30 de agosto de 2014

Era uma vez











Imaginar é bom para distrair, relaxar
Para ilustrar a realidade
 E muitas vezes um princípio de criação
Um ponto de partida
Ao imaginarmos, desejarmos, idealizarmos
Podemos ir atrás, na frente ou na carona
Sendo levados ou levando pela mão o que imaginamos

Li a muito tempo em algum lugar que imaginação é pilha que move qualquer brinquedo e acho que imaginação mais que pilha, é energia renovável, gás, força, impulso, cor, que move além de brinquedos dos mais sofisticados a pedaços de papelão para crianças, histórias lidas, ouvidas e contadas, movem as pessoas, contatos, projetos, sonhos, promovem soluções, criações, realizam sonhos.
Era uma vez uma menina (auto massagem na estima) que queria ir na Bienal de São Paulo e imaginava um dia conhecer o oriental bairro da Liberdade que não deu para ela conhecer quando esteve lá, que idealizava conhecer uma amiga de blog e seus dois filhos que moram em Sampa de emenda e também numa outra oportunidade conhecer uma outra amiga que mora em Goiás (além de outras espalhadas mundo a fora). Imaginar e planejar é bem com essa tal menina que conheço desde que nasci, ariana, romântica, idealista, sonhadora, que apesar de tanto planejar e confabular, não imaginou faria tudo isso junto e num dia só, mas assim foi. Ida e volta no mesmo dia, domingo passado, viagenzinha rápida mas pensada e repensada, cálculos do investimento e um fado marido madrinho na coxia que financiou a parte econômica da realização e deu o empurrão.
Uma semana inteira de posts programados e o tempo para pensar e arrumar o que eu ia postar sobre as vivências do dia de pela segunda vez entrar sozinha em um avião, de quem sabe andar pela primeira vez de metrô, de ter esquecido em casa o casaco tão separado para o frio de São Paulo e apelar com fé para o sol da Bahia me acompanhar (acompanhou), dia de Bienal, livros de blogueiras amigas, de mega estandes, mega estrutura, megas filas, ainda bem fiquei zen e adornada pela passeada na Liberdade, com direito a realejo, comprinhas num mercadinho e sorvetinho com frutas delicioso. Algumas fotos para ilustrar e algumas histórias que aos poucos, nas emendas ou como resenhas vou por aqui e por ai contar. Adorei é um resumo!

6 comentários:

  1. Que lindo tudo isso! Essa emoção não tem preço e ficará pra sempre! Adorei poder acompanhar lá no Insta e agora rever aqui! Valeu! Lindas fotos, risadas, aprontadas na certa e muito de bom pra ficar no coração! Bjs, pra todas! Adorei! chica

    ResponderExcluir
  2. Oi Tina!!!! Adorei como você descreveu a sensação dessa deliciosa jornada!!! Sem imaginação tudo fica sem graça, concordo com você!! Beijos e bom final de semana! =)

    ResponderExcluir
  3. Lindo encontro, linda viagem. Serão lembranças para sempre. tenho muitas dessas . Amo São paulo e toda grandeza e liberdade artítica que emana da cdade. saudades. Por falar em livro e em Bienal tem dica no blog, bjs

    ResponderExcluir
  4. Que lindo!! Que emocionante!! Eu ainda sonho em encontrá-las um dia. Estão todas muito lindas, que bom que deu tudo certo! Beijos para Tina, Carol, Ana, Júlia ... :* :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vocês são muito especiais para mim! ^^

      Excluir
  5. Depois da imaginação, vocês deixaram a saudade em mim.
    Beijo!

    ResponderExcluir