11 de fevereiro de 2014

Pequenos e grandes

Cartaz de Pequeno, produção da Plano 3 filmes

Esse é o pequeno Zaion Chaplin com sua bengala
Pegar a da bisavô é de gosto dele
O avó inventivo logo fez uma sob medida e personalizada
E o recém pedestre anda de bengala pela varanda da casa da avó
E ao inaugurar seu presente com a tia babona aqui: clicks
E essa suspendida de sobrancelha que me fizeram ver Chaplin

A lenda

"Necessitamos mais de humildade
Que de máquinas.
Mais de bondade e ternura
Que de inteligência"
Charles Chaplin

O cartaz lá de cima é de umas das minhas produções preferidas da Plano 3, parte por eu conhecer, ter pisado, ido a festas de largo, missas e ter histórias de família no lugar onde a filmagem foi feita (No Santo Antônio além do Carmo), parte grande por ser mudo e cheio de recados, caricaturas, detalhinhos de época, do mundo do cinema, por ser preto e branco e colorido para quem vê com cores e poesia, com ligeirezas e ao mesmo tempo leveza.
"O garoto", filme referência do curta é um tesouro e esse ano é o centenário de nascimento de Jackie Coogan, o eterno menino travesso que emocionou o mundo ao lado do grande astro. "Tempos modernos" é por sua vez um filme muito utilizado em dinâmicas empresariais e graduações, em meio aos muitos produzidos com histórias simples e emocionantes encenadas pelo talento, gestos, trejeitos, olhares provocadores de riso e choro, contemplação e reflexões de Charles Chaplin. Que ao meu ver deveriam ter mais cartaz nos tempos atuais, pois as mazelas e lições de moral dos filmes, vergonhosamente são atemporais.
O que não é muito contemporâneo contudo é a magia, a inocência, a doçura dos personagens do ator palhaço, que encho a boca para dizer, era ariano, nascido em abril, no dia 16, lá dos idos de 1889. O grande Chaplin, tinha uma grande facilidade de cativar, de passar recados sem palavras, de transmitir mensagens sem a barreira do idioma, com abordagem de temas universais, como o amor, a amizade, a fome e a fé.
Produções e ator que a muito já partiu, mas segue presente em cada lona de circo dos grandes aos mambembes, presente no cinema e na imagem caricata de dezenas de gerações. Acho que Chaplin não nasceu: estreou, não morreu, virou estrela, na verdade seguiu sendo.

10 comentários:

  1. oi Tina

    Chaplin realmente sempre foi e sempre será um grande talento.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  2. Tem coisa melhor do que babar colorido com os sobrinhos? Eu adoro.

    ResponderExcluir
  3. O pequeno está lindo e a titia babona com razão! O grande, Chaplin é eterno! LINDO aqui! bjs,chica

    ResponderExcluir
  4. Que pequeno mais fofo!
    Beijinhos
    Linda tarde para você
    Beijinhos de
    Verena e Bichinhos

    ResponderExcluir
  5. Chaplin era um gênio que sempre deve ser lembrado.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Sucesso para a Plano 3 filmes, gosto do estilo da letra adotado para o nome, lembra-me algo indiano.
    Zaion de bengala estilizada feito por avô não menos babão que a tia, está encantador!
    Beijo

    ResponderExcluir
  7. Oi Tina, nesse exato momento estou em visita na casa de minha irmã, digamos, babando minhas sobrinhas. E não tem coisa mais prazerosa e revigorante do que isso. Uma delícinha! E quanto ao Chaplin, por mais que falemos, acho que sempre faltarão palavras para descrever a altura todo seu talento e carisma.
    Beijo Tina,
    Denise - dojeitode.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Que coisa mais fofa seu sobrinho, as crianças são incríveis…Tão novinho e já tão resoluto! Que expressão forte ele tem , hein?
    Quanto ao Chaplin, admiro seu trabalho, mas sempre me sinto incomodada, não sei, sinto uma melancolia tão profunda em seus filmes…
    Bjs e ótima semana!

    ResponderExcluir
  9. Oi Tina.
    faz tempo que não venho aqui, adorei o sobrinho e a lembrança desse eterno menino que foi Chaplin.
    ótima semana.
    Bjs.
    Silvia.

    ResponderExcluir
  10. Que Zaion possa em sua vida se inspirar em Chaplin, nos sonhos que o cinema 'alimenta' e nas almas criativas e inspiradoras de seus tios queridos que ele tanto ama!
    Kátia
    Irmã de Tina, mãe de Zaion!

    ResponderExcluir