28 de novembro de 2014

Parabéns atrasado

Imagem da web

Atrasada não como o coelho de Alice, para nada, atrasada mesmo e avisada ontem em tempo, mas sem tempo, pela amiga Ana Paula, que era o aniversário de uma amiga em comum entre nós duas e  entre muitas das pessoas que seguem meu blog e muitas pessoas blogosfera afora e adentro. Até aqui em casa ela é conhecida, chamada pelo nome, íntima.
Vou pegar as palavras cheias de sentimentos e sentidos de Ana Jácomo, que seguem entre aspas, para dizer o tipo de pessoa que a aniversariante de ontem é, dessas raras, que “ao lado delas, a gente se sente no balanço de uma rede que dança gostoso numa tarde grande, sem relógio e sem agenda. Ao lado delas, a gente se sente comendo pipoca na praça. Lambuzando o queixo de sorvete. Melando os dedos com algodão doce da cor mais doce que tem pra escolher. O tempo é outro. E a vida fica com a cara que ela tem de verdade, mas que a gente desaprende de ver.”
Lugar comum na idade avançada, que não é o meu caso (cof cof) nem o da aniversariante, datas de aniversários e de compromissos passarem não por desleixo ou desamor, mas por diversos desalinhos. A tal da agenda de papel ainda é  usada por mim, mas sem anotar os aniversários sei lá por que (na verdade sei, preguiça de anotar tudo igual todo ano, se o fizesse de tanto passar a limpo já teria memorizado). Os aniversários de amigos e familiares (muitos sei de cabeça) e outros não e juntos estavam aos dos muitos amigos blogueiros que entraram para o clube,  em uma tabelinha que fiz no Word. E eis que o arquivo tomou a pouco tempo chá de sumiço. Agora é mandar mensagem, olhar em homenagens aqui e ali, perguntar a um e outro e refazer a lista de novo, que esse ano vai para agenda (primeira promessa para 2015) que preciso começar a procurar (amo o momento escolha da nova agenda, sempre com desejo que tenha uma capa linda, elástico, saquinho e uma página por dia, para muitas colagens e rabiscos). E não, não tenho Facebook para me avisar das datas de aniversários, além do que Tia tal, amigo tal e muitas tals pessoas que faço questão saber a data de aniversário também não tem.
Depois de todo esse blá blá blá, sendo esse o segundo post do dia, uma vez que o outro estava na programação, o parabéns atrasado vai para Chica. Sempre presente aqui, geralmente a primeira a comentar, presença no meu e-mail, na minha caixa de correio e em tudo que vejo que tenha joaninhas. Além, de ser pura inspiração seus poetares e as histórias e fotos em família, que faço questão de acompanhar e tenho especial carinho pela Oma, pelo Neno, o Gui e a Cuca, além do participativo e modelo fotográfico Seu Kiko.
Uma pessoinha miúda em tamanho e enorme em carinho, atenção, simpatia, interatividade e multitarefas. Quando crescer quero ser igual a ela. E para ela é essa pequena homenagem. Um dia em Poa ou por cá, espero a gente ainda vai se abraçar e vou postar, resenhar e me alegrar tridemais, porque ela, tenho certeza, ao vivo é tuuuuuuuudo de bom como é virtualmente.

4 comentários:

  1. Vermelha, corada de encabulada, adorando tudo o que li...
    Tanto carinho, tantas lindas palavras...Fiquei babando! Obrigadão de coração! És mesmo um amor! E aqui tu também estás na lista dos nomes das blogueiras faladas e refaladas por todos como se d família fossem... Beijos e levei o teu nome e link lá pro lugares coloridos, na lista dois mimos, pra ficar bem guardadinho! OBRIGADÃO! chica

    ResponderExcluir
  2. Linda homenagem a Chica que amo demaisssssssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  3. Tina, que homenagem linda à joaninha que conquista à todos que a encontra!
    Beijo!

    ResponderExcluir
  4. Tina, que maravilha de homenagem a Chica essa pessoa linda que merece todo o nosso carinho!
    Beijos
    Amara

    ResponderExcluir