11 de junho de 2013

Sobre David

Lá venho eu e minhas pesquisas sobre o que me encafifa. Sentem que lá vem história e sem ilustração, pois não achei nenhuma que me encantasse e fizesse boa pareja com a prosa.
Além de alimentar e praticar a minha fé dentro da religião católica, gosto de saber, ler, conhecer outras crenças, culturas e respeito todas as religiões que pregam e praticam o bem.
Em histórias, músicas e leituras sempre aparece o nome do Rei David. A figura de Davi é muito conhecida como a do pequeno pastor que derrotou um gigante chamado Golias. Eu confesso que além desse mito, não sabia exatamente a história dele e nunca me interessei ou por acaso li ou ouvi. Ai então, bateu a curiosidade e resolvi  pesquisar e compartilhar, com caráter informativo, sem nenhum cunho religioso. Quem quiser fazer adendos, sinta-se a vontade.
David significa literalmente: querido, amado e o famoso e cultuado David foi um dos mais importantes reis de Israel, descrito na bíblia como um homem de muitos dons, como o da música, poesia, filosofia e dos salmos, o que o levou a fazer o maior livro bíblico.
David é uma figura importante para a cultura judaica, cristã e islâmica. No judaísmo "Rei Davi", é o Rei de Israel e do povo judaico; um descendente direto seu será o Messias judaico. No cristianismo David é mencionado como um ancestral de José, pai adotivo de Jesus. No islamismo ele é conhecido como Daud, profeta e rei, filho de Jessé, da tribo de Judá, que teria nascido na cidade de Belém e se destacado na luta dos israelitas contra os filisteus. Tornou-se rei, sucedendo a Saul e conquistou Jerusalém, que transformou em capital do Reino Unido de Israel.
Como curiosidades extras, o nome de Davi é citado 1.139 vezes na Bíblia e a Estrela de Davi, que tem o formato de dois triângulos sobrepostos é um simbolo muito usado e também chamado de Selo de Salomão. Usar a estrela confere aos que creem cobertura e proteção ao corpo durante os combates da vida. No Hinduísmo, cada um de seus ângulos representa um deus da trindade: Brahma, Vishnu e Shiva.

12 comentários:

  1. Uma aula e tanto para quem, assim como você, conhecia com o aquele que derrotou o gigante.
    Sobre a estrela de David, não me recordo a fonte, mas já ouvi dizer que ela também significa equilíbrio, pelo fato de ter 6 pontas.

    ResponderExcluir
  2. Tina,muito bom, quanta coisa que eu não tinha conhecimento!Obrigada, por compartilhar suas pesquisas!
    Pedro está mandando um beijo!
    Pedro e Amara
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oi Tina, fiquei uns dias sem passar por aqui mas já me atualizei. Gosto muito de tudo que você escreve, mas gostei especialmente quando falou da Espanha gastando dinheiro nesta altura do campeonato com um jogador. Não que eu desvalorize o futebol ou os jogadores, mas cá entre nós é só um esporte e o país está precisando mais que isso no momento. Enfim...
    Gostei também de saber sobre Davi, muitas coisas eu não sabia.
    Parabéns pelos seus posts.
    Beijos
    Vania

    ResponderExcluir
  4. Dessa história, só sei que todos nós podemos vencer os gigantes que teimam em aparecer. A curiosidade fez a pesquisa! Beijos e ótima terça! :)

    ResponderExcluir
  5. Tina,
    Aqui em casa o amor de minha mãe pelo Rei Davi se reflete no nome do meu irmão mais velho, David, rs.
    A história deste rei é linda, e suas poesias (salmos) também. Acho que de todos os dons, é o que mais me atrai.
    Suas palavras as vezes penetram fundo no meu coração, principalmente quando há algum medo ou obstáculo grande demais...

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  6. Oi Tina, tudo bem? Conheci seu blog através da Ju (blog vou contar pra vc). Dei uma espiadela e gostei do que encontrei... sobre seu post, eu tbém sabia o 'básico' da história de Davi e achei muito legal poder saber um pouco mais sobre ele.
    Grande abraço e boa semana.
    Raquel
    www.eudonadecasa.com.br

    ResponderExcluir
  7. Olá Menina Flor de Laranjeira!! Como está nesta semana? Andei sumida, mas estou me organizando, hehehe!
    Eu sabia um pouco da história de Davi, mas fiquei sabendo aqui sobre a parte do Hinduísmo!
    Adoro ler e aprender contigo!
    Beijos, alegrias e olhares para o céu nesta semana!
    CamomilaRosa

    ResponderExcluir
  8. Adoro suas histórias!
    Passando para te deixar um soprinho e um beijinho :)

    Passa lá para vc conhecer o pé do moço! hehe
    em breve te mandarei novas fotos! o/

    ResponderExcluir
  9. Quanta coisa que eu desconhecia.
    Muito enriquecedor o post.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  10. Olá, Tina,

    Estava dando uma olhada rapidinha nas atualizações dos blogs que sigo, no blogger, e o seu post me fisgou, rsrs. Isto porque também sou fascinada por este rei. Para mim é como se ele representasse a própria humanidade, pois foi forte e também fraco (ou humano, se preferirmos vê-lo por um ângulo menos rigoroso). Foi muitas vezes grande, mas também se meteu em encrencas, como acontece com todos nós, rsrs. As muitas mulheres que ele teve foram fontes de complicações, como ocorreu com Bate-Seba (Betsebá) e Maacá (que era princesa). Esta Maacá foi a mãe de Absalon e Tamar, ambos filhos de Davi. Tamar foi estuprada por um outro filho de Davi, chamado Amnon, filho de outra mãe e mais velho que estes dois meios irmãos. Absalão, tempos depois, mata Amnon, para vingar a desonra da irmã. Tudo isso, naturalmente, fez o rei sofrer muito. No entanto, tempos depois, Absalão tenta destronar o pai e acaba morto por um soldado de Davi. O rei sofre horrores com a morte deste filho, a quem nunca deixou de amar. Mas Davi teve também Salomão, com Bate-Seba, e este como que compensou todas as agruras sofridas pelo rei, com os seus outros filhos. Salomão, que sucedeu o pai, é tido como o autor dos livros de Provérbios e dos 'Cânticos'. A análise da vida de Davi deveria lançar por terra toda a pretensão de grandeza ou superioridade, que algumas pessoas pensam ter, por conta de títulos de nobreza e coisas tais, pois este rei provou que acima de tudo somos todos humanos, portanto, falíveis. Mas Davi tinha uma vantagem sobre as pessoas comuns: era extremamente fiel à fé que ele tinha em Deus, por isso é dito na Bíblia que ele era um homem "segundo o coração de Deus".
    (ah, sei de tudo isso porque há anos estudo - por conta própria - os fundamentos das religiões, principalmente da minha, a cristã, rsrs).

    Beijoca

    ResponderExcluir
  11. Opa!...tem um deus Hindú chamado Brahma? sou fã dele rsrsrss
    brincadeira à parte, com todo o respeito, adorei suas pesquisas e explicações.
    Confesso que sou MUITO ignorante nesse assunto de religiões e personagens marcantes, importantes.
    Sei apenas que acho a figura de Jesus muito emocionante, sua vida, suas palavras e exemplos.
    Penso mesmo que Jesus foi "o cara" , um tremendo profeta, uma pessoa muito adiante de seu tempo, um visionario e irremediável humanista. Filho de Deus, sim, todos somos, mas ele foi tão especial que dois mil anos após, hoje, estamos aqui falando dele, tentando entender...
    Sobre Davi, aprendi um pouco mais hoje com você. E não querendo ser esnobe (não sou!) conheci o Davi de Michelangelo quando estive em Florença.
    Soberbo, magnifico! Um homem lindo, perfeito!
    Por isso gosto de vir aqui, sempre saio sabendo um pouco mais.
    Um beijo e boa noite. (por aqui está chovendo, que delicia, depois de muitas semanas de sêca).

    ResponderExcluir
  12. Oi Tina

    Bem esclarecedor. Obrigada. Quase nada sabia sobre David.

    Lindos dias para você.
    Bjs.

    ResponderExcluir