5 de outubro de 2013

Polvilho de costumes e culturas

Para começar vou fazer confissões, uma é que acho fofa, gostosa de falar a palavra polvilho, palavrinha comum em receitas: polvilhar a assadeira, a massa. Confissão de número dois é que tenho uma agonia horrível ao pegar em farinha, espalhar na mármore então, nem pensar, só de ver a imagem me arrepio. Mas adoro tudo com farinha de todo tipo e biscoitinhos de polvilho, eu amo e sou capaz de comer um saco do tamanho dos de farinha de feira se não me tirarem de perto deles, acompanhados de cafezinho então, sai da frente.
Tenho exigências, eles tem que estar bem novinhos, torradinhos e desmanchando. Não sei se tem esse biscoito em todo Brasil e mundo afora, mas em terras nordestinas é de praxe e leva nomes populares derivativos de leveza como avoador, voador, biscoito de vento.
De polvilho a povos, uma coisa que é tão comum aqui no nordeste e tão estranha para quem é de outros lugares, pelo frio, por não serem locais litorâneos ou pelo hábito local, é homens andarem sem camisa e mulheres de shortinhos e camisetas e sair de casa de cabelos molhados. Engraçado como é tão comum aqui e estranho por ai. E assim são outros costumes, como o de dar um beijo num lado e outro no outro do rosto ao cumprimentar ou um beijo só. Tem as mil maneiras de chamar o garçom e tantas outras coisinhas. Na minha opinião isso tudo é muito legal e não deve ser disfarçado, quando por gosto pode até ser copiado, adquirido-se novos hábitos, mas cada detalhinho desse nos representa.
Somos raízes e asas, eu por exemplo, tenho orgulho de ser nordestina, acho lindo falar francês, acho chique usar sobretudo e sobretudo acho chique ter estilo pessoal e identidade própria, respeitar a diferença, saber-se parte de um mosaico e ver os outros e suas culturas, como peças que se completam.

8 comentários:

  1. Adorei a imagem, adoro mexer com farinhas, moldar massas, jogar pra cima e ver as carinhas das crianças imaguinando que vão cair no chão,rs...Agora já sabem e nem se espanta,!

    Mas gostei de ler a polvilhada aqui...

    passaste e jogaste o pó por todos os lados e também adoro ver as diversidades e o sotaque nordestino me encanta!

    beijos,chica e lindo fds!

    ResponderExcluir
  2. Amo polvilho e pôrvida nas coisas! ; )

    Abraços poéticos, Tina!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, e falando em polvilho e pôrvida, vou ver se consigo pôr vida naquela história de ser tão sertão, ok? Não esqueci! ; )

      Excluir
  3. eu também adoro biscoitos de polvilho, quando estudava tinha uma padaria que vendia eles,perto da minha escola, e eu no intervalo corria para comprar biscoitos.
    bom fim de semana

    ResponderExcluir
  4. Lindas palavras Tina, adorei!
    Bjnhs no ♥

    ResponderExcluir
  5. Olá!!!, Deus te abençoe boa tarde, amiga tenha ótimo final de semana biscoito de polvilho é uma delicia eu amo, SUCESSO AMIGA.
    já estou te seguindo aguardo retribuição.
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br
    Canal de youtube: http://www.youtube.com/NekitaReis

    ResponderExcluir
  6. Usar sobretudo nestas terras? Nem pensar... Venha para cá, hoje o dia está friorento e convida a um café feito no coador de pano e biscoito de polvilho (de todos os tamanhos, cores e sabores).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que vontade de poder dizer: Tô indo!

      Sobretudo só em viagens, aqui nem camisa de manga de malha fina dá pra suportar anão ser no ar-condicionado.

      Excluir