22 de outubro de 2014

Poesia como reino

Janelas, varandas, terraços
Cercas, portas, portões
Sótãos e porões
Almas e corações
Estejam abertos
Para vermos tudo que nossos olhos possam enxergar
Na natureza, no nosso dia-a-dia
Em nosso lar
E também além de onde os olhos e compreensão possam alcançar
Na simplicidade ou em complicada engenharia
No silêncio, barulho 
Ou ao som de uma bela sinfonia
Através do olhar, cheiro, som, sabor, tato
Na espera, descanso, calmaria
E também na agitação e euforia
Nas partidas e chegadas
Que a poesia entre, desabroche, adorne
Se acomode e em nós faça morada

15 comentários:

  1. Que lindo, Tina! O olhar poético muda a perspectiva de nossa vida e a preenche de sentido.
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Muito lindo,Tina e podemos ver poesia até numa folha amassada de papel...Ela pode estar em tudo! Adorei! bjs, lindo dia,chica

    ResponderExcluir
  3. Bom dia Tina.
    Que o reino da poesia se abra aos olhos da alma.
    bj amg

    ResponderExcluir
  4. Que assim seja.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  5. Lindo demais Tina, que a poesia seja nossa eterna amiga. Bjs e vem ver as novidades

    ResponderExcluir
  6. Observando a poesia em nosso dia a dia tudo fica mais feliz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mais colorido
      Brilhante
      Leve
      Solto
      Simples
      ...

      Excluir
  7. Que linda esta poesia...bjs

    ResponderExcluir
  8. Abertos e arejados! Amei o poetar!
    Beijo.

    ResponderExcluir