18 de março de 2015


"Las cosas de cada día cuentan secretos 
A quienes las saben mirar y escuchar"
Gianni Rodari
Coelhinho de orelhinha em pé
Que não sei quem fez ou fotografou
E que nomeei com um texto:
Da páscoa
Do escutar o coração
Da poesia das coisas simples, histórias, achados e perdidos
Por trás do nome poético
A lembrança de infância 
É que eu tinha um coelhinho branco de pelúcia quando era pequena
Tenho até uma foto com ele
Acho que foi minha madrinha que me deu
Vou procurar o retrato e trazer para cá até o dia da Páscoa
No clima da data 
E na sintonia com o assunto que me fez escolher esse imagem
Doces recordações
Como ganhar ovo todo ano sem falta de meu dindo
E a carinha fofa de meu avó fazendo focinho de coelho
Uma data, uma imagem, uma palavra
Tem sempre tantas e diversas histórias
Gosto disso
E cá estava eu buscando iluminuras para as publicações no blog, quando descubro um poeta italiano, escorpiano, famoso em todo o mundo, até então desconhecido por mim e que de cara virei fã, Gianni Rodari, jornalista, escritor e poeta, especializado em livros de literatura infantil.
Segundo ele: "Uma palavra pode gerar uma história porque consegue pôr em ação flashes de nossa experiência, de nosso vocabulário, fragmentos de nosso inconsciente, pondo em movimento as nossas idéias e ideologias”.  “A brincadeira é essencial, momento em que a criança estabelece relações com os outros e com a realidade social, que traz consigo um sem número de regras que deverão ser seguidas pelo adulto de amanhã”. Esses dois trechos são do livro Gianni Rodari - Uma Pedagogia da Recriação do Mundo, que trouxe para dividir e cutucar o querer ler sobre ele, seus poemas, escritos, suas opiniões, com o desejo de recriação do mundo, com pedagogia e poesia.

3 comentários:

  1. Gostei dos textos trazidos, das tuas palavras e da imagem. Estar de orelhas em pé, atentas pelo mundo é legal, importante! Faz falta no mundo orelhas em pé! bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. Tem coisas que marcam né?

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  3. Amei o coelhinho de orelha em pé.
    Lindo texto Tina, eu também não conhecia Gianni Rodari!
    Fui pesquisar e gostei!
    Beijos
    Amara

    ResponderExcluir