23 de julho de 2014

Compadecida

Para não ficar o corriqueiro, de que as homenagens só são feitas na ausência, embora seja fato que numa conta de sentimentos e reconhecimento do valor das coisas e das pessoas, o que é ausente parece ser bem maior do que a soma do que havia, aqui, aqui e aqui um tantinho da minha candura e bem querer por Ariano, que já no nome me cativa. Ariana orgulhosa que sou e amante de palavras o Suassuna completa o meu gostar como palavra que assobia.
Ouvi uma atriz, dos tempo que não é levado a mal dizer o que se pensa e sente, sem o peso da responsabilidade ou cobrança de ser profética, sem longas explicações e provas, sem vínculos religiosos definidos, que, quando se vai um grande artista vão outros dois junto. Escritores, embora assim não sejam citados ou considerados, são artistas. Das letras, em forma de palavras, que formam imagens, exalam cheiros, emitem sons, provocam sentimentos, artistas do real e do imaginário. Com a palavra o mestre Ariano: "Arte pra mim não é produto de mercado. Podem me chamar de romântico. Arte pra mim é missão, vocação e festa."
Quem sabe esse preceito seja verdade, não sei, que não seja! Creio que há sim mais mistérios entre o céu e a terra do que sonha a nossa vã filosofia. Seja como for, foram-se João, Rubens e acena Suassuna. Ficarão para sempre. Uma soma de infinitudes, estrelas de luz própria que rogo sejam guias para novos escritores de igual valor, valores, produções. 
Terão cumprido suas sentenças, como dito no Auto da Compadecida. Encontrando-se com o único mal irremediável, aquilo que é a marca do nosso estranho destino sobre a terra, aquele fato sem explicação que iguala tudo o que é vivo num só rebanho de condenados, porque tudo o que é vivo, morre. E dessa certeza, sem melindres de falar no nome da dita, sabendo que um dia será o último para nós e para todos, sejamos um mix de João Grilo e Chicó, pés no chão e cabeça nas estrelas.

9 comentários:

  1. Tina, também gosto muito dele e seus ensinamentos...Tomara fique ainda um tempinho, se não for pra estender apenas.Ele não merece sofrer!

    E a coisa anda solta pro lado dos bons,heim?

    bjs praianos,chica

    ResponderExcluir
  2. Missão, vocação e festa... linda essa homenagem, esse resgate de Chicó e João Grilo que nos traz o sorriso.
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Sabe amiga, tem horas que o céu precisa reunir algum tipo de gente especial e não se acanha de vir aqui buscá-los. Acaba por nos deixar órfãos...Mas embora eu quisesse que Suassuna ficasse tenho que me render ao fato que, se ficar não será nada bom pra ele, então abro meu coração mais uma vez e liberto o apego e entrego à Deus mais um exemplar especial, que na verdade O pertence como todos nós.
    Bjs em seu coração

    ResponderExcluir
  4. Grande figura que nos deixou lições para uma vida inteira...só precisamos abrir o coração para deixar o ensinamento entrar...Beijos! =)

    ResponderExcluir
  5. Nossos mestres inspiradoras deixam um legado para várias gerações. E isso me motiva com emoção!

    ResponderExcluir
  6. O que falar né? Cada um tem sua hora.. Hoje na viajem ainda vimos falando sobre isso... Sobre o grande legado que essas grandes pessoas nos deixam!
    Nunca é fácil perder :(

    Aiai... essas vitrines não nos representam né Tina?

    Beijo bem grande!!

    ResponderExcluir
  7. Homenagem merecida!
    Nossos mestres partindo para outra dimensão ,nunca morrendo, porque são eternos.Deixam palavras sonhos lições,
    Abraço Tina e obrigada pelo bom texto.

    ResponderExcluir
  8. Que linda homenagem! Meus sentimentos de tristeza que em palavras não sei como expressar. Sempre lindo seus textos!!
    Bjs
    Amara

    ResponderExcluir
  9. Uma amiga disse que desconfia que Deus está querendo fazer uma autobiografia e por isto levou tão bons escritores para junto de si. Mas é imenso o legado que deixou para todas as gerações que estão por vir.

    ResponderExcluir