25 de agosto de 2014

Das pérolas de João

Nomeei essa ilustração que ganhei
De do que imaginamos, o que é, das ficções, contos e encantos de escrever
“Vida de escritor não é tão esplendorosa
Raros são os que têm sucesso de vendas suficiente para se sustentar"
Disse o já saudoso João Ubaldo Ribeiro
Eu por exemplo não ganho nada com o que escrevo, aqui, nem em lugar nenhum
João, um imortal da Academia Brasileira de Letras, vencedor do Prêmio Camões e de dois Jabuti, para 2012, declarou em ocasião a uma revista, em entrevista, que tinha planos definidos, que consistiam basicamente em desligar do mundo, ao menos durante as manhãs, para se dedicar à literatura. “Senão minha obra futura vai ser constituída basicamente de e-mails. E eu não quero isso não.”
Sobre sua participação num evento literário, se sentia confortável entre escritores e críticos, ele respondeu: "Me sinto. Só não me sinto à vontade com o que é muito pomposo. O sujeito pomposo, que encara a condição de escritor como uma coisa meio esotérica ou monástica. Quando é complicado eu não gosto não. Entre os críticos, quando consigo entender o que eles falam, me dou muito bem. Quando não consigo, digo que não entendi e eles acham que estou fazendo piada."

6 comentários:

  1. Tina, acho que ninguém gosta de coisas complicadas e pomposas! Lindo te ler e linda imagem! bjs, chica e ótima semana por aí!

    ResponderExcluir
  2. Quem escreve procurando fama, não tem a alma de um escritor. O leitor, de verdade (sim, porque há leitores e leitores), perceberá! A-do-rei o post!
    :) Boa semana!

    ResponderExcluir
  3. oi Tina,

    O que sustenta o escritor não é só a criatividade e habilidade para escrever, é tb sua simpatia.
    bjokas =)

    ResponderExcluir
  4. Acabei d eler no blog de Jonas sobre o beber elixir de inspiração, beber dicionários para poder escrever, citei lá: que eu preciso a cada dia ler, me inspirar , beber dicionários a fim de escrever algo bonito, um esforço que uso apenas por amar escrever, e ai a gente deseja ser lida não é? nem que seja pelos poucos amigos. Sonho um dia em escrever um livro, mas queria ter o apoio, de quem pudesse ver em algo que escrevi verdadeira poesia. Linda imagem e verdadeira reflexão esta tua. bjs e passa lá no poesia, no texto anterior ao de hoje falo sobre infância. bjs

    ResponderExcluir
  5. Escrever é antes de tudo uma doação.
    Linda a imagem!
    E que não fiquemos só no e-mail mesmo...
    Beijo!

    ResponderExcluir
  6. E realmente temos que aprender a desligar um pouco o computador porque senão a nossa vida se resume aos e-mail´s e mergulhos nos blog´s. Tenho algumas horas reservadas para isto e, por mais que me doa, tento seguir esta determinação. Assim, quando chego aqui, tenho muito tempo para ler e reler os seus textos e aprendo mais.

    ResponderExcluir