21 de setembro de 2013

Não a perfeição crônica

Ilustração de Gustavo Aimar
O nome da pintura é Autoboicot
E achei sintonicamente na busca por uma imagem para o texto que segue
Não existe ser humano perfeito, nem vida perfeita, sem erros, sem dores. Entrar nessa exigência do mundo atual de estar sempre sorrindo, de não ser aceito um dia estarmos para baixo, ou mais de um dia, por motivos aparentes ou por estarmos mais sentimentais, saudosos ou seja lá o que for.
Alguém está doente, de repouso, se recuperando física e mentalmente e há quem fica como formigas em doce querendo arrancar a pessoa de casa, como se o mundo fosse acabar por ela estar em pausa. E isso é um exemplo ameno, tem que não deixa o amigo ou familiar viver o luto, quer que a pessoa aceite e mude de humor e de sintonia como quem muda a estação no rádio. Tem quem não dorme, por contas, calor, barriga cheia ou tudo junto, um ou dois dias seguidos e antes de cogitar identificar os motivos, toma remédio para dormir.
Tem quem vê um amigo passando por problemas com bebida, com drogas, com comportamentos impróprios e ao começar a se tratar, tomar remédios, desacelerar, estranha e incentiva que ele volte ao "normal", com uma definição de normal completamente distorcida e nessa euforia desenfreada leva a pessoa para lugares onde o que lhe faz mal é o prato principal, tudo em nome do sorriso fácil e a qualquer preço.
Há felicidade no silêncio, debaixo do cobertor, em salas de cinema nas sextas a noite, além da bebida, além da gargalhada e da dança. Há palavras e riqueza no silêncio que muito pouco se faz, na falta de pressa, de compromissos. Cada uma em seu ritmo, a seu tempo, sem padronização ou perfeição como bandeiras de salvação.
"Na vida, estamos constantemente descobrindo o que nos faz buscar nossa inteireza. A metáfora é interessante e pode nos ajudar a compreender melhor: o mosaico é feito de partes; essas partes se conjugam e compõem uma única peça. São inúmeros e pequenos significados que constroem a trama do mosaico. A pequena peça é fundamental para a construção do todo, e por isso não pode ser negada, separada. Assim somos nós." Palavras de Padre Fábio de Melo, que fala muito nesse assunto no livro: Quem me roubou de mim, onde são abordados os roubos pelos outros e as vezes por nós mesmos dos pedaços de nosso mosaico, dos pedaços bons e ruins que compõe o nosso todo, o sentido de ficar triste, chorar, errar, o valor que há no que é ruim, o que os erros nos ensinam, como as perdas e dores fazem dimensionarmos o que temos de bom, o que almejamos, tudo parte do que somos e do que podemos ou não vir a ser, depende de como lidamos com cada pecinha.
As dores, a saudade, a insatisfação são partes da vida e esses sentimentos não devem ser maquiados, medicados, desconsiderados por um viver por fora crocante e por dentro bolorento. Que cultivemos mais de humano em nós e a nossa volta. Bom final de semana!

10 comentários:

  1. Riquíssimo seu texto sobre o sentir, o viver em sua não perfeição, mas quero me ater lá no finalzinho, onde você fala sobre a medicalização do viver. Tristeza, saudades, devaneios, erros tudo maquiado com remédios. nos roubando, nós de nós mesmos. Remédio para dormir, outro para acordar e não duvido já haver algo para incômodo de passarinho.
    Um sábado de braços abertos para a vida, fazendo o melhor, iluminando por onde passar, mas se for preciso chorar, aquietar, que assim seja.
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Muito lindo e palavras bem colocadas. Não dá pra esconder nossos sentimentos.

    Fico olhando boba para os que querem apenas mostrar a felicidade ,a alegria e bondade; Não! Não somos santos. Temos gana de grudar o pescoço de alguém,sr temos raiva, ficamos p da cara com as vergonheiras, com a falta de tudo nesse país. E temos que mostrar nossa indignação sob risco de se não o fizermos, criaremos úlceras no estômago. Colocar pra fora o que sentimos no momento pode ser perigoso,mas assumo o risco! beijos,chica

    ResponderExcluir
  3. Definitivamente não tem como travar num estado só e sair por aí achando que a felicidade é obrigada a se encaixar em qualquer espacinho, mesmo no pior dos dias. Sou um praticante dessa filosofia, pois quando vejo que a felicidade não acha vaga no coração de uma pessoa naquele momento, tudo o que faço é doar o meu abraço. Não há palavras minhas que possam fazer muito, além de dizer que estarei ali.
    São situações e situações, às vezes cabe um papo, às vezes é bom o silêncio. O importante é que saibamos que sim, somos feitos de pedacinhos, e não adianta querer montar tudo de uma forma única, porque não funciona. É fácil dizer: "vamos lá, existe uma vida lá fora, levanta dessa cama" quando não é você quem está lá, sofrendo. Pois apoio que o espaço deve ser dado a cada um, nas mais variadas situações.

    Adorei o texto, Tina.

    Bom final de semana!

    ResponderExcluir
  4. Quantas vezes tentamos colocar tudo pra fora, mas
    nem sempre achamos o momento certo , por medo
    e o que resta muitas vezes é ficar se policiando do que deve ou não dizer
    mas seu texto é muito rico vale uma reflexão

    Tenha um bom final de semana
    Bjussss

    Abraços com carinho

    └──●► ¸.·*Rita!!

    ResponderExcluir
  5. Oi flor!

    Desabafo seu que me serve de alento para aqueles dias que a positividade tá distante. E como cobram da gente sorrisos forçados, né?
    Texto perfeito !

    Beijos

    selma

    ResponderExcluir
  6. Que ótimo texto, Tina
    Era o que eu precisava ler hoje
    Lindo final de semana para tí
    Beijinhos de
    Verena e Bichinhos

    ResponderExcluir
  7. Ai Tina,
    Eu amo isso aqui! Você fala por mim!! =D
    Eu copie uma parte que vou espalhar por aí (com os devidos créditos), porque achei tão lindo, tão verdadeiro, tão sincero! Obrigada por escrever por nós!

    "Há felicidade no silêncio, debaixo do cobertor, em salas de cinema nas sextas a noite, além da bebida, além da gargalhada e da dança. Há palavras e riqueza no silêncio que muito pouco se faz, na falta da pressa, de compromissos. Cada um tem seu ritmo, sem padronização pu perfeição com bandeiras de salvação".

    ResponderExcluir
  8. Amei este teu post Tina...
    Me identifico tanto com o que escreves...
    Acho isto lindo também.
    Bjs
    Vania

    ResponderExcluir
  9. Boa noite amada!!!! Lindo seu cantinho... estou encantada com tudo.... já estou te seguindo pra sempre... voltarei outras vezes para te visitar...
    Deixo um beijo e fique com Deus
    Sol

    ResponderExcluir
  10. O mundo não é feito só de momentos bons....
    Beijo Lisette,

    ResponderExcluir