3 de junho de 2014

Do poder da palavra

A palavra, a mais antiga e extraordinária invenção da humanidade, como disse o general romano Catão, é dom de todos. Usá-la com sabedoria, é para poucos infelizmente. Penso que quem escreve é via de libertação de palavras, um garimpador e enfilerador delas e os teclados como disse o Sr. Minúsculo, são língua em pó. Que assim sejam e sejam canais de semeadura, pontes para os livros impressos, para audição e leituras de boas histórias, para a contação, admiração, percepção e descrição das artes plásticas, dança, música, culinária e todas as fonte de beleza, inspiração, cultura, saberes e sentires, que alargam horizontes por fora e por dentro.
Como sementes as palavras que dizemos e ouvimos lavram, levam, livram e também podem aprisionar, minar. As palavras são muito poderosas e por vezes não percebemos tal poder, na verdade percebemos mais ao ouvir do que ao dizer. Tem um provérbio que diz que palavras são como abelha, tem mel e ferrão, acho até que já publiquei ele por aqui.
Uma palavra que seja, ou muitas, assentam nas terras das mentes e corações férteis brotinhos de bons sentimentos ou como fel envenenam. Que escrevamos, leiamos, digamos e ouçamos palavras positivas, de afeto, palavras de perdão, de compreensão, de amor, de alegria, que o dom da palavra seja usado para o bem. Amém!

10 comentários:

  1. Seu texto é uma linda prece, digamos sim palavras doces e que tenhamos ações de acordo com que falamos.
    Grande beijo no coração Tina.

    ResponderExcluir
  2. oi Tina

    O que sai da nossa boca tem poder de vida ou morte.
    Quantas coisas a gente já ouviu que feriram nossos corações como espadas.
    E tem palavras duras que marcam a vida inteira.
    Devemos usar nossa boca para abençoar e não maldizer.
    Se não tem nada para falar melhor ficar quietinha né? rs...

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  3. Isso mesmo, Tina! As palavras tem poder. Vamos falar, dizer e fazer coisas positivas que tudo vai ficar bem melhor.
    Bj e ótima semana,
    Lylia

    ResponderExcluir
  4. Ah, as palavras... Elas que curam e ao mesmo tempo machucam. Que Deus nos dê sabedora para que possamos usá-,as da melhor maneira.

    Beijos,
    Nina & Suas Letras

    ResponderExcluir
  5. Palavras podem ser verdadeiras armas,se mal pensadas e/ou direcionadas!Cuidado sempre! Lindo texto! bjs,chica

    ResponderExcluir
  6. Amém! Consciência no falar e escrever nossas palavras.
    Ontem à noite lia esta frase que anotei:
    "... o cuidado que despendia para que cada palavra escrita expressasse todo o significado e o benefício possível."

    Beijo!

    ResponderExcluir
  7. Oiii Tina estou como vc, correndo dos eternos reclamões kkkkk pior que na familia mesmo está cheio deles afff, Bjosss Aproveito para convidar, tem sorteio de duas Frasqueiras rolando no blog! Bjim!

    ResponderExcluir
  8. Oi Tina, também estou fugindo dessas pessoas…
    Todo cuidado é pouco com as palavras, elas têm enorme poder.
    Seu texto está lindo, muito poético.
    Bjs querida

    ResponderExcluir
  9. Verdade Tina, que prestamos mais atenção no que ouvimos do que no que dizemos. Adorei o texto que nos faz refletir!
    Beijos Tina Flor e sons de passarinhos em sua casa!
    CamomilaRosa

    ResponderExcluir
  10. E quanta bobagem falamos sem pensar, sem medir as consequências e como podemos ferir as pessoas.

    ResponderExcluir