4 de maio de 2015

Não sei quem fez essa obra prima
Aproveito para compartilhar, com o registro de meu amar
"Acho que infelizmente não posso me explicar
Porque já não sou eu"
Alice para a Lagarta 
E assim por onde flor e formos, sempre houve, há e haverão pedidos de explicações que as vezes não queremos dar, nem temos, nem precisa. A pessoa abraça uma árvore para uma foto por exemplo e as pessoas olham como se a pessoa fosse um et. Estranho não é abraçar uma árvore, estranho é derrubar uma, diz a sabedoria popular.
“É preciso andar muito para se alcançar o que está perto”, bem disse meu amado Saramago e também disse que, “o que dá verdadeiro sentido ao encontro é a busca”.
Os mesmos ou não, um pouco de cada coisa, coisa nenhuma ou mil coisas, com e sem explicações pedidas e dadas, numa tela ou espelho de reflexões, tipo mais Platão e menos Prozac, vamos que vamos que hoje é segunda-feira, mês novinho começando, vamos buscar, procurar, escrever e desenhar com gosto, porque a vida muitas vezes não pede e nem dá explicações. Nos sintamos como sugere Fernando Pessoa, nascidos todos os dias para as eternas novidades do mundo.

7 comentários:

  1. Muito lindo! Valeu compartilhar! bjs, ótima semana! chica

    ResponderExcluir
  2. Eu estou deixando pra lá o que as pessoas acham, pq elas podem achar o que quiserem não é mesmo?

    bjokas=)

    ResponderExcluir
  3. Muito bom para uma segundona, com a sensação natural de recomeço que o dia proporciona!
    De fato, estão tentando nos enquadrar a todo instante. Querem nos formataaaaar! rs
    E nós não somos, nós estamos! Difícil, viu

    bjs

    ResponderExcluir
  4. Que seja assim e que assim seja!
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Lindo partilhar!!! Tem novidades no blog

    ResponderExcluir
  6. Hahahaha morrendo de rir com o teu comentário lá no blog! E sim, amiga, de vez em quando eu uso sim, o botão do foda-se kkkk

    bjssss

    ResponderExcluir
  7. Um dia novinho, um novo mês começando para as eternas novidades do mundo! Amei!
    Tenho quase certeza que árvores abraçadas e prozac não combinam :)

    ResponderExcluir