29 de maio de 2013

O preço de cada palavra

Ana dia desses falou lá no blog dela de um livro que ela já tinha falado em um tempo que eu não ia no blog dela, clica aqui para ver as postagens e aqui para ver o vídeo e ouvir a musiquinha instrumental do Booktrailer do tal livro que gastei tantas palavras para falar onde o descobri e que se chama: A Grande fábrica de palavras e conta a história de um país aonde as pessoas falavam muito pouco e o silêncio não era filosofia de vida, as palavras por lá precisavam ser compradas. E determinadas palavras custam muito caro. Realmente custam, nesse mundo inventado e no nosso. 
Uma história infantil dessas que creio que adultos devessem ler, por opção, comprados para si e para crianças que por ventura passem por suas casas e vidas (filhos, sobrinhos, netos...), para dar de presente a um adulto amigo que fala muito, sem escolher as palavras ou para outro adulto amigo que as escolhe, como prova de ter vindo talvez desse país. Quem tem clinicas ou escritórios com sala de espera pode deixar um lá a espera de ser foliado sem querer e mudar a vida de quem o lê.
Há muitas lições e recados claros em poucas palavras nesse livrinho, como o de valorizar as palavras boas e não usá-las banalmente, saber o custo das ruins, ver a poesia de palavras simples, perceber o som do silêncio e o espaço que ele abre para escolhermos com mais cuidado as palavras que irão interrompê-lo, sejam as que falamos ou as que ouvimos.
Dá para refletir sobre tudo isso inclusive sem nem mesmo ler o livro, só com essa ideia de cada palavra dita ter um valor. As escolheríamos por conta disso e quem mais ganharia seríamos nós mesmos. 
Com a leitura da história e correlação com muitas das histórias que vivemos dá para tirar também a lição de que a censura não é uma barreira para a criatividade e que emoções são capazes de extrapolar qualquer problema de comunicação.  Há ainda sentidos e muita beleza nas ilustrações que não gastam palavras e falam muitas.
Uma boa, constante e contínua escolha de palavras a todos, a sugestão de ler o livro e meu agradecimento a Ana por compartilhar a descoberta desse tesouro.

12 comentários:

  1. Que livro lindo, lindo. Vou comprar para as minhas pequenas! Agora mesmo, que é para não esquecer. Beijos e obrigada! :)

    ResponderExcluir
  2. Bom dia Tina Flor! Que interessante sobre essa leitura e livro! "Escutar o som do silêncio"...eu estou em busca destes sons e tento passar para pessoas próximas!
    Obrigada por esta lição de conhecimento e entendimento!
    Bjs Tina e que seu dia seja ótimo, com bons sons e lindos pensamentos!
    CamomilaRosa

    ResponderExcluir
  3. Muito interessante amiga... É um bom tema pra gente refletir, principalmente eu que falo muito sem medir as palavras! =}}

    Tem eu e tu lá no blog hoje, espero que nao se importe! =}}

    ResponderExcluir
  4. Tina fiquei curiosa e vou lá ver esse livro.
    Enquanto lia seu post, fui imaginando um montão de pessoas que devem ler esse livro.
    Xerossssssss

    ResponderExcluir
  5. Caramba! Me interessei demais por esse livro! Vou agora mesmo procurá -lo.
    Valeu a dica! Bjs

    ResponderExcluir
  6. Oi Tina
    A AnaPaula é uma escritora fenomenal, os textos contém um pouco de humor de informação e de lirismo.Gosto muito.
    E essa dica sua é valiosa_ como são as palavras,que por sinal é a nossa mais cara companhia por esses lados daqui, não è?
    Graças a ela posso falar contigo e senti-la através do que expressa,
    Muito bom Tina
    deixo abraços

    ResponderExcluir
  7. Passando para te dar aquela cafungada no cangote :)
    bjsss

    ResponderExcluir
  8. Deve ser um excelente livro. Saber falar e saber escutar é uma arte que todos nós deveríamos exercitar.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Oi Tina, a Ana é maravilhosa!
    Adoro ler vc e ela.

    Beijos no ♥

    ResponderExcluir
  10. Tina, não conhecia o vídeo, é incrível!
    Esse livro nos faz mesmo refletir sobre como usamos as palavras, o silêncio.
    Vou reler neste feriado. Outros significados, melodias.
    Beijo

    ResponderExcluir
  11. Primeira vez que passo aqui e adorei esse post. Eu nunca tinha pensado sobre isso, o preço das palavras. Vou procurar esse livro porque me parece ser daquele tipo que te marca pro resto da ida né ?
    Muito bom o seu blog
    Beijos
    barradosno-baile.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Tina, genial! Faço meus a somatória de todos os comentários, rs...rs!
    Bacana a sua sensibilidade
    :)
    Manoel

    ResponderExcluir