5 de junho de 2014

Coisas de junho

Anavantu! Anarriê! Para quem não sabe, querem dizer esses palavrês juninos: ir pra frente e voltar para trás; Francesa a origem desses clássicos comandos de quadrilhas juninas, que esse mês eu já dancei mais meu par, com direito aos cavalheiros cumprimentarem as damas, paquera, túnel, trenzinho em circulo, olha a chuva e olha a cobra. Foi num espaço que não dava nem para dar 5 passos: uns 5 casais, um cantor sanfoneiro, improvisação e diversão num encontro de amigos. 
Comecei junho dizendo por aqui do meu apreço pelos festejos juninos, seus aromas, sabores, sons e tradições, sobre os quais em junhos passados eu já devo também ter proseado e falado de João, muito de Toinho, de comidinhas e de histórias minhas, tudo ao alcance de cliques nos posts antigos, na barra lateral do blog. Sintam-se a vontade! Amigos repetem histórias nas muitas resenhas e vivências das datas comemorativas, causo eu me repetir nas prosas, já tá explicado.
Já comecei a conferir aqui no armário se tem canela em pó, em pau e cravo, procurei caixinha de canjiquinha São Braz no mercado e venho espiando nas vitrines das padarias se já tem canjica de milho verde. Na combinação de amigos para ver o primeiro jogo da copa, para mim nenhuma precisão de churrasco ou bebidas, tendo amendoim para mim já tá de bom tamanho.
Correntes de papel, fiz muitas no colégio, no prédio onde eu morava, em casa e casas alheias com papeis estampados como esses, lisos, com jornal, páginas de revistinhas ou revistas de propaganda de supermercado. Tirinhas cortadas do mesmo tamanho e largura, aros feitos e fechados uns presos aos outros com cola ou grampos. Bandeirolas também já fiz muitas, com os mesmos materiais e também com plástico de forrar livro de escola para locais abertos expostos a chuva e a mais: cordão para fazer o perfilado dos retângulos com um lado triangular para dentro ou para fora.
Fiz na escola para os arraias, laranjinhas com carinha de meninas, pintas, trancinhas, chapéu com babados nas beiradas e laços de fita e milhos com carinhas de meninos, bigode, costeleta e chapéu de palha desfiado. Fiz fogueiras desenhadas e de palitos de picolé, usando celofane vermelho e amarelo para a chama. Os barulhos de bombas e traques são música para meus ouvidos e o cheirinho também, a não ser quando bate o sono ou mau humor, que cabe e faz bem xingar: Esses...que não param de soltar bomba! Gente que queima dinheiro! Que não tem o que fazer!...rarara
Simborá junho, muita chita nas toalhas e nas meninas, babados, tranças, laços, forró, bolos e mingaus de fubá, aipim, carimã, mugunzá, quentão, licor, santos de cada dia, casaquinhos, frio e muito amor. Carimã ou puba para quem não sabe é um produto da mandioca, obtido a partir da fermentação da raiz.

6 comentários:

  1. Lindos os festejos de junho.Onde morávamos, com as crianças pequenas, era lindo. Aqui em, Poalegre, nada ou quase nada se vê! E até as festinhas de escola não mais tem a graça das de outrora. Tudo é comprado, tudo é pago, tudo visa lucro! Pena! beijos,chica e bons preparativos junisticos! chica

    ResponderExcluir
  2. Esse é um dos meses que eu amo, por causa das festas e das animações.
    Não tem como ficar triste me junho.


    ♫ .(ړײ) ♫.
    ♥ .«▓» ♥.
    ♫ ..╝╚.. ♫

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  3. Eita animação das boas! Já estou sentindo o cheirinho bão nesta cozinha!
    E vai ter quentão na xícara?
    Beijo!

    ResponderExcluir
  4. Bom dia Tina!
    Acho demais esta animação de vocês com as festas juninas...por aqui quase não temos nada, só nas escolas mesmo. Vim de Natal esta semana e curti todo este clima de preparação por lá também...é pura energia salutar! parabéns...beijos e bom fim de semana!

    ResponderExcluir
  5. Oi Tina, eu adoro festa junina. Principalmente de dançar quadrilha…
    Neste mês tem um monte de festas aqui em São Paulo, amanhã mesmo temos em 3 lugares diferentes, e todas são legais: na escola do meu filho, no clube e na igreja aqui do bairro. Durante os próximos dois meses tem quermesse em tudo quanto é lugar, é o tempo das festas "juninas e julinas”.
    Bjs e ótimo final de semana

    ResponderExcluir
  6. Cada região com o seu jeitinho, mas as festas juninas fazem sempre a alegria das pessoas.

    ResponderExcluir