23 de abril de 2013

Salve Jorge!

São Jorge, mártir cristão, militar do exército romano, valente e guerreiro é um dos santos mais venerados do catolicismo e de diversos cultos e religiões afro-brasileiras.
A figura dele foi imortalizada através do conto em que ele mata um dragão. As datas de celebração dedicadas a ele são 23 de abril e 3 de novembro.
Jorge é o santo padroeiro de Portugal, Inglaterra, Etiópia, dentre muitos outros países, assim como de cidades como Londres, Moscou, Ilhéus (terra do Jorge baiano) e do Rio de Janeiro para muitos. O título oficial de padroeiro do Rio é de São Sebastião.
Jorge ainda é patrono dos escoteiros e da Cavalaria do Exército Brasileiro. Há uma tradição que aponta o ano 303 como ano da sua morte. Apesar de sua história se basear em documentos lendários a devoção é bem real.
Aos devotos bênçãos, graças e gratidão, aos curiosos um tantinho de informação, para as lutas diárias, independente da religião, força, coragem, bravura e proteções contra todos os maus dragões.

16 comentários:

  1. Sabe, quando eu era criança, gastava um tempão olhando para a Lua a procurar São Jorge. Achei-o depois nos versos de Caetano (Lua de São Jorge...)e Jorge Ben (Eu estou vestido com as roupas e as armas de Jorge)... Beijocas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu nunca procurei ele na lua não e vc me encafifou com esse detalhe que deixei passar.
      Lá vou eu pesquisar o que São jorge tem a ver com a lua.
      Já volto...

      Excluir
    2. Voltei :)

      A ligação de São Jorge com a lua é coisa de brasileiro, com forte influência da cultura africana e pitadinha de dendê.

      Aqui em Salvador, o santo foi sincretizado a Oxossi.
      Na Umbanda, como mais tradicionalmente se acredita, ele é associado a Ogum e nessa crença há um mito que diz que as manchas que se vê na lua representam o santo, seu cavalo e sua espada, prontos para defender aqueles que buscam sua ajuda.

      Excluir
    3. Tina, é isso mesmo, kkk! Me lembro que nos meus 6 ou 7 anos de idade, nas aulas de catecismo era proibido falar no São Jorge da lua, kkk! Hoje já evoluiram! Existe uma outra coisa ligada a Sâo Jorge que é a planta "Espada de Sâo Jorge" que aqui no interior muitos proprietários de bar colocam lá a planta para que o estabelecimento seja protegido.
      Tadinho do São Jorge, tem "as costas largas". Toda a "barra pesada" é ele que tem que resolver, rs...rs.
      Muito legal Tina.
      Manoel

      Excluir
    4. Engraçado é que eu até pensei em ilustrar o post com uma imagem de uma planta Espada de São Jorge, aqui também tem muitas delas espalhadas por ai como forma de proteção.

      Mas ai pensei mais um pouquinho e vi que teria que explicar e como eu me empolgo as vezes (quase sempre) nas explicações e associações, desisti.

      A planta não gostou e vc se retratou por mim...rsrs

      Quanto a agenda de São Jorge, ela deve ser cheia e a lista dos que não fazem por onde, grandinha.

      Excluir
  2. Tina, eu fazia a mesma coisa que a Rovênia e ficava montando um monte de histórias na cabeça. Muitas vezes ficava olhando se o cavalo se mexia, kkk! Muito legal essa postagem. Conheci um monte de coisas sobre São Jorge que eu não conhecia. Valeu, Tina.
    Manoel

    ResponderExcluir
  3. (risos...) Sabe o que descobri em outro post? Na Espanha, hoje é dia dos homens presentearem as mulheres com rosa (do sangue de S.Jorge nasceu uma rosa)e das mulheres presentearem os amados com livros. As ruas das cidades ficam em festa! Que bacana, não!

    Ainda acho que ele vive na Lua...
    Beijos ao Manoel e à Tina curiosa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bacana mesmo essa tradição. Gostei!

      Excluir
    2. Ah Rovênia também gosto de pensar que posso vê-lo na lua. Bjocas da Lú Melo

      Excluir
  4. Tina,de acordo com a lenda, São Jorge nasceu no ano 275, na Capadócia, hoje território da Turquia. Ingressou no exército romano e, aos 23 anos, se tornou tribuno militar na Nicomédia. Ao ver que o imperador Diocleciano perseguia e matava os cristãos, passou a defendê-los. Por este motivo, foi torturado e degolado.
    Bjs,
    Amara

    ResponderExcluir
  5. Gostei de ler e sabes, a cidadezinha na Itália, onde Kiko tem os parentes e sempre estava po lá, hoje é festa. São Jorge é o padroeiro de Nerola-Roma! Linda cidadezinha que hoje faz feira e festa! Tão legal! beijos,chica

    ResponderExcluir
  6. Tina, sabe que estava sentindo falta do sincretismo que existe aqui neste cantinho?!
    Beijo

    ResponderExcluir
  7. Oi Tina! tempo sem aparecer e já estava sentindo falta! lembrei de ti hoje cedo, quando recebi um café maravilhoso de uma amiga que hoje mora mais em Salvador do que aqui...e lógico que saiu a postagem. Ela era blumenauense nata e hoje ama a Bahia...até ficamos com "ciúme"! quanto ao São Jorge, adorei conhecer a história, não conhecia...bjs

    ResponderExcluir
  8. Tina, vou esperar mais um pouquinho para ver se encontro algum parente de São Jorge por aqui.
    Fiquei preocupado porque vivo vendo na TV as notícias sobre epidemias de dengue, gripe A1,..., e outras mais, e de repente me aparece a Ana Paula falando estar saudosa do "sincretismo" daquí. Será que isso pega?!
    Fui ver no dicionário o que poderia ser essa doença, mas para minha felicidade trata-se apenas de discussões filosóficas. A Ana Paula depois de ser indicada para a Academia Brasileira de Letras (Crônicas Gris) colocou seu vocabulário lá nas alturas. Conversar com ela agora, só com dicionário nas mãos, kkk!
    Chega de bobagem, né Tina!?
    Abraços
    Manoel

    ResponderExcluir
  9. SALVE SANTO QUERIDO E LEAL,BEIJO JORGE.

    ResponderExcluir
  10. Salve São Jorge Guerreiro que nos protege diariamente.
    Bjos,
    Lú Melo

    ResponderExcluir