11 de dezembro de 2013

Nadezas

Tudo merece um olhar
Se o ruim para o bom valorizar
Se o bom para a alma adornar
Nada é por acaso
Acaso decidamos questionar
Nada é em vão
Tudo e nada
Razão e emoção
Parece filosofia, loucura, mas é pura sanidade, é simples, claro e de muita utilidade entender que tudo é cheio de nadas e que tem nadas cheios de muitas coisas. Como o muito que há nas pausas entre uma palavra e outra, um assunto e outro, um dia e outro, uma e outra canção.
Na pausa, no nada, reside o processamento da informação, suspiros, intenções, emoções. Aproveitemos tanto a bolha de sabão quanto seu estourar, o dente de leão em flor e no ar, a agitação e o descanso, os sons e o silêncio. Existem muitas coisas escondidas no nada e nada onde parece haver muitas coisas.

7 comentários:

  1. Aproveitemos cada momento bom pois precisamos deles. E adorei teu texto e a ilustração, o máximo! beijso,chica

    ResponderExcluir
  2. Eu não entendi nada, mas vou sair daqui cheia de tudo.
    "Nada é em vão".

    Carol
    www.umblogsimples.com

    ResponderExcluir
  3. Tina

    Por isso não podemos dizer que não estamos pensando em nada rs...
    Essa é uma desculpa pra gente não expor nossos pensamentos.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  4. Sabe Tina, as pessoas têm tanto medo do nada que perdem uma oportunidade de enriquecer-se tremendamente. Ficam ocupando qualquer espaço com ruídos, distrações….Mas o nada é um espaço pleno de potenciais, de renovação e descanso.
    Bjs querida
    Amei a foto e o seu poema!

    ResponderExcluir
  5. E as pequeninas coisas que devemos sempre valorizar. Linda imagem e o texto sempre com um conteúdo que nos leva a pensar.

    ResponderExcluir
  6. Amei, Tina! ; )
    Muito obrigado por usar o NADA! ; )
    Abraços poéticos!

    ResponderExcluir
  7. Unidade e simplicidade em meio a sons e silêncios.
    Beijo!

    ResponderExcluir