproveitar
    E separar o joio do trigo
    Ser livres por fora e por dentro
    Nas buscas e nas escolhas


    O ser livre que se fala aqui, não é ser inconsequente. Hoje a mídia prega uma liberdade que, para mim, é inconsequência. É só ter um pouco de estrutura que já se consegue discernir.
    Adorei a postagem
    Manoel

    ResponderExcluir