21 de maio de 2015

Dos repentes

Quando vi esse desenho
Que não sei quem rabiscou
Lembrei de mim e meu grude
Que desde os tempos dos papos pela janela
Proseamos a beça
Das coisas ruins as belas

Eu que teimei a aderir ao zap
Ontem até fiz Ode
E recebi por ele hoje um repente
Que pesquisei a autora inteligente

Mas como não tenho o tar do Face
Não deu para fazer contato 
Que cá estaria sua poesia

Que nem recado mandado na roça
Quem ai pode avisar?
Modi lê com gosto antes de ir lá
E se, se animar de repente
Se põe também a rimar

"Esse tal de "Zap Zap"
É negócio interessante
Eu que antes criticava
Hoje teclo à todo instante
Quase nem durmo ou almoço
E quem criou esse troço
Tem uma mente brilhante.

Quem diria que um dia
Eu pudesse utilizar
Calculadora e relógio
Câmera de fotografar
Tudo no mesmo aparelho
Mapa, calendário, espelho
E telefone celular.

E agora a moda pegou
Pelas "Redes Sociais"
É no "Face" ou pelo "Zap"
Que o povo conversa mais
Talvez não saiba o motivo
Que esse tal de aplicativo
É mais lido que os jornais.

Eu acho muito engraçado
Porque muita gente tem
Um Grupo só pra Família
Um do Trabalho também
E até aquele contato
Que só muda de retrato
Mas não fala com ninguém!

Tem o Grupo da Escola
O Grupo da Academia
Grupo da Universidade
O Grupo da Poesia
Tem o Grupo das Baladas
Das Amigas Mais Chegadas
E o da Diretoria.

Tem quem mande Oração
"Bom dia!", de vez em quando
Que só mande figurinhas
Quem só fique reclamando
No Grupos é que é parada
Dia, noite, madrugada
Sempre tem alguém teclando.

Cada um que analise
Se é bom ou se é ruim
Ou se a Tecnologia
É o começo do fim
Talvez um voto vencido
Porém o Zap tem sido
Até útil para mim.

Eu acho que a Internet
É uma coisa muito boa
Tem coisas muito importantes
Porém muita coisa à toa
Usar de forma acertada
Ou, por ela, ser usada
Vai depender da pessoa.

Comunicação é bom
Vantagens que hoje se tem
Feliz é quem tem amigos
Fora das Redes também
A vida só tem sentido
Quando o que é permitido
É aquilo que convém.

Pra quem meu verso rimado
Acabou de receber
Compartilhe esta mensagem
Que finaliza a dizer:
"Viva a vida intensamente
Porque é pessoalmente
Que se faz acontecer!"

11 comentários:

  1. Que legal,Tina! Adorei esse cordel da Izabel e tu sabes, enquanto lia, achei que fossem rabiscos da nossa querida Majoli! Adorei. Beijos às três então: Tina,Izabel e Majoli! chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eita que agora eu até sorri
      Quando li que a Chica achou que fosse a "Majoli"
      Mas a Izabel nesse cordel arrasou
      Que tirar o chapéu pra ela eu vou

      E que o zapzap seja pra descontrair
      Fazer a gente sorrir, sorrir
      Agora já to indo
      Pra Tina, deixo meu carinho.

      Excluir
  2. Bom! Gostoso de ler. Adorei.
    beijogrande

    ResponderExcluir
  3. Esse cordel está em pura sintonia com o bom uso do zap!
    Beijo!

    ResponderExcluir
  4. Que barato! Bem verdade! Demorei a me render também... E agora me apaixonei!
    Beijo

    ResponderExcluir
  5. Um lindo cordel e verdadero, há mesmo muita coisa á toa, ams muitas interessantes na internet, ainda não tenho Zap zap heheh, pq não gosto muito de digitar , mandar mensagem, mas soube tem como só falar entãoq uem sabe, pq eu adoro um blá blá blá hehe. No poesia tem muitas flores para vc!

    ResponderExcluir
  6. Oi Tina

    Antigamente o zap era as rodas de conversa.
    Hj em dia muitos andam solitários só teclando no celular.
    bjokas =)

    ResponderExcluir
  7. Muito bom esse cordel!
    Eu também achei que fosse da Majoli!
    Beijos
    Amara

    ResponderExcluir