13 de novembro de 2013

Malaquice

Não! Não quis dizer maluquice, nem macaquice e escrevi errado. Malaquice diz respeito a esperteza. Como assim? Eu não sei explicar ao certo, bem que pesquisei e nas minhas buscas descobri que existem muitas letras de samba e forró com o nome Malaquias.
Tive até a honra de meu pai, que é todo trabalhado na seriedade, gosto musical restritamente hispânico e aversão a falar ao telefone, cantar uma música do trio nordestino para mim quando telefonei para investigar se ele sabia algo sobre essa relação entre o nome e o mito. Quem conhece ele vai concordar que isso é de entrar para história.
Cismei que a fonte seria o Malaquias bíblico, que sabia ser cobrador e em referência a fama dos cobradores serem safos imaginei que havia alguma relação, mas não achei registros. Será algum Malaquias de uma história local ? Ou de alguma lenda urbana, algum personagem do cinema, da tv, de algum livro? Quem souber, desconfiar ou tiver sugestões, fica a vontade para contar. Vou adorar saber alguma ou muitas histórias.
Essa curiosidade da relação de Malaquias com Esperteza se deu com uma frase dita num papo entre amigos, por um amigo de um amigo a quem até então eu não prestava muito atenção ao que dizia, pois ele fala como uma vitrola enguiçada e muda de assunto na velocidade da luz. A criatura falante disse num contexto em que contava suas peripécias mais ou menos assim: "Ai eu, Malaquias, fiz isso isso e isso". Meus ouvidos pararam de ouvir no nome e minha mente começou a procurar explicação, afinal ele não se chama Malaquias e eu não sabia que Malaquias queria dizer nada sobre ninguém, meu marido sabido me explicou que era um nome sinônimo de esperteza, como Zé Mané é de desesperteza. Havendo ainda um desdobramento linguístico local: Malaco, que aqui na Bahia é codinome desse perfil de pessoas cheias de manhas e artimanhas, descoladas.
"Malaco véio" nesse contexto seria um Malaquias com phd e essa expressão arrisco, sem modéstia, como chute de Neymar, ser uma variante de "Macaco velho", que é sinônimo de esperto de carteirinha. E lá fui eu atrás da origem da expressão do macaco já que do malaco nada descobri e achei a seguinte pérola: "Macaco velho - Expressão muita usada no nordeste para definir uma pessoa que tem experiência de vida e astúcia e não cai em esparrela". Eis que me vejo na obrigação de explicar o que é esparrela, optando por nojinho a só dizer que é cair em uma cilada.
Voltando ao foco, a origem de macaco velho ser esperto, para eu fechar explicando alguma coisa, advém do ditado popular: "Macaco velho não põe a mão em cumbuca", que refere-se ao fato de existir uma árvore chamada sapucaia que dá um fruto em forma de cumbuca. Quando esse fruto amadurece ele desprende por dentro pequenas castanhas e os filhotes de macacos enfiam a mão na abertura da fruta a fim de pegá-las e ficam presos, só conseguindo tirar as mãos quando as fecham e abandonam o fruto.
Para incrementar, cabaça é o fruto de uma árvore conhecida como cabaceira, desse fruto se faz a cuia, instrumento muito usado pelos índios para transportar água e quando cortado ao meio, ao se fazer um buraco no miolo vira uma vasilha para colocar grãos, farinha, frutos e ganha o nome de cumbuca.

6 comentários:

  1. Bom dia Tina... vivendo a aprendendo... não conhecia essa palavra, mas gostei.
    E por falar em palavra, eu descobri que uma que adoro, não existe no dicionário... mas gosto de usar... "Deliciante"...
    Mas, a sua tem até samba!]
    Gostei!
    bjs
    Ritinha

    ResponderExcluir
  2. Adoro aprender com tuas divertidas formas de ensinar!Muio legal!! beijos,lindo dia!chica e isso ,do teu texto e como sempre útil, só é possível pois tem um olhar atento por onde passas e no que ouves! beijos,chi8ca

    ResponderExcluir
  3. oi Tina

    Aprendi muita coisa hj no seu blog.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  4. Tina,vc sempre com textos interessantes! Não sabia que Malaquias era usado para esperteza tb! Gostei da sua cronica! bjs e boa semana,

    ResponderExcluir
  5. Sempre aprendo com sua estórias Tina, você é uma grande contadora de estórias, parabéns!
    Um abraço carinhoso e tudo de bom sempre.

    ResponderExcluir
  6. Hahahaha vc é ótima e ensina de um jeito incrível!

    Gosto de aprender com teus textos!

    ResponderExcluir