5 de agosto de 2013

Por mais perguntas

Resolvi lançar uma campanha de destravação de línguas, um pedido de mais perguntas, um manifesto de rua, internético, local, mundial, interplanetário que vou inaugurar com uma coletânea, para uma questão que venho buscando respostas desde o dia 25 do mês passado, dia do escritor. Lá vai:
Porque não ouvi falar no jornal nacional, nem teve nenhum comercial, seja na tv, por e-mail ou jornal sobre esse dia? Podia ser mais um dos muitos incentivos ao consumo, esse eu até aprovaria.
Podia ser institucional, de algum partido político ou do governo federal, estadual, da prefeitura. Podia ser das grandes livrarias e editoras. Podia ser marketing das mil malas diretas que recebemos por e-mail. Eu que já fiz contato com muitas editoras, podia ter recebido um e-mail sugestivo para que eu passasse a ser a mais nova parceira, eu ia me achar e quem sabe não me rendesse. 
Grandes nomes podiam ter sido lembrados nos muitos programas que passa nos canais abertos e fechados nas quintas feiras. Nem minha amiga escritora Ana, que mora em Sampa, com quem troquei essa indagação,  nem eu aqui em terras baianas, não ouvimos falar na data, em nenhum lugar. Alguém ai ouviu? Alguém leu alguma coluna, crônica, nota de pesar de algum escritor sobre a desvalorização e desprezo ao dia?
Tanto os mortos que são os prediletos para especiais, quantos os vivos, tantos tão bons e muitos que vivem sabe Deus como da escrita (peço a Amado para se juntar a campanha e perguntar lá em cima a ele), merecedores de homenagem.
Seria uma ótima oportunidade para falar de números, em especial dos números sobre o livro de poesia do Paulo bigodudo poeta e brasileiríssimo na lista dos mais lidos. De propor um perfil evolutivo nos gostos e mentes, incentivar a leitura, prestar conta dos Planos municipais do livro e da leitura e quem sabe lançar um Plano de incentivo a escrita e a publicação.
Você que passou por aqui e leu sobre o dia, se sabia ou não sabia, deu parabéns a algum escritor? Conhecido, próximo, distante? Fez uma homenagem a algum que gosta, comprou um livro para comemorar o dia?
As respostas certas, não importam, o essencial é que as perguntas estejam certas, disse Quintana. Que não hajam respostas mas haja mudança, para mim já tá de bom tamanho. Espero então até o ano que vem, quem sabe, pela tv, rádio, jornal, por e-mail, torpedo ou rede social eu me alegre e surpreenda. Vou apostar na aposta de Leminsk: "Isso de a gente querer ser exatamente o que a gente é, ainda vai nos levar além". Amém!

12 comentários:

  1. Indignação que vamos guardar por mais um ano... Eu somente vi nos blogs homenagens aos nossos escritores, nada mais, nada vindo das editoras, emissoras.
    Que Jorge Amado dê uma forcinha lá de cima.
    Voltarei mais tarde, porque talvez só eu não tenha visto.
    Bj

    ResponderExcluir
  2. Não vi nadinha nos grandes meios de comunicação. Só nos blogs, especialmente naqueles que se dedicam à publicação de textos e que são feitos por pessoas que gostam de pensar. Bora então preparar para o próximo ano e, com antecedência, avisar a todos que o dia está chegando.

    ResponderExcluir
  3. Também nada vi, a não ser nos blogs e carinhos de amigas para amigas. Pena! Até quando isso? beijos,chica

    ResponderExcluir
  4. Tina
    acho que a resposta a sua pergunta è simples, escritor quer dizer livros, livros quer dizer cultura, e cultura quer dizer,
    pensar com a propria cabeça, quer dizer liberdade !!!!!
    e a liberdade assuta.


    bacione

    ResponderExcluir
  5. A não ser nos blogs a data passou em branco...É uma pena que tenha sido assim.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Boa tarde Tina!
    Ótimo questionamento... só vi no facebook, nada além...
    Me perguntei a mesma coisa, como deixaram uma data tão significativa passar em branco? Uma data culta e inteligente!!

    Que em 2014 seja diferente.

    Beijão e uma semana abençoada e iluminada para vc!

    Nanda Pezzi

    ResponderExcluir
  7. Vc vai dar risada, mas eu recebi o parabéns pelo dia, apesar de não me considerar escritor, porém, como Saramago escreveu: "Somos todos escritores, só que alguns escrevem e outros não." Então, vamos incentivar a leitura, quem sabe formando mais escritores, teremos mais pessoas lembrando desse dia. Bjos, Tina.

    ResponderExcluir
  8. Tina eu também só vi nos blogs. Cumprimentei sim alguns. Infelizmente a mídia não tem o menor interesse em incentivar nada ligado a cultura a não ser a que lhes rende um dinheirinho.
    Mas o tempo falará mais alto, eu acredito.
    bjs
    Vania

    ResponderExcluir
  9. Pelo visto, pelo lido... nada a altura.
    Vou apoiar a esperança do Eder Ribeiro.
    beijo

    ResponderExcluir
  10. Não vai acreditar (porque não?) mas eu recebi um cumprimento (unzinho!) no facebook.
    e sabe de quem? da minha filha Juliana (filho é pra isso). Ela acha que eu sou escritora (rsrsrs) e postou lá uma homenagem a mim. Fiquei comovida, mas realmente não vi mais nada na TV ou jornais. E dos blogs ando meio distante, portanto ...penso que falhei com meus amigos escritores. Perdão!
    Vou também ficar com a esperança do Eder Ribeiro. Aliás não conhecia esse comentário de Saramago. Muito bom!
    Beijos amiga lindinha!

    ResponderExcluir
  11. Tina, querida, você foi das poucas que lembrou e valorizou a data. Confesso não ter visto nada, em programa midiático nenhum. Porém, confesso também minha culpa: estive em ritmo de férias com minha criançada, então me ausentei também da blogosfera e do ambiente virtual, estou retornando somente nesta data para visitar os amigos e matar as saudades. Como vês, estou aqui fazendo leitura atrasada! rsrsrs
    De qualquer modo, muito importante este seu apelo, necessário em tempos atuais, quando pouco se lê e pouco se incentiva em termos de produção literária. As emissoras de tv, principalmente, deixam muito a desejar nesse sentido!!!

    Um grande beijo e minha gratidão por seu carinho!

    ResponderExcluir
  12. Tive um pouquinho de culpa. Não parabenizei os colegas, não escrevi nada sobre. Só não digo que passei por cima da data, pois passei por aqui no dia e tomei um café enquanto lia seu texto sobre o dia do escritor, que por sinal foi enriquecedor. Principalmente pela bela citação de Moacyr Scliar.

    Também não vi nada sobre. E geralmente, em datas assim, aparecem notícias sobre aqueles que já foram, os que marcaram, os que foram polêmicos, os que brilham. Nada havia por aqui.

    Uma boa reivindicação :)

    ResponderExcluir