20 de março de 2014

Por mais ócio

A importância do ócio é defendida por um italiano que é escritor, educador e sociólogo, chamado Domenico de Masi e por muitos que não se dão ao trabalho de explicar para quem não quer entender. Fazer tudo, muito, sem qualidade, consciência, consistência, sem propósitos diretos ou adjacentes, não é nada para se orgulhar, para bater no peito e dizer que é total-flex, que aproveita o dia desde seu raiar até a lua boiar no céu. A prática desregrada do é pra frente que se anda e na velocidade total não me representa, para mim vale andar para frente, pra trás, para os lados. Vale ir rápido e devagar, um cadinho de cada. Para Domenico, o ócio, longe de ser negativo, sendo consciente é um fator que estimula a criatividade e o desenvolvimento pessoal, profissional, social e entendido e praticado como tal, se aperfeiçoa com o tempo. 
Penso que o retrato de uma boa vida é um mix de trabalho, estudo (contínuo, seja do que for), lazer, descanso, relações humanas, vínculos afetivos, bobagens, cada parte com seus prazeres, saberes, quereres, com suas colaborações distintas e complementares. E nesse cenário novas ou velhas idealizações são sempre importantes e motivadoras, colocar os ideias em prática é um desafio e uma necessidade, bem como são necessários os entremeios, as pausas, o que ilustra e brota do ócio, do silêncio, da contemplação. Então é isso, mãos as obras e remansos para os descansos.

7 comentários:

  1. Alternância sempre.Nem só trabalho, nem só ócio...Moderação! Como sempre, a balancinha a funcionar!! beijos, um lindo e inspirador OUTONO! chica

    ResponderExcluir
  2. Tal qual a música eu hoje ando devagar porque já tive pressa.

    ResponderExcluir
  3. Mas é o que sempre digo: deve haver um equilíbrio. Quando se trabalha demais, onde está a família e o lazer? E assim é com tudo.
    Sou adepta de fazer tudo, tudo mesmo com amor e se manter um equilíbrio.
    Bom texto!

    Abração esmagador e lindo dia.

    ResponderExcluir
  4. Precioooosoooo ócio! Preciso muito deste equilíbrio como disse a amiga Bruxa!
    Confesso que sou meio demais ou de menos as vezes...preciso de equilíbrio já, correndo atrás!
    Adorei o texto Tina Flor das Laranjeiras!!
    Olha a época das laranjeiras chegando e eu pensando em ti!
    Beijos Tina...alegrias e aromas em sua casa!
    CamomilaRosa

    ResponderExcluir
  5. Vamos perseverar sempre, buscar equilíbrio e ser feliz.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  6. Olá querida Tina de fato colocar ideias em prática exige movimento, é dificil mesmo eu mesma tenho adiado algumas a tempos pelo trabalho que vai dar srrs Bjossss

    ResponderExcluir
  7. Do ócio vem a criatividade e daí o NEG-ÓCIO.
    BOM DIA!

    ResponderExcluir