2 de outubro de 2014

Gramática interativa

Imagem que ganhei na interação de mimos via e-mail
Para o começar o mês falando de trocas, interação, indicação
Eu desde sempre amo gramática, depois da Faculdade de Letras fiquei ainda mais amiga desse bicho que muita gente detesta, a pobre coitada toda hora alterada e questionada. Amo os muitos porque e nunca me perguntei o porquê de não ser um só. Amo as classificações das palavras e suas nuances, amo conjugações verbais e amei quando vi um livro, desses que custam além do que temos no orçamento para livros e que apesar do valor matemático elevado, eu daria sem pena se tivesse. Por hora resolvi falar dele, pesquisar, resenhar.
A cerejinha dessa gramática, que antes de comprar tenho que comprar a de Bechara que roubaram a minha branca e sábia novinha na faculdade sem eu ter nem pago a fatura do cartão como contei aqui certa vez, é a proposta de William Cereja e de Thereza Magalhães de um estudo reflexivo e interativo da nossa amada língua. Um desconstruir (palavra da moda) de a gramática ser bicho de sete cabeças, livro pesado e chato, que não explica, complica.
Em sua 4ª edição a Gramática Reflexiva - Texto, Semântica e Interação da Editora Atual, traz situações atuais e cotidianas da comunicação oral e escrita de letras de músicas, textos de jornais, revistas, quadrinhos, diálogos de filmes, cartuns e isso é muito legal, muito produtivo, uma gramática que provoca e promove o gostar, o aprendizado, enriquece a língua e o laço entre as pessoas e a língua, entre os livros didáticos e o mundo didático e paradidático. 
Uma gramática ímpar, com exercícios inteligentes, desafiadores, estimulantes, material atualizado e diversos de variações linguísticas, contextualização, textualidade e discurso, cultura popular. Um capa muito fashion e conceitual que recebe minha dica, meus aplausos e desejo de quero a uma para ler e reler, consultar e chamar de minha.

6 comentários:

  1. Olá! São tantas regras, não? é como aprender uma nova linguagem! abraços

    ResponderExcluir
  2. A interação tá curta por aqui,rs A conexão me deixa mandar um bjs praiano,chica

    ResponderExcluir
  3. Que alegre coincidência como a alegria da ilustração! Willian Cereja e tereza Magalhães são velhos conhecidos meus! Acompanham meus filhos ano a ano com sua gramática reflexiva para a escola. Adoro os textos escolhidos, o jeito de explicar. Vou espiar essa outra que você indica.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  4. Eu ando precisando de uma gramática. Uso a língua por intuição e porque ela me acompanha há muitos anos. Mas confesso a minha ignorância quando se fala de regras gramaticais.

    ResponderExcluir
  5. oi Tina

    A gramática é complexa e nos dias atuais estão matando nosso querido português.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  6. Tina, estou aqui torcendo para que logo vc tenha um para chamar de seu...
    Eu sempre gosto desses livros que além de mais carinhos são mais bonitos ;)
    Sempre gostei de português na época da escola... ;) Essas mudanças todas estão sempre me deixando desorientada e maluquinha...

    Beijão sua linda de maria chiquinha <3 Adoro tu!

    ResponderExcluir