14 de fevereiro de 2014

Por mais cores e vida

O tigre é mais forte, valente e imponente 
Mas quem vive mais é o camaleão
Diz um ditado oriental 
Que ensina que se adaptar, ser flexível 
E por vezes se camuflar para se manter longe dos perigos 
Vale para longevidade de bicho 
E de gente também
Fica a dica!
Do mundo da moda dos designer de móveis
Essa cadeira me encantou pelo azul
O que tem a ver com tigres e camaleões?
Foi assim:
Busquei por camaleão num site de imagens
Essa imagem então apareceu entre muitas
E eu, contemporânea do Onde está Wally
frequentadora na infância de uma praça cheia de camaleões
Além da minha fértil imaginação
Me pus a procurar um camelão camuflado por entre o verde
Você conseguiu achar? Não?
É que o nome desse modelo de cadeira é camaleão
Boa, observante, divertida, criativa e azul sexta-feira
Com adaptabilidade, um pouco de descanso, um pouco de agito
E aproveitando a animação desse dia da semana tão adorado
Quero muitas produções para o Concurso Cultural 
Aberto aqui essa semana
Poete, poeme-se, ilustre-se e pinte o 7

14 comentários:

  1. Às vezes precisamos mudar de cores para não sermos devorados! Cada ser uma a sua arma pela sobrevivência! abraços

    ResponderExcluir
  2. Cores sempre fazem bem e temos que procurá-las em tudo! bjs e tuuuuuuuudo de bom!chica

    ResponderExcluir
  3. E como hoje é sexta-feira vou procurar uma cadeira assim para descansar. A semana foi pesada!!!!

    ResponderExcluir
  4. Tina

    que seu fds seja colorido.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  5. Tina, eu também adoro a cor azul!!
    Esse é meu link do concurso
    http://mpequenoprincipe.blogspot.com.br/2014/02/concurso-cultural-semeando-poesia.html#links

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sr. Pedrinho
      Coloque o link lá no post do Concurso
      Ai! Ai! Ai!
      :)

      Excluir
    2. Esqueci de dizer que sei que você gosta de azul
      E que você para mim é azul
      \o/

      Excluir
  6. Tina, hoje eu acordei azul! Feliz...feliz...
    Meu link para o concurso,bjo
    http://olharsimplesmente.blogspot.com.br/2014/02/semeando-poesia.html#links
    Amara

    ResponderExcluir
  7. Rsrsrsrs... de camaleão a cadeira leva o nome, mas na cor aviva o azul como sinônimo de um dia especial.Muito bem colocada, Tina, a cadeira e a metáfora.
    Que azuis derramados te enfeitem os dias.
    Bjos,
    Calu

    ResponderExcluir
  8. Essa cadeira, neste tom, teve parentesco com a frigidaire azul que havia na casa da minha infância.
    Para o bem viver equilíbrio entre tigre e camaleão!
    Boa noite cinderela.

    ResponderExcluir
  9. Cadeira camaleão? Nunca ia imaginar,muito criativo! Adorei a curiosidade! bjs,

    ResponderExcluir
  10. Oi, Tina, seu post me lembrou de um comentário do Rubem Alves sobre as lagartixas terem sobrevivido aos dinossauros, seus parentes, por serem menos exigentes, comerem menos e defecarem menos, emporcalhando menos o planeta. Adaptação é mesmo importante!
    Vou dar uma olhada no concurso cultural...
    Abraço!

    ResponderExcluir
  11. Oi Tina querida, adorei o bom humor do seu post!
    Querida esta semana está uma loucura a minha vida, mas espero conseguir parar um pouquinho para poetar, se eu não conseguir, não vá se chatear…
    bjs

    ResponderExcluir
  12. Olá, querida Tina
    Gosto tanto do azul que meu blog principal é desta cor... rs...
    A cadeira é bem bonita mas de camaleão, nunca vi...
    Bjm fraterno

    ResponderExcluir