8 de julho de 2013

Lógica e poesia

Quando comecei a estudar pela primeira vez lógica, para concurso público, descobri que não há muita lógica na lógica e isso me deixou encafifada. Os exercícios, raciocínios, perguntas e respostas subliminares dão um ar interpretativo as questões e a interpretação geralmente não leva a resposta certa. Um professor explicou em uma das vídeo-aulas que assisti, o conceito dele sobre lógica e achei uma pérola poética, vale para se ver com poesia, para ver coisas onde aparamente não há, como sugere o personagem escritor de Morgan Freeman no filme: O reencontro, que super-recomendo. Ando recomendando muitos filmes por aqui e semana passada falei inclusive de um com esse mesmo ator, parta mim uma sumidade.
Voltando ao professor e sua definição, ele disse que lógica é procurar por um chapéu preto em uma sala escura sabendo que ele não está lá.
Poesia então é lógica pura, histórias, sonhos, tudo muito lógico, matemático, garantia de multiplicações, divisões, somas e algumas subtrações que fazem parte da vida, que dimensionam o valor do que temos.

10 comentários:

  1. Lindo te ler e iniciar a semana com tanta lógica e poesia entrelaçadas...

    beijos,lindo dia! chica

    ResponderExcluir
  2. Olá! A lógica é até necessária para encontrar-se um chapéu no escuro, mas o que você pode vai entender mais sobre o próprio chapéu já foge da lógica! abraços

    ResponderExcluir
  3. O poeta é aquele que encontra nas palavras o que nós, simples mortais, não conseguimos ver. Assim como a lógica a poesia nos faz defender nossos valores e crenças. E logicamente falando quero acreditar que este concurso público para o qual você está se preparando seja para poeta. Tem muito mais lógica nesta escolha.

    ResponderExcluir
  4. Folgo em saber que continuas encafifada.
    Bj!

    ResponderExcluir
  5. Adorei a definição do seu professor. :)) Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Fiquei sem lógica ao ler o texto....rsrsrs
    Bjos!

    ResponderExcluir
  7. Oiii Tina, Logica, Filosofia sempre deram um nó na minha cabeça, mas adorei a definição de poesia como logica, seguindo esse raciocínio faz todo sentido! Bjinhosss

    ResponderExcluir
  8. Tina, minha amiga passarinha. Genial essa sua postagem. Estou plenamente esclarecido sobre a lógica. Eu sofria com as mesmas dúvidas suas. Seu professor nos salvou de uma dúvida que poderia nunca ser resolvida, não é mesmo?

    Um abraço

    Lógico :)

    Manoel

    ResponderExcluir
  9. Oi Tina

    Seus textos sempre me encantam . Sempre fico encafifada com a lógica. Como não gosto de matemática a sua explicação me deixou mais tranquila. Fico feliz em saber que a poesia é como lógica.

    bjs.

    ResponderExcluir
  10. Bom dia, Tina
    Fiquei meio perdida dentro de tanta lógica.
    Concordo e assino embaixo quanto ao filme que recomendou. Gostei muito também.
    bjão e um excelente feriado.
    mari

    ResponderExcluir