15 de outubro de 2013

Amada língua portuguesa

Hoje pelo dia dos professores, eu, formada em Letras vernáculas,  trouxe aulinha de português, com minha admiração e reconhecimento do valor da profissão, dessa matéria em especial, minha critica aos muitos profissionais nada profissionais, aos que são heróis Brasil e mundo afora, aos bons professores que tive e de quem me lembro nomes, jeitos, aos de meu filho, a quem ensina, educa, inspira.
Semântica é o assunto do dia. Acho linda essa palavra, soa manhosa. E acho esquisita a sua parenta: morfossintaxe, parece uma fotossíntese mofada. Devaneios linguísticos a parte, quem não tem muita intimidade com a Língua portuguesa, gosta mais da simpática semântica do que da nada sintética morfosíntese.
Li na Revista da Livraria cultura e trouxe para compartilhar, para falarmos e pormos os pontos nos is e o pôr no lugar de colocar. Não entendeu nada? Segue a explicação: 
"Muita gente, pelo menos quando escreve, parece ter banido do vocabulário o verbo “pôr”, substituindo-o pelo sinônimo “colocar”, aparentemente mais formal ou, quem sabe, elegante.
É por isso que já terá o leitor topado com construções como colocar um imóvel à venda,colocar um projeto em prática, colocar as contas em dia, colocar um tema em discussão, colocar uma pessoa em contato com outra, colocar um plano em ação, colocar a reforma política em pauta e muitas outras similares.
Convém lembrar que o verbo “colocar” vem do latim (“cum” + “locare”), o que lhe dá o sentido original de “pôr alguma coisa em seu lugar”, enquanto o verbo “pôr” funciona não apenas como verbo pleno, quando seu sentido se emparelha com o de “colocar”, mas também como verbo-suporte, situação em que constitui com o substantivo seguinte um todo semântico. Assim, pode-se dizer que é um elemento constituinte de algumas expressões: pôr em destaque (destacar), pôr em ação (acionar), pôr em prática, pôr em pauta, pôr em votação, pôr em dia, pôr à prova etc.
A franca preferência pelo verbo “colocar”, sobretudo nos textos da imprensa e do universo corporativo, faz parecer que estamos diante de um modismo. Como sabemos, porém, não existe sinonímia perfeita. Os termos carregam traços semânticos que lhes são próprios, seja no sentido denotativo, seja no plano figurado da linguagem. É por isso que tanto mais adequada será a escolha vocabular quanto mais considerar as nuances e sutilezas de significado de cada palavra."

9 comentários:

  1. Linda aulinha,bem dada e tudo muito bem "colocado",rs aqui...beijos,tudo de bom e beijos para todos os professores! chica

    ResponderExcluir
  2. Para todos os professores um feliz dia, não só hj mais sempre =)

    ResponderExcluir
  3. A língua portuguesa e suas particularidades... Ótima aula Tina! Saudades, um beijo. (Sei que talvez vc não goste, mas seria muito bom que vc tivesse um facebook.)

    ResponderExcluir
  4. pois é, já ouvi todas essas expressões com "colocar" também... Confesso que acho bem esquisito dizer "pôr" e "bota", kkkkkkkkkkkk, "colocar" parece mesmo mais elegante ;-)

    bjs

    ResponderExcluir
  5. Gostei da aula amiga, ainda tenho muito o que aprender sobre a arte da escrita rsr Bjinhosss

    ResponderExcluir
  6. Tina,sua aula foi muito importante! Vou reparar como escrevo,nunca tinha observado! Parabéns pelo nosso dia,colega! Ah! Gostei do cartão que o Alexandre fez e vc me indicou,muito inteligente.bjs,

    ResponderExcluir
  7. Ai, amiga Tina, e quem sabe sem consultar esse nosso português mais complicado? Língua rica, mas danada que só!
    [Beijos e queijos]

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Maravilhosa essa aula!
    Parabéns pelo seu dia!
    Professor é aquele que estende a mão, inicia o diálogo e encaminha para a aventura da vida.
    Carinhosamente

    Blog: Femme Digital- Mãe, Esposa, Mulher!

    ResponderExcluir
  9. hahaha adorei!

    Gente uso demais esse COLOCAR... vou colocar reparo nisso hahahahaha

    Beijos!

    ResponderExcluir