13 de fevereiro de 2014

Dá para acreditar e fazer

Seguem trechos de um e-mail que recebi de uma amiga blogueira, no momento ausente pelas idas e vindas da vida. Ela botou para funcionar numa zona carente de onde mora uma biblioteca pública, a Ler é bom,  para onde já mandei alguns livros, menos do que eu gostaria e se perto de lá morasse iria presencialmente colaborar, ler, confeccionar cartazes, carteirinhas, fazer dinâmicas de grupo e receber mais, com certeza, independente do que eu pudesse levar.
Não sai mandando o que tinha ou vi pela frente na Estante virtual, um sebo virtual com muitos títulos, fácil de acessar, comprar, entregar em outro endereço que não seja o nosso, muitas vezes sem ter que pagar frete e pelo valor valor baixíssimo dos livros vale a compra mesmo com frete.
Lá garimpei livrinhos com temáticas específicas como livros com personagens negros e sobre a cultura negra, indígena, lendas populares, com passarinhos (para contagiar a garotada com meu bem querer), com histórias de superação, com problemas comuns na infância e adolescência, para reconhecendo e discutindo eles, eles terem outro peso e se conhecendo o inimigo ter maior capacidade de enfrentá-lo.
Segue as palavras de Carol, histórias conectadas a foto da postagem, a minha satisfação, emoção e certeza que de que pouco em pouco, gota a gota, como ondas, podemos ser mar, aumentar a amplitude do outro, ser gaiola aberta, asas, pousos.
"Hoje foi o dia da meninada conhecer a história do pássaro da chuva. Passei o livrinho para minha irmã que preparou as aulas para os pequenos.
Descobri uma forma das crianças terem um maior contato com livros: escolho e entrego o livrinho antes para as 'tias' prepararem as histórias. Minhas irmãs e as crianças estão adorando. 
Comentários feitos pela minha irmã sobre a aulinha de hoje:
"As crianças adoraram ver as gravuras do livro. Uma menina pediu para ser a ajudante e passar as páginas do livro. Um menino todo alegre disse:  - Olha! Ele é da minha cor!"
Minha irmã disse que a concentração e o silêncio para colar os palitinhos que ela distribuiu foi incrível. Ela também disse que muitas crianças desenharam a chuva e também escreveram o canto do passarinho. 
A Yasmin, ao ver as caixas com palitos, perguntou, encantada, se os palitos eram mesmo para ser colados. Minha irmã confirmou que sim, que ela tinha comprado para isso. A Yasmin, com um sorrisão, disse: - Nossa tia, você gastou dinheiro com a gente?
Palitinhos fazem alegria! Dá para acreditar?"

11 comentários:

  1. Lindo e emocionante .Tão legal esse trabalho da Carolina e saber que segue à milhão, ajudando e levando alegria, até com simples palitinhos. Isso é demais! Faz bem mesmo! E tenho certeza quee tudo o que mandaste foi bem bolado e pensado! beijos,chica

    ResponderExcluir
  2. Esqueci de falar que a foto e trabalhos estão lindos! bjs,chica

    ResponderExcluir
  3. oi Tina

    Publiquei hj no blog minha participação no Poeme-se.
    Acho maravilhoso essas ações que visam mudar a vida de uma comunidade.
    Toda criança pelo menos uma vez na vida tinha que ter direito de pegar um livro para ver e ler, mas sabemos que a realidade é outra.
    Ao invés de escola e livros, trabalho infantil e a pobreza tem contribuído para o grande aumento deste.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  4. Sim dá para acreditar que pequenos gestos são capazes de trazer muita alegria. Basta querer. Basta fazer.

    ResponderExcluir
  5. Tão simples, tão possível, tão barato. Talvez exija apenas alguns passos.
    A alegria expressa em palavras, sorrisos, olhares é encantadora!
    Beijo.

    ResponderExcluir
  6. Oi Tina,
    Já tive uma escolinha maternal (entre trocentas coisas que já fiz na vida) e tb já fui voluntária em creche, e é muito bom ver as crianças reagirem com aquilo que damos, mesmo que sejam palitinhos ou bolinhas de sabão.
    Bjs e um ótimo restinho de semana para vc.

    SORTEIO DE UM BABY-LISS. PARTICIPE!
    GOSTO DISTO!

    ResponderExcluir
  7. Dá para acreditar que sempre é possível fazer... Belo trabalho!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Que proposta maravilhosa..se todos pudessem dar sua contribuição como responsabilidade social, poderíamos mudar muita coisa em relação à educação, saúde!!
    Abraços.
    Sandra

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. E nessa de falar sobre leitura, vemos o quanto é importante a participação das histórias na vida das crianças. É inevitável, elas necessitam disso e nós precisamos fazer o que estiver ao nosso alcance.
    Adorei a reação da garotinha ao perceber o carinho da professora em comprar os palitinhos para as crianças. São momentos tão únicos, são verdadeiros presentes.
    Os trabalhos ficaram lindos!

    ResponderExcluir
  11. Olá, querida
    Quando na ativa, com alunos especiais, vinha tanta criatividade que sei bem como, com qualquer coisa, se faz arte e se é feliz!!!
    Bjm fraterno

    ResponderExcluir