29 de agosto de 2014

Pedagogia dos caracóis

Ilustração de Stacey Yacula
Em uma de suas crônicas, Rubem Alves, conta sobre um educador que ao ver um caracol faz a reflexão de que talvez chegar na frente não seja tão importante. A conhecida e válida máxima de que o caminho, o ir, é mais educativo e importante que o chegar, que ele chamou de: Pedagogia dos caracóis. Fica a dica para praticar e para ler o livro dele que leva esse nome e é recheado de boas crônicas. E como é fim de mês, últimos posts de agosto programados com gosto, meu desejo de uma sexta de rimas, risos e curtição dos caminhos.

12 comentários:

  1. Bela pedagogia essa! Aproveitemos o caminho...Observemos, sem pressa!Há tanto a ver, melhor do que simplesmente CHEGAR! bjs,chica e lindo fds!

    ResponderExcluir
  2. Uma dica destas é sempre motivo de satisfação garantida, Tina.Mestre Rubem sabia detalhar as nuances que importam...o ir educa e encanta fazendo do chegar ponto de exclamação.

    Lindo fim de semana.Bjkas,
    Calu

    Obs: eu pressentia e, tive a confirmação ao vc me indicar a Elisa; conheço-a de longa data e a admiro muitíssimo.

    ResponderExcluir
  3. Esse livro é realmente lindo…sou suspeita para falar, já que sou fã incondicional do Rubem Alves…
    Mas a pedagogia do caracol é realmente algo revolucionário, na contramão dos apelos da velocidade e produtividade do mundo moderno!
    Bjs e um lindo final de semana para você Tina, sempre nos presenteando com delicadezas e sabedoria.

    ResponderExcluir
  4. Ah! já ia esquecendo, a ilustração é fofíssima…
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Vixe... sou praticante desta terapia e nem sabia disto. Ultimamente meu mantra é "ando devagar porque já tive pressa.." Lindo final de semana para você e até setembro e,

    Quando entrar setembro
    E a boa nova andar nos campos
    Quero ver brotar o perdão
    Onde a gente plantou
    Juntos outra vez

    Já sonhamos juntos
    Semeando as canções no vento
    Quero ver crescer nossa voz
    No que falta sonhar

    Ops, acho que meu comentário ficou muito musical. Vá lá, hoje é sexta e é um bom jeito de chamar a alegria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aaaaaamei
      Gosto muito dessa música :)

      Excluir
  6. Sábia mensagem do grande e saudoso escritor. É preciso repensar o caminho e nele refletir nossa andança. bjs e tem novidades no Poesia .

    ResponderExcluir
  7. Andar em círculos é uma forma de meditar. Há um templo aqui, em Brasília, onde as pessoas fazem isso.
    Adorei a ilustração do sapinho! :)

    ResponderExcluir
  8. Que fofa essa ilustração.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  9. Eu que já sou apreciadora dos meus caracóis na cabeça, vou acrescentar também ao meu viver a pedagogia dos caracóis.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  10. Olá, querida Tina
    De fato... o mau humor deve espantar até bruxas... rs...
    Me lembrei que num café da manhã, num bem cotado hotel de turistas onde eu estava com um grupo no ano passado, em Corumbá, MGS, um senhor me chamou de meu amor em pleno café da manhã e me disse Bom dia... Vamos e venhamos, assim também é exagerar na delicadeza... rs... nem o conhecia... de cabeça baixa eu estava, igual fiquei... com a cara enterrada no chão... diante de uma plateia que se servia numa farta mesa de guloseimas que mais parecia um almoço...
    Mas o fino trato nos eleva a alma e tonifica o cotidiano, certamente!!!
    Bjm fraterno
    P.S. Estou como os caracóis, as tartarugas... devagar eu chego lá... um dia... com MUITA calma...

    ResponderExcluir
  11. Para a minha menina dos olhos Tina! Como diz o provérbio "devagar é que se vai longe" sem pressa, mais com precisão.Um lindo final de semana!
    Beijos
    Amara

    ResponderExcluir