1 de abril de 2014

Por muitos primeiros e últimos

Tem um desejo que é bem comum e que o filho de Arnaldo Antunes traduziu e resolvi pegar de empréstimo. Desejo como ele, muitos primeiros e últimos. Hoje por exemplo, desejo um primeiro de abril veranil, anil, engraçado, encantado, cantado, rimado. Desejo também que seja um mês de muitos últimos sentimentos e acontecimentos ruins, de ultimas vezes do que não faz nem traz o bem.
A imagem é pelo dia do índio, é que conheço a 38 anos uma pessoa que aniversaria nesse dia. As tartarugas são para evocar que a gente viva devagar, o barquinho para navegar, a cena em si para as boas energias da água evocar, refrescar, mergulhar e vir a tona, para sentir igual índio, ter sabedoria de índio. Muitas primeiras coisas boas, novas, reveladoras, agregadoras a todos e últimas vezes do que faz mal, empaca, emperra ou acelera sem curtir a paisagem, o percurso, os sabores e aromas da vida.

11 comentários:

  1. Olá Tina, boa tarde.
    Bela imagem, bela lembrança do índio.
    Também desejo que seja um mês de muitos últimos sentimentos ruins, e venham as boas coisas, as boas e merecidas, que nós cá estamos para receber de braços abertos, que é como quem diz: já há muito que vos esperamos!!!

    Bjo amigo

    ResponderExcluir
  2. oi Tina

    Somos índios tão esquecidos, já não vejo mais nem em escolas comemorações o povo só foca em Páscoa.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  3. Tina, linda imagem, indiazinha e a tartaruga!
    Que o mês de abril seja de muita alegria!
    Beijinhos
    Pedro

    ResponderExcluir
  4. Só de observar as tartarugas fico mais tranquilo num ritmo mais natural! Olha, fiquei interessadíssimo no livro que falaste hein, pode ter certeza que vou procurar por aqui! Gosto de livros que nos fazem viajar, como o que estou lendo agora: Macunaíma! abraços

    ResponderExcluir
  5. Ah, Tina! Beleza de texto! E que este mes traga muitas alegrias pra vc! Bjs,

    ResponderExcluir
  6. Oi Tina, um texto delicioso, rimas encantadoras e que me fazem deixar aqui pra você esse carinho:

    Tina, menina
    Iluminado abril
    Nada de neblina
    Ao olhar o céu anil

    Beijos de coração pra coração.
    Amei sua visita no rabiscos, encantador comentário, grata.

    ResponderExcluir
  7. Muito bela e profunda a reflexão…a foto é linda!
    Que maravilha ter uma vida tão natural quanto a dessa garotinha, poder acariciar tartarugas em pleno rio…quem me dera!
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Oi Tina, que imagem linda, texto muito bonito. Gostaria muito de poder acariciar tartarugas!!
    Um beijo da Júlia

    ResponderExcluir
  9. De aniversariar com os índios, a tal menina-moça ganhou cheiro de passarinho e asas de avoar no pensamento, nas palavras, no coração.
    Devagar e com alegria da natureza.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  10. QUE FOTO TAN HERMOSA!!!!
    DIVINA.
    SALUDITOS

    ResponderExcluir
  11. Quero um abril de céu limpinho, vento fresco e anúncio de um inverno ameno, para dormir enroladinha com o marido, quentinha dentro de casa.

    ResponderExcluir