23 de janeiro de 2014

Coletivo de maravilhas

Tinha aqui a foto desse bicicleta das antigas
E trouxe para ilustrar
Como referência de preservar
"É coletivo de maravilhas 
Quando junto o conjunto homem brilha
É preciso alcançar o arquipélago
Para que o sonho de um homem 
Não seja assunto de uma só ilha"
Poetizou Elisa Lucinda
E da poesia a objetividade
A dura e destrutiva realidade
Um projeto de bicicletas para a população
Para lazer e para ir e vir para escola, para faculdade
Alguns utilizando até para ir e vir do trabalho
E alguns pichando, roubando peças, vandalizando
A estátua de um poeta vandalizada
Homem e mulher filmados
Para quê?
Para recebimento de uma quantia e pronta dispensa
Valia mais fazer irem limpar o que sujaram
Com direito a notícia no jornal, fotos e filmagem da limpeza
E limpeza de mais outras tantas sujeiras do tipo
Vale apreender cada um dos adolescentes e adultos
Participantes dos chamados rolezinhos
Sem violência ou com se preciso
E escoltados os fazerem fazer um rolezinho humanitário
Em um hospital, clínica, asilo, creche
Concertando coisas pelo avesso de quebrar
Levar uma turma para catar lixo na praia
Outra para pintar muros pichados
Guardas municipais nos monumentos históricos
Denúncias dos vandalismos
Pouca notícia para eles e muitas noticias de benfeitorias
O que é ruim não merece cartaz
Sejamos indivíduos coletivos
Zeladores e divulgadores de maravilhas

16 comentários:

  1. De bicicleta, com coletivo de flores nas cestinhas e coletivamente sorrindo. Um sorriso acolhendo o outro, porque não é fácil viver, porque há problemas, dificuldades, mas tudo pode ser amenizado, acolhido.

    A energia dos "rolezinhos" canalizada para algo produtivo. Num hospital, numa creche. Tantas possibilidades.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  2. Nossos espaços precisam de mais bicicletas e menos fumaça. Mas não há suporte pra isso, ainda. Nada que não possa mudar!
    Rolezinhos são difíceis de classificar. Não gosto de violência, não gosto da atitude preconceituosa do Estado e das classes, mas também tenho enorme pesar em assistir a uma entrevista das 'meninas do rolezinho' dizendo coisas fúteis e sendo exemplo vivo, com palavras tortas e mal aprendidas, de como o Brasil é, de fato.
    Adorei as sugestões!

    ResponderExcluir
  3. Isso precisa mudar e logo. Todos os países europeu, ou a maioria deles, tem a bicileta como principal meio de transpo rte. A minha cidade é cheia de morros, ficaria meio difícil fazer isso aqui, mas dá para investir em outros lugares do país. Andar de bicicleta é um benefício tanto pra natureza quanto pra alma, porque nos dá liberdade e nos ensina o respeito ao próximo.
    Tem por novo lá no blog.
    Beijão
    barradosno-baile.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Educação. É o que precisamos para saber respeitar o outro e o seu espaço. Quanto à lista do rolezinho eu sugiro uma visita à casa dos avós.

    ResponderExcluir
  5. Bom dia Tina

    Concordo plenamente que o que é ruim não merece cartaz, mas tudo que é ruim é o que está em evidencia.
    Vc liga a TV, só falam de mortes tragédias, não vejo quase nenhuma matéria de ação social,atos de bondade.
    Isso para alguns é piegas né?
    Falta educação, falta amor, falta conscientização.
    Enqto isso vamos fazendo a nossa parte.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  6. Sempre achei isso, Tina, que não se deve divulgar o que não vale a pena. Nisso sou crítica a imprensa sensacionalista. Por que reprisar e reprisar imagens de vandalismo, que servem de ode aos vândalos? Deviam dar a notícia, em forma de texto, sobre fundo preto. Obrigada pelo carinho! Beijinhos! :)

    ResponderExcluir
  7. A palavra que me veio a cabeça foi: Educação.

    beijooos

    ResponderExcluir
  8. Concordo com os demais comentários acima. O que falta é educação. Não tem um dia que eu não constate isso. Dá até uma tristeza... Sou do tempo em que educação se aprendia no jardim de infância. Hoje o que vejo são pais equivocados, confundindo tudo, e pior, enchendo a boca a dizer: educo meu filho com liberdade! Mas que liberdade é essa que não tem limites, consideração ou respeito? Gente, outro dia fui a um restaurante e lá pelas tantas a criança estava caminhando de pé em cima da mesa. E os pais? ah, eles conversavam...
    Beijo Tina,
    Denise - dojeitode.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Lindas e doces sugestões para um mundo tão conturbado!
    Beijos para você e muitas felicidades!

    ResponderExcluir
  10. Adorei Tina!!! As sugestõe foram ótimas, principalmente a dos "rolezinhos" em asilos, hospitais, orfanatos...

    Meu carinho!

    ResponderExcluir
  11. Muito bom Tina! Que tal um rolezinho as bibliotecas!
    Tina, obrigada pela sua sensibilidade!
    Beijos
    Amara

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ótima opção \o/

      Qto a sensibilidade, é mútua :)

      Excluir
  12. Perfeito Tina Flor, um rolezinho no asilo e orfanato para fazer uma leitura, ajudar a cuidar, isso é ótimo e é passado para os filhos os valores. Lembro de minha mãe ajudando em asilo duas vezes por semana quando eu tinha a idade de minha filha e era tão legal ficar por lá e ver as pessoas e conversar, não me esqueço!
    Beijos Tina...recado dado e nutellas sempre!!!
    CamomilaRosa

    ResponderExcluir
  13. Amei Tina! Concordo 100%. Fazer os pichadores e outros vândalos prestarem serviços comunitários sim!
    Divulgar maravilhas sim! sim! sim!
    Bjs querida
    P.S. Recebi sua mensagem e vou responder com carinho em breve

    ResponderExcluir
  14. Adorei teu grito tão criativo e com a sensibilidade by Tira...bjs praianos,chica

    ResponderExcluir