29 de outubro de 2013

Dona recordação

Lá nos idos de mil novecentos e antigamente as pessoas subiam no telhado para ajeitar a antena externa e a tv melhorar o sinal e haviam sob as tv´s antenas de diversos modelos, que para melhorar a qualidade era um tal de subir e descer as pobres, abrir, colocar armengues, trocar a tv de lugar, tudo isso em busca de uma imagem melhor. Hoje os sinais digitais dão variações em tempos muito chuvosos, vez em quando e do 3D a multi tela, funções e qualidade de imagem são coisas passadas.
Dessa lembrança me vieram outras como o uso do dedal por quem costurava, para a ponta da agulha não espetar no dedo,  eram de metal ou plástico, alguns de prata e quem sabe até ouro, simplórios ou chiquetosos, intactos ou muitos rabunhados e consumidos pelo uso e pelo tempo, eram herdados de mães, avós, tataravós. Peças de família, de recordações, de costurices que bem podiam e deviam ser usados ainda hoje e feitos personalizados e temáticos fazendo uso da modernidade. Fica a dica para ter um na caixa de costuras, presentear, usar como lembrancinha de eventos.
Acho interessante como os objetos tem esse papel, além de suas utilidades e reutilizações, há um que de memórias neles, um fio invisível que nos conduz a lembranças e devaneios.
Caneta Bic, Faber Fix e Kilométrica fizeram parte de minha história escolar e também uns cadernos dos pequenos e dos grandes, tipo brochura (sem espiral), chamados Caderflex, com capas de uma cor só, que usávamos um para cada matéria. O clássico, como a clássica Moleskine, era o vermelho. Lembrei dos blocos de papel de escrever cartas, com folhas pautadas e finas. Objetos de minha memória e da de tantas pessoas.
Fecho o momento Dona recordação com o pedido de comentários com listinha de outros itens e recordações de tempos passados e engomados. Sirvo um cafezinho pra modi a gente prozear, em um joguinho de chá de brincar de casinha, com biscoitos Tostines finos em uma cestinha de vime com paninho dentro e umas bolachas água e sal em pote de alumínio escrito biscoitos por fora para quem tá de dieta ou tem predileção por belisquetes populares.

17 comentários:

  1. Lindas recordações e saudade e uma das maiores que coloco no topa é a saudade de poder ver crianças livres brincando nas ruas, sem grades!!! E a da simplicidade em tudo, desde brincadeiras, até os adultos que tudo insistem em complicar que deveriam se voltar para ela novamente!!beijos,lindo dia! chica

    ResponderExcluir
  2. Oi Tina,

    antigamente a vida era mais gostosa, as crianças brincavam nas ruas (pipas, amarelinhas, pega pega). Agora só computadores e video games.
    Vc acompanhou uma matéria no Fantástico?
    Levaram uma família para um casa, onde não tinha computador, micro ondas,sem modernidade alguma.
    E é claro que tudo foi difícil para eles.
    Toda essa modernidade facilita a vida da gente, mas tb nos torna dependentes demais.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  3. Bom dia, Tina
    Você lembrou das antenas e eu do senta e levanta pra mudar de canal.Como vivíamos sem controle remoto? Outro ítem que veio a minha memória foi a máquina de costura de vovó: não tinha pedal e era movida a uma manivela lateral: que dificuldade!!!!
    Mas....de qualquer maneira são lembranças boas.
    bjão e um ótimo dia.
    mari

    ResponderExcluir
  4. BOM DIA MINHA QUERIDA !
    ADORO RETROCEDER NO TEMPO E REVIVER ESSAS LEMBRANÇAS DA QUAL ME FAZ ESCREVER O LIVRO DA MINHA VIDA ...
    BJSSSSSSSSSSSSS

    ResponderExcluir
  5. E o barulhinho gostoso dos telefones de disco?

    Que delícia recordar!

    Adorei!

    Um beijo,

    Renata.

    ResponderExcluir
  6. Recordar é viver...Sei que é manjado...mas é :)
    Passando para deixar um abraço e uma cafungada no cangote! o/


    ResponderExcluir
  7. Bom recordar situações que vivenciamos e os anos deixaram, apenas, a saudade.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Olá, querida Tina
    Me lembro demais das cavaquinhas e das balas de groselha que meu pai amado me dava pra merenda...
    Tudo foi bom na escola para mim!!!
    Como foi bom vc fazer um post que me touxe boas recordações!!!
    Bjm de paz e bem

    ResponderExcluir
  9. Lembro de tudo isso que vc sitou Tina. Mas tb lembro das coleções de papel de cartas (lindos, delicados...)... Tempo bom aquele #nostalgia #saudade #boaslembranças

    Beijão

    Nanda Pezzi

    ResponderExcluir
  10. A lista pode ficar imensa. Lembro da maquina de escrever, disquete,
    Videocassete, usar papel carbono para fazer cópias, telex, secador de cabelo com pedestal que pareciam capacetes espaciais.

    Mas quer saber do que eu realmente sinto falta? De dar (e receber) atenção total durante uma conversa porque a cada momento somos interrompidos por mensagens de textos, recados no Facebook ou blog, chamadas no celular. São os novos tempos, fazer o quê?

    ResponderExcluir
  11. Não tenho muito dessas lembranças, mas tenho lá as recordações de pouco tempo atrás (já que a coisa vem mudando bem depressa), o videocassete, as TVs e os programas de antigamente. Nada de computador, a diversão era o quadro mágico, inventar brincadeiras, correr no quintal.

    Dona recordação faz bem :)

    Fico pro café.

    ResponderExcluir
  12. Ah! Viajei no tempo...
    Agora vou te contar um segredo, lá no meu sítio a TV tem antena em cima daquelas que gira um botão, que eu sempre acho que não vale nada e pasme, a TV só funciona mesmo quando coloco Bom Bril nas pontas da antena, rsss, eu juro!
    Como é bom recordar... E melhor ainda é ter histórias pra contar!
    Eu sempre fico feliz quando passo por aqui.
    Bjs
    Vania

    ResponderExcluir
  13. Tina , dessa lista só conheço o Moleskine e o dedal minha vovó tem e ela ainda usa!
    Beijinhos
    Pedro

    ResponderExcluir
  14. Nossa, me lembro de tudo o que você postou!
    Kilométrica a caneta simpática,por um preço milimétrico! Não esqueço nunca!rsrsrs
    Arrozinho Flocos Doce, eu amava também!
    Bj

    Femme- Mãe, Esposa, Mulher!

    ResponderExcluir
  15. Que lindo o seu blog, to seguindo! Passa lá no meu blog também!
    Bjos

    http://rosemarylima.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Olá... quando vou às papelarias (as meninas perdem tudo) fico paquerando as novidades. Hoje é tudo colorido e há tanta variedade. Mas sou apaixonada por aquelas borrachas simples de colocar nos lápis. Minhas filhas não gostam e preferem lapiseira ou lápis que já vem com borrachinha. Gosto também das massinhas de modelar, das antigas,que secavam rápido. Canetinhas, lápis de colorir então.... sou apaixonada! Beijos! :)

    ResponderExcluir