18 de junho de 2013

Por mais

Por mais que não aumentar o valor das passagens de ônibus
Por mais qualidade nos transportes
Por mais respeito aos usuários acima dos lucros
Por mais hospitais, escolas
Prisões tão grandiosas como os estádios construídos
Pela falta de sentido de um estádio do porte do de Brasília
Pela presidente desconsiderar as vaias e os protestos e se manter posuda
Com informações de popularidade falsas
Pela valorização do movimento por parte dos brasileiros
Com um olhar apartidário
Mesmo que saibamos que há partidos envolvidos
E participantes com intereses exclusos
E grupos de arruaceiros
Contra o preço abusivo dos lanches em todos os estádios
Por uma imprensa menos conchavista
Pela cultura popular não ser desconsiderada 
Ao se proibir levar bandeiras e outros objetos aos estádios
O povo tratado como marginais e os marginais a solta
E o tal Feliciano como representante dos direitos humanos
Por qualidade de vida
Por não pagarmos os custos dos grandes eventos 
Que não temos condições estruturais, políticas, sociais de promover
Por muita coisa acumulada
Pela diminuição da violência por parte dos desordeiros e criminosos
E de quem deveria ser o símbolo de ordem e de pacificação
Por uma juventude que protesta e não que se entrega as drogas
A alienação, ao comodismo
Por cidadãos fazendo valer sua cidadania
Usando a imprensa e os olhos do mundo a nosso favor
Não é de carnaval, futebol e praia que vivemos
Precisamos de estrutura, de segurança, de saúde, de educação
De jovens e adultos reivindicando
Se mostrando indignados, atentos, vivos
Se entendo prejudicados, com senso critico
Fora do Facebook, nas ruas

11 comentários:

  1. Oiii Tina, acho justa e necessária todas as reivindicações mas acho que tem que sair do facebook mesmo por que só ficar curtindo e compartilhando a luta de outros é muito comodo! Bjoooss

    ResponderExcluir
  2. Nosso povo está finalmente enxergando que muito precisa mudar. Vi pessoas que viviam em seus mundinhos, fechadas, agora jogando lenha nesse fogo que começou e que não pode se extinguir. Vi pessoas finalmente tropeçando nos problemas e caindo de cara com eles; fiaram indignadas, resolveram sair às ruas. Que lindo é ver o povo lutando como está. Espero que permaneça.
    Na quinta estarei na rua, finalmente, para gritar com o povo daqui que nós queremos soluções.

    Avante!

    ResponderExcluir
  3. Isso é positivo: o brasileiro que estava tão passivo saiu do comodismo. E, como disse uma amiga virtual, não tem preço ver o recuo na fala das autoridades, dos policiais desarmados pós barbárie. Saimos, sim, do estado de inquietude. Até a bola da Copa das Confederações sumiu... Beijinhos:)

    ResponderExcluir
  4. Que muitos msis saiam, gritem, peça, reclamem os direitos, mas na paz, sem badernas e destruições do patrimônio como foi aqui em Poa. beijos,chica

    ResponderExcluir
  5. Aplausos,Tina!Eu amei o seu texto e já compartilhei.Parece até uma oração!Precisamos botar a boca no trombone e tomar cuidado com os que querem desviar o sentido real desses protestos, que é o cansaço dos brasileiros por tanta pouca vergonha nos governos.bjs,

    ResponderExcluir
  6. Gostei Tina. Não podemos perder o foco. Temos de seguir em frente com equilíbrio e bom senso. Bjs

    ResponderExcluir
  7. O problema não é o custo ter aumentado o problema é que aumentou e não estamos tendo retorno aumenta a passagem e não tem transporte público de qualidade são ônibus totalmente ruins então esse é o problema. O custo de vida alto. A dilma que um país de primeiro mundo mas não investe em educação. Tem grandes eventos agora no
    Brasil e pelo alto número de gringos vindo pra cá imprenssa e tudo mais, pelo menos aqui no RJ eles estão criando um "murro" com intuito de fazer "desenho" para esconder as favelas esconder a nossa realidade!
    E hoje o brasil acorda finalmente para lutar pelo nosso direito, e que isso mude o nosso país!

    Conheça meu blog? » http://marciagabriellaa.blogspot.com.br/?m=1

    ResponderExcluir
  8. Sim Tina. Você tem razão.
    Estamos no momento de muita inquietação.
    Que possamos agora mudar este Brasil que tanto amamos.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  9. Verdade passarinha! Precisamos de tudo isso! E como!
    Mas continuo acreditando que as mudanças, para que de fato aconteçam, tem que começar em NÓS!
    Sabe aquela frase de Gandhi: "Você tem que ser o espelho da mudança que está propondo. Se eu quero mudar o mundo, tenho que começar por mim." Concordo plenamente com isso.
    E essa mudança está nas nossas mãos...o voto! Votar com coerência, é o melhor caminho.
    Pois aqueles que elegeram o Tiririca...estão lá...com seus "cartaizinhos com frases criativas", gritando... querendo mudanças.
    Temos que reivindicar nossos direitos sim, mas mas não podemos de esquecer dos nossos deveres.

    Beijos amiga+passarinha+flor+reflexiva :)

    ResponderExcluir
  10. Tina, amiga passarinha, concordo com você em gênero e número. Só recomendo que mantenhamos a cabeça no lugar para que não se confundam os objetivos patrióticos de tudo isso.
    Valeu!
    :)
    Manoel

    ResponderExcluir
  11. Acredito que é assim que se faz mudanças mas com respeito ao ser humano, sem vândalos.
    Pena que este tipo de pessoa se aproveita de um momento importante ao país.
    Beijo Lisette.

    ResponderExcluir