16 de abril de 2013

Ilustrei uma postagem semana passada, com um muro reformado com peças de lego, como esse cantinho da imagem de hoje e recebi vários comentários sobre essas intervenções urbanas, tão interessantes.
Linkando no post de ontem, que é uma intervenção educativa, resolvi render o papo ao receber por e-mail da amiga Vanessa um vídeo sobre uma escada comum ao lado de uma rolante que ao ser transformada em piano, se tornou a mais usada.
Esse vídeo, clica aqui para ver ele, faz parte de uma galeria de vídeos de intervenções urbanas produzidos e exibidos com a proposta de mostrar que coisas divertidas fazem mudar o comportamento das pessoas para melhor seja para o bem delas, do coletivo ou do meio ambiente. É a Teoria da diversão, de Nevena Stojanovic, com iniciativa da Wolksvagem.
Em busca de mais informações sobre essa teoria eu descobri um livro chamado: A Theory of Fun for Game Design, onde o autor diz que jogos (educativos) nos ensinam habilidades de usos práticos e muito úteis na vida real.
O livro é uma narrativa sobre a arte e a prática de projetar jogos e brincadeiras divertidas que inspiram e desafiam designers de jogos e também criadores e idealizadores de intervenções urbanas, sejam sociais, culturais e até mesmo comerciais a questionarem a verdadeira essência do que nos impulsiona, motiva, move, além da previsibilidade, através do envolvimento inconsciente e produtivo.
Ao invés de tanto comercial babaca, programas, matérias em telejornais que não acrescentam nada a ninguém, só incitam maus comportamentos e deturpam valores, seria mais interessante o incentivo a produções de coisas assim e que essa teoria da diversão virasse moda e intervenções e produções criativas  divertidas e educativas fossem imitadas e com isso as pessoas se transformassem e transformassem o mundo.
Clica aqui, para ver o site com todos os vídeos patrocinados pelas Wolks, divirta-se, inspire-se, faça alguma coisa para fazer alguém sorrir, ou várias pessoas sorrirem, para cuidar do meio-ambiente, para alegrar sua rua, uma praça, um passante, jogue nem que seja sementes de flores em canteiros mortos, caminhos ou calçadas para alguém um dia, quem sabe você mesmo, admirar uma flor.

13 comentários:

  1. Que interessante! Sei que em São Paulo os grafiteiros andam trabalhando em muros antes pixados! podemos todos fazer uma pequena parcela a transformar o planeta mais colorido! abraços

    ResponderExcluir
  2. Amiga, ainda vou ver os vídeos, mas amei essa casinha de lego. Vamos tomar aquele pó mágico para ficarmos pequenininhas e subir pela escadinha? Deve haver tanta coisa para descobrir lá dentro! Amei a ideia de jogar sementes de flores por aí. Tanta beleza nascerá! Beijos e queijos! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rovênia, kkk! "Pó de Pir Lim Pim Pim". Certo?
      Manoel

      PS: Tina, me desculpe mais uma vez!

      Excluir
  3. Voltando para comentar o vídeo da escada piano. Que máximo. Queria ter uma dessa para brincar! :)

    ResponderExcluir
  4. Muito interessante....
    Beijos
    Lita

    ResponderExcluir
  5. Lindo,Tina! Essa teoria deve prosperar e cada um pode fazer o dia do outro um pouco mais bonito e alegre. São tantas oportunidades para isso e nunca nos esquecendo de fazer algo por nós mesmas também. Precisamos nos cuidar e tratar bem! beijos,chica

    ResponderExcluir
  6. Quanta diferença faz no nosso dia a dia, na correira, no stress de transporte público, do trânsito encontrar algo assim que nos tire o foco e nos surpreenda.
    Precisamos sim de uma flor qualquer, uma escada sonora.
    Aqui em SÃo Paulo fiquei sabendo de uma pessoa que está fazendo intervenções com a ajuda dos próprios moradores na comunidade em que vivem, pintando as fachadas com estêncil que são desenhados por eles mesmos. As crianças também participam.
    Espia lá:

    http://jamacarteclube.wordpress.com/

    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana Paula, genial! Já fui lá ver. Valeu!
      Beijo
      Manoel

      PS: Tina, me desculpe pela invasão. Depois pago o aluguel do espaço, kkk!

      Excluir
  7. Tudo aquilo que nos surpreende e desperta um sorriso torna o nosso dia mais ameno e feliz. É dar uma parada para apreciar o que já nos acostumamos a ver e nem sempre damos importância.

    ResponderExcluir
  8. Tina que bacana isso!
    Eu nem sabia que existia uma teoria a respeito disso.
    O video da escada aonde os degraus imitam teclas foi genial, rs

    Pequenos detalhes que realmente dão mais positividade a ambientes corriqueiros.
    Uma vez eu vi uma matéria de uma pesquisa feita em Londres, aonde alguns institutos de arte, espalharam instrumentos musicais como pianos , violoncelos, etc pelas ruas, com uma placa apontando, aonde dizia: 'Toque-me, eu sou seu'.
    Era muito, muito incrível ver a reação das pessoas!
    Mesmo os mais apressadinhos pela correria do cotidiano, paravam para se divertir um pouco!

    Um beijo Tina,

    Jhosy

    ResponderExcluir
  9. adoro intervenções artísticas e originais, Tina, ainda bem que vivemos em um a época em que a criatividade humana pode ganhar asas! bjs

    ResponderExcluir
  10. Tina, sensacional essa postagem. Essa criatividade é o meu fraco. A gente pode fazer algumas dessas coisas sem ninguém saber. Só vão ver o resultado, né?
    Por exemplo:
    " jogue nem que seja sementes de flores em canteiros mortos, caminhos ou calçadas para alguém um dia, quem sabe você mesmo, admirar uma flor.
    Isso eu faço e sempre fiz e ainda volto ao local para cuidar da plantinha. Muitas vezes tem que ser de carro. Plantei uma árvore numa pracinha aqui da cidade faz uns 15 anos. Até hoje passo por lá para vr a danada. No começo me preocupei porque achei que fossem corta-la como se fosse mato, todavia sobreviveu!
    Tina, sua cabecinha é cheia de boas idéias. Muito legal.
    Um abraço pra vocês
    Manoel

    ResponderExcluir
  11. Um aprofundamento show! Estou conferindo os vídeos.

    Bjbj

    ResponderExcluir